Review: The Walking Dead 2.03 – “Save the Last One”

Estava tudo indo muito bem, tinha gostado muito de tudo, o episódio estava terminando e eu já estava até pensando no que ia escrever nesse review. Aí veio a cena final e minha cabeça explodiu.

COMOASSIM, THE WALKING DEAD?

Bom, olhando no geral não tem nada de muito chocante, afinal, não é de hoje que eu falo que Shane é um escroto, desde o começo da série eu acho isso, mas puts, acho um monte de gente escrota, nem por isso elas já pegaram a mulher do melhor amigo, depois tentaram estuprar a mesma e por fim, deixaram um cara pra morrer comido por zumbis de propósito. Beleza, o gordinho estava atrasando ele, mas puts, isso foi meio desumano, convenhamos. Consegui ter uma visão ainda pior do cara do que eu já tinha. Deixando um pouco a opinião pessoal de lado, realmente adorei terem feito essa reviravolta absurda. Porque até a menina sumir e todo mundo ficar meio alucinado, tava tudo muito normal com aquele povo.

Sério, a perspectiva de que o mundo sucumbiu a uma epidemia zumbi, pessoas próximas deles morreram de modo brutal e eles podem ser os únicos sobreviventes disso no mundo INTEIRO já teria feito alguém ficar meio desequilibrado há um tempo né. E convenhamos que não tem rolado lá muito companheirismo entre essa gente pra podermos dizer que eles não ficam malucos porque tem um ao outro. Talvez agora que o Shane tá despirocando a cada episódio, ele comece a ficar mais interessante. Porque sim, ele está ficando maluco, até raspou a cabeça e olhou diabolicamente no espelho, o que é sempre um sinal MEGA-CAFONA de que tem algo de muito errado com a pessoa. Mas curti muito o rumo que deram pra história agora, to realmente curioso pra ver onde isso vai dar (fãs da HQ, NÃO se manifestem ok, hehehe). E diga-se de passagem, achei bem bolado o episódio começar com o Rick contando sobre um ato que ele admira de Shane e terminar… daquele jeito.

Fora isso, tivemos mais um episódio tenso e com muita andança, mas nesse, diferente dos anteriores, nós vimos as coisas acontecerem mesmo, os personagens chegaram a algum ponto, não ficaram só indo, indo e continuando a ir quando o episódio acabava. A turma whatever do grupo continuou lá no meio dos carros abandonados, Dale continuou exercendo com muita competência sua função de não fazer absolutamente nada (mas pelo menos teve aquele momento bacaninha com a Andrea), Daryl não para de ficar mais legal a cada episódio – bom que abandonaram essa ideia de querer que ele pagasse de bad boy, não tava rolando mesmo – e toda aquela cena dele com Andrea, encontrando o zumbi pendurado no final, foi bem legal. Ah claro, Sofia ainda não foi encontrada. Na boa, duvido muito que essa garota ainda esteja perdida nessa floresta, Deus do céu, aquilo ali não é a ilha de Lost pra ela ter sumido desse jeito. Mas enfim né…

Na fazenda, Carl continuou deixando todo mundo agoniado e se bobear, essa foi a melhor parte do episódio, melhor até que Shane e Otis fugindo dos zumbis (e olha que os zumbis são a parte legal, hehehe). Acho que é a primeira vez na série que estamos vendo Rick e Lori tão próximos dessa forma e estou gostando de ver isso, Andrew Lincoln e Sarah Wayne Callis funcionam bem como casal e espero que isso não se perca quando o moleque melhorar de vez. Aquela conversa dos dois na varanda foi muito boa. É complicado imaginar que uma mãe poderia pensar aquilo, mas estou gostando de ver como os personagens estão começando a atingir extremos nesse mundo em caos. E no fim, para alegria geral da nação, o veterinário salvou Carl e tudo terminou bem para a família. Pelo menos alguma coisa tinha que dar certo né. Ah sim, T-Dog e Glenn chegaram na fazenda e continuaram sendo o que sempre são… uma parte do grupo.

Agora, fiquei com pena do Otis, sério, ele não merecia aquilo. E fizeram questão de mostrar a morte dele do jeito mais gore possível, com direito a zumbi comendo orelha do cara e tudo mais. Todas aquelas cenas com Shane realmente não antecipavam esse final. E apesar dos dois terem sido muito burros desde o começo, fiquei agoniado com aquela perseguição toda, os zumbis pareciam brotar em todo canto!

Quando o episódio começou eu pensei que ia ser mais 42 minutos de enrolação e a história não chegando a lugar algum, mas puts, esse deve ter sido fácil um dos melhores episódios da série até agora. Bons momentos, bons diálogos, os personagens estão cada vez mais interessantes, a história cada vez mais envolvente e aquele final me fez ficar mais ansioso para o próximo episódio do que jamais fiquei com The Walking Dead. Enfim a série de zumbis está mostrando de verdade que sua qualidade vai muito além do hype… fica a esperança de que continue assim.

Nota: 10

P.S.: To meio por fora do que rola lá fora então assim… todo americano tem uma maquininha de cortar cabelo em casa ou aquilo foi o único jeito que os roteiristas acharam pra deixar o Shane careca no final do episódio? Porque ele saiu procurando aquilo como se fosse papel higiênico, com a certeza de que ia achar em algum lugar. Eu hein…

P.S.²: Ele cortou o cabelo pra que exatamente? Tem um lance Travis Bickle (Protagonista de Taxi Driver que sofre um processo de degradação moral a medida que vê a podridão que se tornou o mundo ao seu redor, fazendo o moicano mais cool do Cinema quando isso chega ao ápice. E se você nunca sequer ouviu falar desse filme, faça-me o favor) por trás disso? Se tem, é meio furado, porque pessoas vivas que tornam o mundo podre é uma coisa, mas estamos falando de zumbis né. Ou isso ou ele resolveu virar skinhead e depois de atacar o gordo vai pra cima do T-Dog e do Glenn. É uma possibilidade.#NOT. Ou é só um show-off besta (e essa opção é bem mais provável…).

5 Responses to Review: The Walking Dead 2.03 – “Save the Last One”

  1. Jefferson Rodrigues disse:

    Episodio sensacional, muito bom mesmo. Eu tinha desconfiancas de que o Shane fosse um grande filho da puta, mas acreditava que ele pudesse melhorar, me enganei. Enfim meu comentario se resume a poucas palavras: Shane eh um GRANDE FILHO DA PUTA!

  2. Vinicius disse:

    Melhor episódio da segunda temporada!!!

    Primeiramente: NEM OS FÃS DA HQ MAIS DOIDOS SABEM O QUE VAI ACONTECER! FIQUE TRANQUILO. HAHAHA Não tinha nada disso lá… a história tá bem diferente.

    Eu adorei o Shane matando o Otis! Mostrou que a “humanidade” em cada um está sendo extinta e que a tendência é que todos percam um pouco disso.
    Conseguiram conciliar o pessoal da estrada com o da fazenda, conseguiram não deixar nenhum dos dois grupos de lado nesse episódio, o que foi muito bom. Espero que o Daryl continue evoluindo como personagem.
    Sinto saudades de quando o Glenn era importante na série ]:.

    Sobre o shane cortar o cabelo, acho que foram dois os motivos:
    1º que ele estava sem um pedaço do cabelo e acho que ele não queria que ninguém percebesse, sei lá…
    2º pra dar esse ar mais “maníaco” pro personagem.

    Não gosto da atriz que faz a Lori (A Sarah Wayne Callis) uma cena = 40 caretas, não consigo gostar dela de modo algum.
    Não vejo a hora da Carol morrer, puta que pariu, que personagem inútil na série!

    Mais um bom review, Marcelo! Continue assim.

    • Marcelo Silva disse:

      HAHAHAHA, eu bem suspeitava que isso não tinha nada das HQs, vc mesmo falou que já era pro Shane ter morrido há tempos. Isso que torna a adaptação válida, agora tanto os fãs da HQ quanto os que conhecem só a série estão sem saber o que vai acontecer. E foi por isso mesmo que adorei o rumo que a coisa tomou, esse lance do Shane estar perdendo a humanidade. E convenhamos que se era pra isso acontecer com alguém ali, seria com ele, afinal, é o único que não fez muitos laços com ninguém e a única pessoa com quem fez chutou ele com gosto depois, hehe…

      Glenn foi o cara que respondeu o Rick no piloto e deixou todo mundo maluco, agora ficou completamente avulso! Uma pena.

      E se o Shane cortou o cabelo só pra ninguém perceber a falta do tufo, AFE, hsahsuashausahsuahauhua… acho que foi pra parecer maniáco mesmo. E eu dou risada com as caretas da Lori, principalmente nos momentos mais tristes, mas acho que ela funciona com o Rick, tem quimica ali, hehe.

      Vlw por mais um coment cara, também continue passando por aqui, hehe!

      • Vinicius disse:

        Sério que tu acha, cara? Eu não consigo gostar, já me esforcei. Na primeira temporada eu achava ela melhorzinha, mas nessa que ela aparece toda hora, sinto um ódio mortal dela, tadinha. É cada careta… me parece que a cena fica forçada por causa daquilo. Mas acho que o Andrew Lincoln compensa nas cenas com ela. O cara é um baita ator!

  3. Erikinha disse:

    Minha cabeça explodiu com tudo issso, sério….tô chocada com o epsódio até agora!!!

    E acho q o Shane tava atras de alguma coisa…como uma gilete mesmo ou uma tesoura!! hauahuahuaha

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: