Review: Prófugos – 1ª Temporada – Episódio 9

I de Vingança.

A morte de Kika no episódio passado foi certamente um dos momentos mais incríveis desta primeira temporada, não só pelo que a morte da comandante do cartel Farragut significava, mas também porque pelo grau de crueldade com que Aguilera tirou a vida de Kika, afinal de contas, não é todo dia que somos presenteados com uma sangrenta decapitação em uma série. Com isso, estávamos todos esperando as consequências disto neste nono episódio de Prófugos.

 A primeira coisa que já chama atenção no episódio é a briga entre Vicente e Moreno. Vicente solta o ódio que sente por Moreno, que indiretamente estava envolvido na crueldade da morte de Kika, já que ele anteriormente tinha decapitado o filho de Aguilera. Gostei muito desta cena, com Moreno chamando Vicente de “maricón”, dizendo que Kika deveria se envergonhar por ter um filho gay e, acima de tudo, mostrando que os prófugos não estão juntos por afinidade pessoal entre si, e sim pelas circunstâncias que os levaram a ficar juntos e, claro, pelo dinheiro do tráfico.

Laura que antes tinha dito não se importar com a vida da mãe, ao ouvir da boca de Vicente que Kika tinha morrido, desaba em choro e entra em um choro desesperador. A cena, que é acompanhada de mais uma daquelas músicas lindas que já nos são tão comuns ao assistir Prófugos, é linda. Esta reação de Laura não era o que eu esperava, pensei em algo mais seco e whatever da parte da senhorita Farragut, mesmo que poucos minutos depois todos sejam obrigados a deixar o luto de lado e continuar a fuga.

Enquanto isso, Irma consegue aos trancos e barrancos chegar em Santiago, onde preparou todo um vingativo plano contra Buitre. Irma resolve encontrar com a cafetina/prostituta que tinha agenciado o primeiro encontro entre dois. Lembram daquela mulher lá que conversou com ela no começo da temporada e que tinha facilitado o contato entre Buitre? Então, ela está de volta neste episódio e mais uma vez é o link essencial para a concretização do plano de Irma, que facilmente consegue se encontrar com Buitre.

 Obviamente Buitre fica com um pé atrás com a repentina vontade de Irma em se aproximar dele, afinal de contas há alguns episódios ele estava estuprando a filha de Salamanca. E mais óbvio é que Buitre iria querer saber o paradeiro dos prófugos, coisa que Irma disse só revelar se Buitre conseguisse tirá-la do país. Se não soubéssemos que esse episódio estava tão impregnado com a palavra vingança, poderíamos até acreditar que Irma realmente queria só sumir do mundo e a melhor forma de conseguir isso seria se prostituindo e deixando-se levar por Buitre.

 Tá todo mundo querendo sair do país, inclusive os prófugos. E quem melhor que um político para ajuda-los com isso? Ou seja, Vicente é quem tenta fazer sua mágica para conseguir um encontro com seu amante, o Deputado Ignácio Cordoba, para conseguir meios e contatos para facilitar esta fuga. Nos aprofundamos na história de Ignácio, que se mostrou ser um personagem bastante interessante. A forma com que ele tenta manter o romance entre ele e Vicente às escondidas, a suspeita da sua adorável esposa, as complicações que vemos surgir com esse encontro com Vicente, tudo conduzido de uma forma bem naquele nível que Prófugos sempre fez também.

 Bom mesmo também foi ver que o esquadrão anti-Oliva está ganhando mais e mais força agora que Ximeninha sabe que foi Oliva quem realmente matou Fabián. Depois de ter sido entregue por Tégui, a gravação que prova tudo está nas mãos de Ximena, que passou a ser a peça mais importante para o desmascaramento de Marcos Oliva. Por peça mais importante entendam também como próximo alvo de Oliva, que certamente não medirá esforços para se livrar de Ximena. No entanto, Ximeninha não é nada burra e já deixou uma cópia da gravação com uma outra mulher lá que acabei não prestando atenção se era uma jornalista ou da própria polícia. Enfim, de qualquer forma, se algo acontecer com ela, sabemos que esta informação não morrerá com ela. Só digo uma coisa: NÃO MATEM A XIMENA, POR FAVOR!

 Falando em morte, comentemos a parte mais interessante do episódio: a morte de Buitre. Depois de descobrirem o paradeiro de Irma, os prófugos decidem invadir o local em que Irma e Buitre estavam, na intenção de salvar a moça. O que nenhum deles esperava era que a própria Irma estava lá para tirar a vida do seu estuprador, o que logo vemos acontecer. Irma na primeira oportunidade que tem dá vários (vários!) tiros em Buitre e se vinga pelo que ele havia feito com ela. Os prófugos reagem com estranheza a essa atitude de Irma, já que ninguém sabia, até então, os reais motivos da atitude dela.

 

Mais tarde, quando Irma revela que Buitre a tinha estuprado é que os prófugos compreendem a revolta e o sangue frio com os quais Irma conseguiu tirar a vida de Buitre. Moreno, como sempre, é o único que fica contra Irma e mostra o quão desprezível e odioso pode ser com seus comentários impensados. Sério, o Moreno precisa de uma terapia pra resolver seus issues.

 Ressalvado o comentário de Moreno, senti pela primeira vez que Irma estava fazendo parte da família prófugos, acho que essa história dela tirar a vida de um homem aproximou ela dos demais personagens, até mesmo de Salamanca, com quem ela nunca quis muito contato. Irma estava toda preocupada em entender o estado de saúde do pai e o que estava acontecendo com ele. Isso me parece indícios de uma preocupação com Salamanca e não duvido de ver Irma se entendendo com Salamanca daqui para o fim da temporada.

 Mais uma vez temos um excelente episódio de Prófugos, dessa vez com um pouco menos de ação que os episódios anteriores, mas não tinha como cobrar muita ação, já que eles estão presos em Santiago e dependendo de Ignácio para saírem do país. Torço bastante para que essa reta final da série ganhe dimensões maiores e vejamos os prófugos se virando para fugir para outros lugares da América Latina. O que dificulta a fuga é saber que Oliva (a PDI!) e Aguilera estão na cola dos prófugos, que acaba deixando as coisas ainda mais interessantes.

Sobre Aécio Rocha
.

2 Responses to Review: Prófugos – 1ª Temporada – Episódio 9

  1. Paula Cards disse:

    ADORO A SERIE!!!!! Na minha modesta opinião a melhor estreia do ano disparado.

    • Aécio Rocha disse:

      Concordo plenamente contigo, Paula. Acho que quem não está assistindo Prófugos está perdendo uma das melhores séries da atualidade. É obrigatória aos fãs de séries!

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: