Review: Game of Thrones 2.08 – “The Prince of Winterfell”

Quando a única coisa que te faz continuar vendo uma série é um comercial de 30 segundos mostrando cenas do próximo episódio e a dita série foi a melhor coisa que rolou em 2011… tem algo de muito sério acontecendo.

Ok, nem todo episódio precisa ser uma explosão de cabeça, mas convenhamos: não aconteceu NADA nessa temporada, então pelo menos nos três últimos episódios eu queria alguma coisa. Já falaram que o livro em si é meio chatinho e que mudaram muita coisa na série, mas sério… com a chatice eles conseguiram ser absurdamente fiéis.

A Daenerys. Sério… na 1ª temporada eu adorava ela, mas agora, quero mais é ver ela morrendo. Acho que a personagem teve um desenvolvimento tão brilhante antes, que chegou num ponto que não tem mais o que fazer com ela, porque pensa: foram 8 episódios no mesmo discurso, tratando mal as pessoas que gostam dela e preocupada só com aquelas lagartixas. Acho que um dos melhores momentos dessa temporada inteira foi o Jorah falando que ela não é mãe de coisa nenhuma, os dragões não saíram dela e ela nem amamentou eles, então era melhor parar de agir feito doida. Bom… não adiantou lá muita coisa, agora ela quer ir “in the house of the undying” (só porque soa muito mais legal em inglês) pra salvar os bichos. Detalhe que foi um episódio inteiro só pra decidir isso. Putz, que sono dessa mulher.

O que rolou com o Theon também foi meio besta. Primeiro porque, faça-me o favor, todo mundo já sabia que aqueles corpos carbonizados não eram de Bran e Rickon desde que mostraram no episódio passado. Esse acabou “revelando” que eles ainda estão vivos e o resultado disso é que gastaram dois finais de episódio, tipo de coisa que Game of Thrones já soube fazer de uma forma fantástica (lembra dos cliffhangers da 1ªtemporada?). Apesar disso, ver o Theon sendo humilhado pela irmã, que mostrou pra ele como tudo que ele fez foi absolutamente idiota e que ela não vai ajudá-lo coisa nenhuma foi bem bonito, uma das coisas mais legais do episódio, fácil. E é legal porque finalmente dá pra dividir o ódio que sentimos contra o Joffrey com algum personagem. Apesar do coitado ter dado só um show de incompetência até agora né.

Falando em Joffrey, as melhores cenas dele são as que o Tyrion está junto para dar uma zoada. E nesse episódio foi ótimo, o moleque com aquela faquinha falando que vai brincar de Coringa com o Stannis e o Tyrion em seguida:

Imagine o medo de Stannis agora…

Sou fã desse anão, desmoralizando o rei sempre que pode, haha. E achei muito legal ele todo bobo apaixonado pela Shae, que pode não ser lá a mulher mais correta do mundo, mas no pouco que apareceu nessa temporada, foi bem bacana. Alias, foi tão bacana que quando a Cersei disse que tinha pegado a prostituta do irmão eu fiquei até meio preocupado. Mas, envolvendo Tyrion, é lógico que trocaram as prostitutas e todo esse plano foi genial. A Cersei achando que tá causando e o anão rindo por dentro. Alias, já tinha passado da hora dessa rainha ser um pouco bitch né. Ela já estava começando a ficar até meio gente boa.

Para minha surpresa, no entanto, uma das coisas mais legais do episódio foi a parte envolvendo Robb e o seu acampamento. Ele prendeu a PRÓPRIA MÃE, pensa nisso! Fico pensando se o Ned (que foi a fonte para essa honra toda do Robb né) seria capaz de ter prendido a esposa, se estivesse na mesma situação. Se bem que eu não sei se essa guerra estaria rolando ainda se o Ned estivesse vivo. Na verdade, provável que a série não estivesse tão caída né, convenhamos. Voltando ao Robb, achei legal o romance entre ele e a médica lá, sem contar que deve ter sido a primeira cena de sexo mais… “pura” da história dessa série onde mulheres aparecem com babinhas perturbadoras e homens balançam o que não deviam pra câmera. Na verdade, o que eu pensei foi que pareceu cena de sexo de novela das 9 (tirando a nudez parcial da mulher), mas aí ia soar como piada e eu to elogiando, haha.Apesar do lance dele estar prometido pra filha do Filch (o zelador feioso de Hogwarts, lembra?) e ter declarado que prefere a médica ser um negócio bem novela né, mas a gente releva isso.

Mas a melhor personagem e a única que conseguiu salvar esse episódio de ter sido uma completa perda de tempo foi a Arya,  Todos os diálogos dela com o Twyin ao longo da temporada foram excelentes… pena que isso fez com que ela esquecesse completamente que ele era o principal cara que ela devia matar, hahahahaha. Lógico que ia ser o absurdo do século se o J’Qar conseguisse matar ele, mas de qualquer maneira, foi engraçado quando ela mesma percebeu isso. Mesmo assim, ela foi toda inteligente, deu um jeito e conseguiu fugir. Sério, melhor personagem da série. Principalmente se formos pensar que foi a única que REALMENTE  agiu e foi pra algum lugar nesse episódio.

Porque bem, todo mundo fez um monte de coisa, mas o fato é que ninguém foi pra lugar nenhum. Até o Stannis e o Davos voltaram a aparecer, mas só pra avisarem pra galera que estão indo pra King’s Landing. E a Melissandre com a fumaça maligna/irmão do Jacob hein? Mas enfim, o negócio é que o episódio acabou e fazer algo de fato, ninguém fez, mas todo mundo está pra fazer alguma coisa (menos o Robb e a médica, a gente já sabe como aquilo ali terminou, hehe). Aí você pensa que foram mais de 50 minutos em que o Robb prendeu a mãe, rolaram uns diálogos legais envolvendo Tyrion, Cersei e Varys e, de resto, todo mundo está rumo a algo e ninguém foi pra lugar nenhum. Uma temporada de 10 episódios e me botam um filler, sério, assim não dá. Lembra que nesse exato ponto da temporada passada o Drogo tava arrancando a língua de um cara pela garganta? Bons tempos…

Agora, minha última esperança é essa batalha de Blackwater. Botaram tanta pilha em cima desse episódio que ele ganhou até pôster oficial. Eu vou segurar minha ansiedade aqui, mas pelo promo, parece que as coisas vão acontecer MESMO no próximo episódio. Bom… já não era sem tempo.

Nota: 5

P.S.: Teve o Jon Snow sendo levado para os selvagens e descobrindo que o Qhorin também foi capturado e os seus outros companheiros morreram por culpa dele, mas… nem tem muito o que falar aqui né? O Snow é um dos meus personagens favoritos, mas a história dele tá bem chatinha nessa temporada, não foi pra lugar nenhum.

P.S.²: Só eu acho que esses selvagens andam muito bem arrumados pra serem selvagens? Sério, é um casacos de pele mais luxuosos que os da Patrulha da Noite, tem que ver isso aí.

P.S.³: A cena do Robb com a médica foi bonita e tudo, mas o que rolou antes, com ela contando a história de vida dela, peloamordedeus, a cena teve o que, 2 horas? E que diferença isso fez na história a essa altura do campeonato?

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: