Review: The Walking Dead 2.02 – “Bloodletting”

Um dos grandes problemas da 1ªtemporada de The Walking Dead era a alternância entre episódios repletos de uma ação e tensão incessantes e outros que pareciam (ou eram mesmo) um pouco mais parados por focarem no drama dos personagens. Isso não é ruim, mas o fato de parecer simplesmente impossível fazer um episódio que equlibrasse os dois fatores foi uma das coisas que deixou a temporada passada bem irregular. E ao que parece, a coisa não vai mudar: depois de uma premiere excepcional, o clima tenso se manteve, mas num episódio bem mais calmo. As vezes até demais.

Adoro The Walking Dead, me empolgo com a história e tudo mais, mas depois do episódio da semana passada e principalmente depois desse, fico pensando como pensam na temporada quando vão começar a escrevê-la. Estou começando a desconfiar que eles fazem algo como: “Episódio 1 – a garota some e o menino é baleado. Episódio 2 – eles acham uma fazenda e o menino é cuidado lá. Episódio 3…”. E com isso em mãos eles adicionam tudo que puderem no resto dos 42 minutos. É comum em HQs ter apenas uma situação que se desenrola durante toda a história e isso funciona ali, mas na TV não dá pra ficar contando com isso, fica parecendo que não tem muita coisa pra mostrar. E considerando que a HQ  já tem uma infinidade de edições e eles podem criar histórias exclusivas pra série (como fizeram na temporada passada, com o laboratório do season finale, que não existe no material original), as coisas estão andando com uma lentidão digna de zumbi mesmo.

Depois do final meio besta (mas com um cliffhanger ótimo) da semana passada, Rick e Shane correram até uma fazenda apontada pelo cara que atirou (coitado do gordinho, teve que correr feito um maniáco). Segundo os fãs da HQ, a fazenda dos Hershel tem uma certa importância na história. Não sei porque, mas acho legal essa ideia de uma família morando tranquila (dado o contexto da coisa) numa fazenda isolada enquanto o caos rola solto na cidade. Rick fica espantado com a calmaria das coisas por lá e é bacana ver como as coisas se inverteram. Num mundo normal, viver numa fazenda isolada da cidade não soava algo tão absurdamente espantoso, mas quando vemos como as coisas funcionam por ali, nem parece que está rolando um apocalipse zumbi (tirando eles tendo que buscar suprimentos numa escola infestada deles).

Os ditos zumbis foram dar as caras só perto do final do episódio (e em dois ótimos momentos, diga-se de passagem), mas apesar de ter ficado esperando eles aparecerem (não tem como evitar, o drama da série pode ser ótimo, mas eles são a coisa mais legal), eles conseguiram segurar bem o clima tenso com a vida do garoto por um fio. E Andrew Lincoln vem fazendo um trabalho bem competente, assim como Sarah Wayne Callies, que apesar de fazer umas caretas no mínimo engraçadas em alguns momentos, está bem melhor do que na temporada passada (sua personagem também). Shane ganhou um pouco da minha simpatia nesse episódio, pela sua interação com Rick, parece que ele finalmente está deixando essa obsessão com a Lori de lado e relembrando que antes de Rick ficar em coma, os dois eram grandes amigos. E consegui até me importar com o personagem na excelente cena final, com ele e Otis (vulgo gordinho) fugindo dos zumbis. O cliffhanger me deu uma agonia insuportável, ficar preso ali com aquele bando de bicho enfiando o braço nas frestas do portão pra te pegar.

Fora a tensão em relação a sobrevivência do menino e essa cena final em especial, não sobra muito pra falar do episódio. Me assustei pela primeira vez com a série quando aquele zumbi apareceu DO NADA atrás da Andrea (foi tipo “Quem é esse atrás da An… WOOOOW!) e apesar do Daryl pesar um pouco, estou gostando cada vez mais do personagem. Alias, eu bem falei que eles deviam ter resolvido esse negócio da menina desaparecida já no primeiro episódio. Com toda a tensão em cima do filho de Rick e Lori, esqueci completamente que a garota sumiu. E sinceramente, ela era um personagem tão whatever que se bobear até os roteiristas vão acabar esquecendo com o tempo. Mas sério, espero que não enrolem mais pra encontrar ela, porque já deu essa história né. Outra coisa que já cansou a paciência foi o Dale. É o velho nice guy, um cara gente boa e tudo, mas sério… ele não tá servindo pra mais NADA na série, todas as cenas dele nesse episódio, com o T-Dog (outro que foi inutilizado) pareciam cenas que só aparecem em extra de DVD, um grande porre. Gosto muito do personagem, mesmo, mas se ele continuar só encostado no trailer falando como tudo vai ficar bem, melhor que vire um zumbi logo. Pelo menos vai fazer coisas mais interessantes.

Foi um bom episódio, conseguiu segurar bem a tensão, única coisa que o fez bom o suficiente para não ser uma decepção comparado a premiere. As cenas com zumbis continuam me lembrando muito games (Os suprimentos que precisamos estão naquele furgão do outro lado e pra chegar lá precisamos passar pelos zumbis e aí tudo termina com eles encurralados. Muito bom isso) e toda essa história com o garoto sendo baleado deixou o drama dos personagens algo ainda mais válido de acompanhar. Mas a série precisa começar a equilibrar a ação e o drama, antes que tenhamos que aguentar coisas como o 5ºepisódio da 1ªtemporada de novo, afinal, nem sempre vai ter um moleque baleado pra manter o nível da coisa toda…

Nota: 8

P.S.: Adorei o começo do episódio, com aquele flashback a la Lost. Deviam fazer um pouco disso em todo episódio, ajuda a tornar a história um pouco mais agoniante (não que a ideia de um mundo infestado de bichos que comem carne humana não cause certo desconforto), meio na ideia de “A vida deles era como uma qualquer, Lori tinha uma amiga figurante sortuda whatever e cabelo todo arrumadinho e agora tá uma lástima e fugindo de zumbis”. Curti.

3 Responses to Review: The Walking Dead 2.02 – “Bloodletting”

  1. Vinicius disse:

    A Sophie tem uma “importância” com o Carl na história da HQ e só, não me recordo de ela sendo útil pra mais nada.

    O Dale já é diferente ele deve vir a tornar-se um personagem mais participativo (contudo, continuando meio nice old guy) e, o resto vocês descobrirão…

    O episódio foi bom, contanto em alguns momentos que eram para ser tristes eu achei meio, hm, cômico.
    Concordo totalmente que eles fazem um episódio agitado, com mais cenas de ação, mais zumbis morrendo e outros bem parados, como esse. Espero que eles consigam juntar essas mais vezes e não deixar esse “zig-zag” de episódios com ação e outros sem um zumbi morto, praticamente.

    Pra quem vê a HQ acho que a coisa mais legal vai ser quando a Michonne entrar na série! Ela e o Daryl juntos vai ficar muito foda HAHAH

    • Marcelo Silva disse:

      Eae Vinicius!

      Putz, espero MESMO que o Dale ganhe alguma importância nos próximos episódios. Nada contra ele ser o velho nice guy, até gosto de personagens assim, o problema é que ele está completamente avulso na série, hehe. Quanto a Sophie, ou encerram essa história logo ou nem precisam mais achar ela, pq sinceramente, nem senti falta da personagem.

      Momentos tristes que terminaram cômicos tipo aquela amizade meio colorida entre o Rick e o Shane? Sério, melhores amigos e tudo mais, mas quando meu melhor amigo tá mal, não vou consolar ele conversando com testinha colada, segurando na nuca. Isso é meio… preocupante, hsuashaushauhua. Ou a reação da Lori, a careta dela é coisa linda.

      Já to ficando ansioso com esse tal Michonne e nem sei quem é, hasuahsuahsauhua

      Valeu pelo comentário!

  2. Jefferson Rodrigues disse:

    Eh foi como voce disse, depois de uma premiere sensacional, faltou algo a mais nesse ep. Mas como foi no ano passado, fico na expectitativa de que os outros sejam iguais, ou ate melhores, do que a premiere. Otimo texto Marcelo, parabens.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: