Retrospectiva 2011: O ano em 40 e poucas séries

Mais um ano se passou, várias mudanças aconteceram (por bem ou por mal), mas algo que jamais muda nessa vida serialistíca é a paixão por séries. E por mais conturbada e corrida esteja nosso cotidiano, impossível não perder cerca de 45 minutos de sono para dar aquele play e matar a saudade da série favorita.  Leia mais deste post

Anúncios

Review: Fringe 4.01 – “Neither Here, Nor There”, 02 – “One Night in October” e 03 – “Alone in the World”

Depois de deixar um gigantesco nó na cabeça de todo mundo com um dos season finales mais inusitados que eu já assisti, Fringe alimentou o monstro da expectativa para a 4ªtemporada, principalmente porque não tinha uma pessoa que soubesse exatamente o que esperar. Pois bem, a melhor série não assistida da TV americana finalmente voltou.

E no começo, foi bem estranho…

Leia mais deste post

Review: Fringe – 3ªtemporada

Primeiro, desculpem pelo atraso inaceitável do post, já sabem né, faculdade é aquela coisa maravilhosa, hehe. Enfim, ao que interessa: depois de uma 1ªtemporada que serviu pra pegar nosso interesse e uma 2ªtemporada excelente, mas que ainda deixava a sensação de preparação de terreno, Fringe chegou a sua 3ªtemporada abandonando definitivamente o esquema do procedural e se focando no que a série tem de melhor, a estabelecendo como o drama mais criativo da atualidade.

Leia mais deste post

Review: Fringe – 2ª temporada

Como eu disse anteriormente, ao ver as 3 temporadas de Fringe (porque sim, eu enfim cheguei junto com a exibição dos EUA) fica a sensação de que a 1ª serviu como um gigantesco episódio piloto: começou meio chato, repetitivo, parado, aí foram colocando a coisa nos trilhos, foi começando a empolgar mais, descartaram umas ideias bestas, manteram as que deram certo, investiram em outras coisas e no final, ficou a promessa de uma 2ªtemporada não menos que excelente.

E se com aquela cena final da 1ªtemporada J.J. Abrams alimentou o monstro da expectativa, a 2ªtemporada felizmente não se intimidou com ele: mesmo com um tropeço aqui e ali, mergulhou de vez na mitologia da série, deixando tudo pronto para fazer de Fringe o drama mais criativo da atualidade. Leia mais deste post

Review: Fringe – 1ª temporada

Depois de perceber que, aparentemente eu sou o único que ainda não está assistindo Fringe, resolvi dar uma chance a mais essa criação de J.J. Abrams. Na verdade, eu vi o piloto quando ele estreou, mas a expectativa falou mais alto e o piloto, que não era lá grande coisa, me fez desencanar da série. Pois bem, com alguns anos de atraso, enfim parei e vi a 1ªtemporada completa. Que época estúpida essa em que eu já abandonava as séries logo no piloto. Não fazia ideia do que estava prestes a perder quando fiz isso com Fringe…

Leia mais deste post

Retrospectiva 2010: O ano em 30 e poucas séries

Não existe pauta mais manjada do que listas de final de ano. Mas nem por isso ela deve ser evitada, afinal, não há melhor momento para fazer aquele balanço de como foi o ano, não é mesmo?

Então decidi fazer uma lista com tudo o que vi durante o ano – desde as séries que acompanhei religiosamente, até aquelas que dei uma espiada de leve. Será que meu ano foi bom? A lista é extensa (mais de 30 títulos), portanto, o CTRL+F será o seu melhor amigo caso queira ler algo específico. Preparado? Respire fundo. Um, dois, três, GO GO GO!

Leia mais deste post