REVIEW: American Idol 11×07 – St Louis Auditions

Image

St. Louis já nos agraciou com Carrie Underwood, quem será o próximo? 

Johnny Keyser – 22 – “A Change Is Gonna Come” (Sam Cooke): WHITE BOY CAN SING!!! Esperava mais uma daquelas vozes OK, mas a voz dele tem soul. Só acho que nessa história dele continuar cantando acabou “estragando” uma audição que poderia ter sido perfeita. Foi cada nota e firula desnecessária que me fez ir de bobo alegre a “ah… hmm… PELAMORDEUSPARAANTESQUEMUDEDEIDEIA”. Menos é mais, ALWAYS!

Rachelle Lamb – 26 – “Find Somebody New” (Faith Hill): Atualmente passando por um divorcio, filha pequena, marido a impedia de correr atrás de seus sonhos. Um tema recorrente desta temporada pelo visto.

Rachelle tem uma voz que já me fez imaginá-la no palco soltando a voz e fazendo A PERFORMANCE numa noite country. Ela tem ritmo e sua voz tem atitude que achei cativante.

Com menos bronzeamento, menos maquiagem, uma arrumada no cabelo e já mandaria ela direto para o palco.

Reis Kloeckener – 20 – “Lean On Me” (Bill Withers): A adolescência dele foi basicamente o plot de Glee. Sofreu bullying, foi descoberto por um dos professores do coral, se juntou ao grupo e ganhou autoconfiança com o apoio de seus novos amigos. AND THAT’S WHAT YOU MISSED ON GLEE!

Que tom puro e interpretação bonita. Voz boa, mas ele precisa de mais experiência e acredito que ele ainda não possua uma identidade musical definida… Uns três anos cantando em público e escrevendo suas próprias músicas devem fortalece-lo como cantor e ajuda-lo a descobrir sua identidade musical.

Ethan Jones – 22 – “I’ll Be” (Edwin McCain): Ethan desistiu dos estudos para se dedicar a música. Pai também era músico, mas se envolveu com drogas e álcool e agora se encontra em reabilitação.

ODEIO essa song choice, essa música é tão melosa e chata que não exibe o potencial vocal.

Se o que ele realmente gosta é soul, por que cantar country???

Enfim, tem uma voz legal, mas nada que me faria parar para escutar. Não é bem um vocal que soa natural, tem muita coisa forçada.

Lauren Gray – 22 – “One and Only” (Adele): Lauren tem uma voz, mas ela força tanto que o resultado é um vocal gritado que chega a irritar.

Me chamem quando ela tomar um calmante e parar de cantar berrando.

Não achei tão bom quanto o episódio anterior, mas valeu a pena pela Rachelle e Johnny.

E vamos comemorar que a parte chata acabou!!!

E pelo preview Hollywood Week vai ser boa, gente desmaiando, caindo do palco e barracos❤

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: