The X Factor US 1×03 + 04 – Chicago / Seattle / Newark Auditions

Dai-me forças… 

Quem já conferiu a versão UK e conhece bem a dinâmica do programa sabe que a versão US está deixando bastante a desejar com o nível absurdo de forçação de barra para nos fazer acreditar que este é o melhor programa do mundo com os melhores talentos. Verdade seja dita, está sendo um dos piores programas desse formato que já assisti (sério, tentei assistir o 1×03 cinco vezes e não passei dos 10 minutos) e o talento deixa muito a desejar baseado nos dois primeiros episódios, em 4 horas de programa só uma candidata mereceu destaque, Caitlin Koch.

Com isso em mente e tentando manter o sofrimento no mínimo, decide cobrir parcialmente os dois últimos episódios de audição.

Makenna & Brock – “Colder Weather”: Brock se apaixonou por Makenna, que o vê apenas como amigo… Yata yata, aquela velha historia que todos já conhecem.

Não gostei deles como dupla, não vi aquela química instantânea. O único motivo deles estarem aqui é que curti bastante a voz do Zach, acho que ele é forte o bastante para ser um competidor solo.

Josh Krajcik – 30 – “At Last”: Sabe aquelas mães extremamente psicopatas pelos filhos que geralmente vemos em concursos de beleza de crianças? Então, essa é noção que tive da mãe dele.

A voz dele é uma versão levemente menos rouca do que a voz do Nakia do The Voice, o que pode significar que ele não será muito versátil caso chegue ao Top 12.

Enfim, melhor do que muita gente que avançou nos primeiros episódios.

Drew Ryniewicz – 14 – “Baby”: Garota irritante que ama, AMA Justin Bieber… Ou seja, gosto musical da garota já é duvidoso.

O velho truque de pegar uma música e fazer uma versão lenta.

Para quem estava me irritando apenas com a entrevista e a escolha da música, ela conseguiu surpreender e mostrar um ótimo vocal para alguém tão jovem.

Ela estará no Top 12, sem dúvidas.

Liliana Rose Andreano – 26 – “You Are My Sunshine” – Delicioso vocal folk. Jurados devem estar bebados por acharem que ela é uma popstar.

Cari Fletcher – 17 – “Alone”: Jovem, loira, bonita, bom vocal… $$$

Brennin Hunt – 26 – “How We Make It”: Jovem-ish, bonito, cantor/compositor, experiente, tom de voz com um certo soul e bom cantor… $$$$$$

O material dele disponível é ótimo.

Melhor de tudo é que o cara é amigo da Kendra Chantelle (Top 24 – American Idol S10 – OI MINHA LINDA!!!), minha única preocupação é que vi ele meio que criticar o programa no Twitter durante a estreia do programa, pois achou o programa manipulado demais ou algo parecido. Errado ele não estava, mas se a produção tiver pego esse comentário ele pode se dar mal.

Leroy Bell – 59 – “Lean On Me”: Impossível esse cara ter 59 anos, eu daria no máximo uns 35 anos… Boa voz para R&B e soul.

Jazzlyn  Little – 16 – “I’m Going Down”: Tipica garota com baixa autoestima, seus vídeos no YouTube não receberam mais do que 500 acessos.

Ótima voz e nos primeiros segundos de música Jazzlyn se torna super confiante e dá um show.

Outra com potencial para um Top 12.

Olha, realmente apareceu mais gente decente do que na primeira semana, mas potencial mesmo só vi na Jazzlyn, Drew, Liliana e Brenin.

Sinto dizer que com apenas 5 pessoas decentes (contando com a Caitlin Koch) e um programa que fede a manipulação (eu sei Idol e a versão UK deve ter manipulação, mas nenhum deles chega a esse nível) não me deu motivos para continuar acompanhando…

Boa sorte para quem continuar e nos vemos nas reviews de The X Factor UK.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: