Review: HIMYM 7×15 – The Burning Beekeeper

Pô, How I Met.. assim fica difícil te aturar.

Se tem algo que odeio é quem se refere à HIMYM por “How I Met”, ou melhor, “Ráu Ai Méti”, mas esse episódio me fez querer chamá-la desse jeito como forma de protesto. A estrutura do episódio foi aquela que me conquistou no início da série, quando eles costumavam recontar certas histórias diversas vezes a partir de visões diferentes. A diferença é que, nas primeiras temporadas, esse artifício era usado de uma forma absurdamente satisfatória, pois a cada vez que a história era recontada, uma revelação bacana surgia, o que tornava a trama ainda mais interessante. E nessa semana, tirando a briguinha entre Robin e Ted, as histórias foram bem chatonildas, vai? OK, nem o núcleo dos dois foi lá aquela coisa, mas pelo menos me rancou umas risadas aqui e ali.

Lily grávida não está nem um pouco perto do que poderia ser em matéria  de awesomeness, Barney voltou a ser aquele mulherengo chato, o pai da Lily já deveria ter sumido há muito tempo e Marshall não poderia estar mais insuportável com seus dramas profissionais, sem contar que a participação de Martin Short tem sido uma das piores participações especiais que a série já teve.

Infelizmente, está muito difícil acompanhar HIMYM. O nível de qualidade dessa temporada tem sido uma verdadeira montanha-russa de tão inconstante. E uma montanha-russa tipo a Montezum de costas do Hopi Hari, em que uma hora você fala “Nossa! Que louco essa descida de costas!”, mas no segundo seguinte você está todo “OMFG! Essa curva quebrou minhas costas! PARA QUE QUERO DESCER!”

O que me faz continuar acompanhando nem é tanto a vontade de descobrir quem é a mãe, afinal, a série nunca foi sobre quem é a mãe, mas sim tudo o que levou para o surgimento dela na história. O que não me deixa realmente abandonar a série são os personagens que aprendi a admirar e agora não consigo simplesmente deixa-los para trás, como se fossem aqueles colegas da aula de espanhol de quem você nem se lembra mais do rosto por ter cancelado o curso no segundo mês de aula.

2 Responses to Review: HIMYM 7×15 – The Burning Beekeeper

  1. marifreica disse:

    Poooooxa! Acho que eu fui a única MESMO que gostou desse episódio. Me deu um quê de nostalgia das primeiras temporadas.

  2. Isabelle disse:

    Concordo q a sétima, a oitava e a nona temporada estão meio ruins sim! Mas qual o problema em chamar de How I Met hein? crime? Pq se for, me prenda -_-

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: