Saudade da Alice [HBO Brasil]!

Pode o mundo.

Há alguns anos a HBO Brasil nos presenteou com Alice, uma série que em pouco tempo conseguiu se alojar no coração de quem assistia e se tornou motivo de orgulho para os brasileiros que puderam acompanhar essa excelente produção nacional. A assinatura de Karim Aïnouz na criação/produção de Alice, já dizia muita coisa, mas ainda assim foi uma surpresa ver semana após semana Andreia Horta vivendo uma das personagens mais fascinantes da televisão dos últimos tempos.

Durante o início dessa fall season, observando as pessoas devorarem várias e várias séries de qualidade completamente questionável e reclamando de tudo o que viam, fiquei lembrando da minha querida Alice e tentando entender o porquê das pessoas não investirem o tempo que passam vendo séries novas esquecíveis, acompanhando produções maravilhosas como essa. Ao pensar nisso, me percebi com muita saudade dessa mulher que tudo quer e tudo pode, pode tudo, pode o mundo!

Em tão pouco tempo parece que vivemos uma vida ao lado de Alice Zanetti, a garota simples que saiu do Tocantins, cresceu, sofreu, amadureceu e conquistou a gigantesca São Paulo. Continuou acreditando que a Alice é uma das personagens mais encantadoras que vi nesse meu tempo acompanhando séries. Ela é uma personagem adorável, carismática, com ideais, sonhos, falhas e defeitos, e ao longo de treze episódios e dois especiais ficamos tão íntimos dela que nem parecemos estar falando apenas de uma personagem de uma série de televisão.

Lembro da Alice bobinha-caipira que foi às pressas para São Paulo tentando chegar a tempo do enterro do seu pai, com quem sempre tivera relação muito distante, e que aos pouquinhos foi se conhecendo, se arriscando e acabou descobrindo um mundo novo e diferente do que ela estava acostumada. Vemos Alice sendo desafiada a mostrar que era capaz de ser alguém em uma empresa como a Tribeca, que as possibilidades do amor e do sexo não se resumiam apenas na relação que tinha com seu noivo em Palmas e que, mesmo em seus vinte e poucos anos, Alice não tinha a menor ideia de quem realmente era e do potencial que tem em realizar tudo o que deseja.

Ciro, Regina Célia, Duda, Glícia, Irislene, Luli, Dora, Dani, Marcela, Téo, Monique, Renata e Nicholas foram personagens que serviram para ajudar a compor esse bela série chamada Alice. Todos eles, de alguma forma, influenciaram para que Alice mergulhasse ainda mais fundo nessa sua nova fase e se tornasse a mulher que virou, esse hino de amor ambulante à cidade de São Paulo. Percebemos um pouco de Alice em cada um desses personagens, em cada festa, em cada romance, em cada sorriso e drama que assistimos, afinal de contas tudo Alice parece não ser apenas a protagonista da série, mas sim uma entidade que está presente em todos os momentos dos episódios e em todo mundo que assiste a série.

É impossível acompanhar alguns episódios de Alice e não ficar apaixonado pela Andreia Horta com sua ótima atuação, e pela personagem que dá nome à série. É uma série tão interessante, com histórias, diálogos e personagens construídos de uma forma tão bacana que os treze episódios da primeira temporada e os dois especiais que vieram depois, acabam sendo involuntariamente assistidos numa velocidade surpreendente.

O que me motivou a escrever esse pequeno e singelo post foi a saudade que tenho dessa série e dessa personagem, assim como a revolta que é saber que tem tanta gente dando chance pra séries duvidosas e continuando a deixar de lados séries incríveis como Alice. A HBO Latin America conseguiu produzir uma série com tempero brasileiro, com cara de Brasil e alma de Alice. Uma série que volta e meia é preciso que os fãs se mobilizem para não deixá-la esquecida na nossa memória e para que mais e mais pessoas conheçam a encantadora Alice.


Terminando esse pequeno post vou assistir alguns episódios de Alice pra matar a saudade e o recado que fica aos que ainda não viram a série, é apenas que essa é uma daquelas séries que a gente pode recomendar sem medo às pessoas porque certamente todo mundo acaba se identificando com ela em algum momento. É uma série tão boa (e tão curta!) que acabou deixando saudosos e orgulhosos fãs, fãs esses que até hoje ainda se encantam com as maravilhas dessa Alice.

Ah, por fim, prometo qualquer hora dessas fazer uma review comentando essa série ou convencer algum dos meus amigos de blog, @marcelogcs, @gireogiro e @zepicelli, a assistir a série e fazer um post do tipo em meu lugar.


Sobre Aécio Rocha
.

8 Responses to Saudade da Alice [HBO Brasil]!

  1. Lucas disse:

    É sensacional, me fez sonhar, me fez sorrir e chorar. Divina.

  2. Lucas disse:

    QUE.SAUDADES.DA.ALICE! =[

  3. Gabriel disse:

    Eu adorei a serie.
    Fico super na torcida para que aja uma nova temporada. Mesmo sabendo que a Andreia esta na globo que muito difícil de libera ela para fazer a serie novamente.
    Mais eu queria muito uma temporada de alice. Esses 2 episodios deixaram um gostinho de quero mais.

  4. Mi disse:

    entregue-se

  5. Ana Simoes disse:

    Está passando de novo no Max prime, vi ontem. Mto bom!

  6. Jorge disse:

    Alguém sabe as datas de exibição no maxprime ?

  7. Esse seriado é algo surreal, pois até hoje acredito e gosto de acreditar que existe sim essa Alice Zanetti pelas ruas de sampa. Parabens pelo texto!

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: