The X Factor UK 8×22 – Top 7 – Queen Vs. Lady Gaga

“One way or another, I’m gonna find ya’
I’m gonna get ya’, get ya’, get ya’, get ya'” – Justiça universal para Frankie Cocozza. 

Há muito a ser falado antes de começarmos a falar sobre o Live Show da semana.

Primeiramente e o mais divertido para mim (sim, é errado que eu ainda esteja me deliciando com a desgraça alheia, mas nem ligo), Frankie Cocozza foi expulso do programa por seu comportamento rebelde, mas o que parece ter sido a gota da água para a produção foi o garoto ter declarado em alto e bom som o uso de drogas em uma de suas noitadas que precederam sua expulsão. (Embora no vídeo Frankie tenha dito que ele decidiu sair… Bullshit, ele foi expulso).

Nenhuma grande perda, Frankie não cantava, não dançava, não tinha muita presença de palco, era a definição de arrogância em pessoa. Já vai tarde de um lugar que ele nem devia ter estado para começar. E em algum lugar do UK o coitado do John Wilding deve estar tentando se matar após ver o Frankie desperdiçar a vaga que deveria ter sido dele dessa forma grotesca.

Então em apenas uma semana perdemos 3 candidatos, The Risk e Johnny Robinson da forma tradicional e Cocozzão expulso (Damn, demorei pra fazer esse trocadilho), o que me deixou feliz por algumas horas, afinal a temporada está sendo bem morna e mais tempo para trabalhar em outros textos engavetados. Mas como já era de se esperar, foi anunciado que um dos candidatos previamente eliminados estaria retornando.

Obviamente logo imaginei que seria Johnny que foi o 8ª colocado ou The Risk (9ª colocado) após surgirem rumores de que a linha de votação deles estava com problemas e aparentemente sendo redirecionados para Frankie.

Eis a minha surpresa que é anunciado que os eliminados pelos jurados na primeira semana (2 Shoes, Amelia Lily, James Michael e Jonjo Kerr) enfrentariam o voto popular pela primeira vez para voltar à competição. Tipo, eu adoraria ter Amelia ou Jonjo de volta na competição, mas achei essa decisão injusta com os demais. Enfim, essa temporada já está uma zona mesmo, então uma zona a mais ou a menos não fará muita diferença.

De volta para o que realmente importa, é Queen Week!!! Versus Lady Gaga Week!!!

Finalmente o povo está usando a criatividade e tornando os temas mais interessantes, mais interessante do que isso só se fosse obrigatório fazer um mash-up de Queen e Lady Gaga.

Kitty Brucknell – “Don’t Stop Me Now” (Queen): Damn, Gaga week e Kitty não vai cantar Lady Gaga? Damn, já que Kelly tinha a prioridade na escolha bem que poderia ter rolado um mash-up.

Não gostei do tema gladiador e achei extremamente meia boca levando em consideração o que Kitty é capaz de fazer. Faltou energia nos vocais e sua presença estava meio apagada.

Song choice errada em minha opinião.

Craig Colton – “Paparazzi” (Lady Gaga): Tenho odiado o Craig nas últimas semanas, mas essa foi a performance que mais curti desde “Jar Of Hearts”. Claro, outra balada mas pelo menos foi bem executada. Teve algumas coisas no vocal que me irritaram, mas pelo menos não odiei como normalmente odeio.

Little Mix – “Radio Gaga”/”Telephone” (Queen/Lady Gaga): Como é que Little Mix é uma das únicas que eu paro de escrever para assistir?

Me impressiono a cada semana pelo fato de gostar das apresentações e constantemente mudo de opinião sobre a melhor performance delas. E sim, essa é a minha apresentação favorita delas.

E falando em surpresas, a voz da loira!!! Que vozeirão ela tem!!! Nunca reparei nela direito e DAMN, que vozeirão maduro para alguém com jeito de ser tão fofinha.

O bom é que todas elas possuem vozes boas que se complementam. Rezo para que elas sejam pelo menos um Top 4 e ultrapassem Hope que foram a girlband que mais longe chegaram (Top 5). Para vocês verem como o tempo muda as coisas, eu AMAVA Hope em 2007, hoje percebo quão péssimas elas eram.

Janet Devlin – “Somebody To Love” (Queen): Song choice era um desastre certo, mas o tolo aqui não contava com esse arranjo super intimista.

Muita gente vai achar essa versão uma coisa de dar sono, mas eu curti muito a apresentação. Foi uma boa lembrança do motivo que me fez gostar dela lá nas audições. Não foi perfeito, certos maneirismos da voz me irritaram, mas achei cativante e se tornou minha apresentação favorita da pequena irmã da Jayma Mays.

Marcus Collins – “Another One Bites The Dust” (Queen): PORRA MARCUS, NÃO FODE TUDO SE TORNANDO BRUNO MARS WANNABE!!!! Assim nem eu irei mais ficar na torcida. Exato, eu não gosto de Bruno Mars…

Foi bom, mas poderia muito bem ser alguma cena de um musical. Não foi natural, Marcus parecia estar pensando durante toda a apresentação em qual seria o próximo passo de dança ou qual seria a próxima linha da música. E faltou um certo sex appeal na apresentação que sempre senti na música. Resumindo, foi Queen versão meio Big Band… E sempre odiei as semanas de Big Band.

Misha B – “Born This Way” (Lady Gaga): Por mais que o tipo de voz da Misha não seja o meu preferido, adorei o vocal dela. O que diminui o impacto da performance foi requentar a batida de “Rolling In The Deep” que ela usou na primeira semana. Tipo, não tinha outra batida?

Outro problema que não sei se é só comigo, mas eu não me conecto com a Misha, falta algo que me mantenha ansioso pelas próximas apresentações.

E tum tum tum tum… Com 48% dos votos, quem retorna é…

Amelia Lily – “The Show Must Go On” (Queen): Fuck yeah, não precisarei mais ir para Londres pedir perdão de joelhos, ela já está vingada… Pelo menos em partes.

Ela não tem a voz mais potente da competição, mas ela faz o melhor que pode com uma música grande como essa. Levando em consideração que ela só teve 48 horas para aprender a música, ensaiar, lidar com o nervosismo, o resultado final foi ótimo.

Só acho que ela precisa tomar cuidado com as mãos descontroladas que foram uma distração com tantos movimentos.

Como era de se esperar, Frankie não fez falta alguma e Amelia foi a escolha certa para substitui-lo, embora ainda acredite que seja injusto com os demais.

Little Mix são as únicas que eu assistiria várias vezes seguidas esta semana.

Kitty estará no B2 por ser odiada e ter se apresentado primeiro e Janet deve se juntar a ela já que um monte de gente já está ficando cansado da mesmice de sua voz.

Minhas escolhas para a semana:

Queen – “Killer Queen”, “The Show Must Go On”, “Who Wants To Live Forever”, “Innuendo”.

Lady Gaga – “You and I”, “Poker Face” ou “Paparazzi”.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: