Review: As novas séries do fall season e os 5 episódios de tolerância – Parte 4

Decidi que esse vai ser o último post dessa pequena série. Primeiro porque decidi que não vou ver mais nenhum piloto (Desisti, sério. Se alguma série ficar realmente excelente, dessas que eu não vi, por favor me avisem) e depois porque como você vai conferir logo abaixo, não sobraria muita coisa pra comentar aqui na semana que vem. Pois bem, vamos pro último post especial do fall season, onde os dramas se deram terrivelmente mal…

Dramas

Terra Nova (1×04): Eu não sei nem o que falar desse episódio. Foi tudo tão ridículo, tão babaca, que soa até perda de tempo. O pouso de uma mosca num prato de comida conseguia ser mais tenso do que o general invadindo Terra Nova e aquela cena “O vírus causa perda de memória…[2 minutos depois] Quem é Zoe?”. Putz, sério, for dummies assim? Os efeitos continuam pedestres e os personagens, extremamente rasos. Pelo jeito, a coisa não vai melhorar e eu prometi que ia ver 5 episódios, mas putz, receio que não vou aguentar mais um episódio inteiro disso. Desculpa aê Terra Nova, mas não vai rolar. Provável que nem comigo nem com ninguém né, porque essa audiência tá deprimente…

Person of Interest (1×04): Foi no domingo que caiu minha ficha. A série passava toda quinta, mas eu nunca lembrava de assistir, só quando ia começar o post do fall season. A série é legal, tem lá seu potencial mas eu percebi uma coisa… eu não me importo com ela! Não ligo pra Taraji P. Henson caçando o Jim Caviezel, não dou a mínima para os casos que ele corre pra resolver com o Michael Emerson, não consegui me envolver direito com nenhum. Tudo parece completamente solto e aleatório na série, parece que ela não tem um rumo, como eu falei na semana passada, na prática esse lance de resolver o crime antes de acontecer é menos interessante do que parece. Não vou desistir completamente da série porque eu gostei da premissa desde que a série foi anunciada. Mas não vou acompanhar fielmente também. Deixa a temporada rolar e se acontecer o que aconteceu com Fringe, que quem sobrou assistindo a série começou a ficar maluco com ela e aí todo mundo passou a acompanhar, talvez ela volte a aparecer por aqui. Caso contrário, provável que role no máximo um review geral da 1ªtemporada. Só é meio frustrante uma série que parecia tão legal passar tão longe disso na prática…

American Horror Story (1×02): Quando o melhor drama que eu vi na semana foi esse, é fato que a coisa está bem feia. Mas esse segundo episódio até que foi legal mesmo, melhor que aquele freak show que foi o piloto pelo menos. Parece que o Ryan Murphy não tava levando a coisa muito a sério, aí levou uma chamada do FX e resolveu fazer uma série de fato. Tirando aquele papinho de seita pra reproduzir assassinato (afe), a história foi conduzida de uma maneira legal e mesmo o lance da seita sendo meio besta, rendeu ótimos momentos. Ah, e aquela cena inicial que tentou homenagear Hitchcock foi a coisa mais desnecessária do mundo. Mas to gostando mesmo de como estão usando TODOS os clichês de casa mal-assombrada de uma maneira legal (tem a governanta sinistra, a vizinha estranha e algum perturbado que fica perambulando a casa) e aquela cena do elevador foi MUITO cool, hehe. Mesmo com um episódio bem melhor, Ryan Murphy continua perturbado: a menina naquele quarto fechado com espelhos, putz… um pouco demais né.
Tolerância: Quem já viu mais da série disse que melhora MESMO a partir do terceiro. Então vou aumentar a tolerância pra ver até o quarto episódio. Talvez a coisa vá melhorando acada vez mais.

________________________________________________________________________

Comédias

New Girl – Nem rolou New Girl essa semana, mancada hein. Mas ainda é uma das minhas favoritas desse fall season. Veremos semana que vem.

Suburgatory (1×03) – Sabia que até agora não tinha me dado conta que Suburgatory é uma comédia teen? Sério, é que pra começar, a série é boa, o que já não a encaixa como teen (#PROVOCAÇÃO, haha, brincadeira, eu sei que FNL também é uma exceção. Só ela também né). Mas falando sério, não tinha o clima de série assim. Bom, até agora né. Pesaram pra caramba no climinha high school, com direito a fofoquinhas e uma galerinha do barulho aprontando todas, mas a protagonista tem um carisma que supera qualquer trama mais bestinha. A história com o pai dela foi engraçada, ele todo afeminado, perto do final do episódio foi demais, hahaha. Só fica a esperança de que os roteiristas sejam bem criativos e consigam segurar a série por um bom tempo, porque continuo com o pé atrás sobre a limitação das piadas. Mas por enquanto tá legal então… vamos aproveitar, hehe.
Tolerância: Estou satisfeito com o que vi. Bora dar espaço fixo pra essa série aqui no blog que ela merece.

Up All Night (1×05) – Muita gente achou e continua achando a série ruim. Mas eu juro que a cada episódio venho me divertindo mais e ainda acho que não demora muito até a galera dar uma nova chance pra ela (se durar mais do que essa temporada, claro). Christina Applegate e Will Arnett estão cada vez melhores e com mais química a cada episódio e esse foi ainda mais legal porque enfim fizeram alguma trama que também envolvia o bebê, já que até agora, a menininha, razão por tudo na série ter acontecido, mal apareceu. E a assistente da Ava (a.k.a. Kenneth cover) só melhora (“SPEECH” hahaha). Os protagonistas são legais (eles tentando fazer o peakaboo com a Amy do jeito que o cara ensinou foi demais), a Maya Rudolph é tão boa que merecia que o programa fake que comanda na série realmente existisse (adoro ela tratar o bebê como se fosse grande) e o clima levinho e descontraído me pegou. Up All Night foi a única que passou pelos 5 episódios de tolerância por aqui e só melhorou. Semana que vem (antes do episódio ser exibido, espero, hehe) a série ganha seu espaço por aqui também.

_______________________________________________________________________

Ficam por aqui American Horror Story, New Girl, Suburgatory e Up All Night. O resto, ou já foi cancelado ou eu resolvi cancelar da minha vida, hehe. Mas ainda tenho esperança que Person of Interest melhore. Já Terra Nova… fui ver um sci-fi cheio de ação na pré-história, com efeitos bacanas e ganhei uma aventura irada com uma família do barulho aprontando altas confusões com efeitos risíveis. Mas na pré-história (1 ponto! #NOT). Se tratando de sci-fi, melhor ficar com meu Fringe que eu ganho mais… Agora sério… que fall season sofrível, putz. Espero que no ano que vem seja melhor.

2 Responses to Review: As novas séries do fall season e os 5 episódios de tolerância – Parte 4

  1. Vinicius disse:

    Up All Night comigo aconteceu o que você faz com Person of Interest. Eu baixo, não vejo na hora e vejo quando ta faltando o que ver. Não que não goste ou seja ruim, pelo contrário, mas tenho outras preferências.

    Se fosse você veria MAN UP, vi ontem e gostei. Para mim, a melhor estreia da fall season (srsly)

  2. Carol Nakamura disse:

    Up All Night eu tenho visto, acho muito boa a cada episódio, mas também não corro pra ver! Porque é como se fosse mais uma da minha lista de séries que assisto, o que álias, são muitas! Up All night é bem legal, só que não é aquela série que as pessoas ficam esperando toda semana, não é uma série que procuro o dia que passa, sei a audiência etc, assim como faço com outras. Queria poder dar mais destaque a ela, mas não é o tipo de série que “vicia”. E concordo com o Vinicius, Man Up é bem legal! Lembra Modern Family (o personagem Will). Se você gosta de MF, é uma boa indicação! Beeeijos.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: