Review: Modern Family 3.01 – “Dude Ranch” e 02 – “When Good Kids Gone Bad” [Season Premiere]

Modern Family finalmente voltou, justificando cada Emmy que ganhou no último domingo e mostrando como acompanhar essa família é algo absolutamente necessário nas nossas vidas.

Por mais que eu tenha gostado da 2ªtemporada (achei melhor do que muita gente que xingou horrores por aí), é fato que ela foi um pouco mais morna do que o primeiro ano da série. Os personagens, que eram todos excelentes, começaram a ficar meio estagnados na mesma piada (síndrome de Chuck Lorre) e as coisas só aconteciam e não surtiam muito efeito na gente, que estava querendo se divertir e dar risada. Mas no finale da temporada passada, a ideia de Mitchell e Cam adotarem outra criança e, como foi revelado mais tarde, Lily estar ENORME me deixaram bem animados para o que vinha por aí. E tenho quase certeza de que essa premiere dupla foi uma das coisas mais divertidas de 2011. Não sei se é porque ficamos meses sem ver os personagens ou coisa assim, mas tive a sensação de que essa 3ªtemporada trará novos ares para a série.

A melhor ideia que tiveram para esse ano, de longe, foi com Lily. Só não entendi o que rolou ali, se teve uma passagem de tempo que ninguém citou ou coisa do tipo, mas mostrá-la com 3 anos foi PERFEITO. De todos os personagens, Cam e Mitchell foram os mais prejudicados na temporada passada, eles faziam exatamente a MESMA coisa em todo santo episódio e só essa ideia da Lily crescida já foi o suficiente para mudar um pouco a dinâmica deles. Ok, nos dois episódios o esquema foi mais ou menos igual – Mitchell se acha maduro, mas faz merda, Cam fica ofendido, Mitchell se desculpa – mas ao mesmo tempo, tudo aconteceu num contexto bem diferente do que antes (antes, até isso era igual) nos dois episódios, então funcionou muito bem.

Chorei de rir com a ideia de Cam pra anunciar a adoção do segundo filho pra família (sério, eu pausei o episódio porque tava perdendo tudo dando gargalhadas… e parei pra ver a cena agora e chorei de rir de novo) e os pequenos flashes das manias dos dois (Cam mimando Lily e Mitchell incapaz de dividir). Isso sem contar o álbum purpurinado de Cam. Só espero que os personagens continuem legais assim. E alias, agora que Lily virou uma personagem de fato (antes ela não fazia muita coisa né), estou ansioso para ver os próximos episódios, porque virei um fã incondicional dela! Sério, a menininha é demais.

Gloria, que já estava começando a irritar… ainda irrita um pouco em alguns momentos mas rendeu umas boas piadas nos dois episódios. Ela cantando na fogueira foi outra parte que pausei pra gargalhar por alguns minutos.  E Sofia Vergara de cowgirl, devo dizer… hã… CONTINUANDO, no segundo episódio a história dela com Manny também foi ótima  (o que foi ela arrombando o armário da garota?). A atriz fez um ótimo trabalho, em ambos os episódios. A cara dela para Jay quando ele a acusa de estar escondendo a mentira de Manny foi impagável.

Você ficaria surpreso com o que as pessoas conseguem viver, Jay.

Enquanto isso, na casa dos Dunphy, por melhor que Claire, Haley, Alex e Luke sejam, não adianta… Phil continua o melhor ali. Alias, o melhor da série ainda, diga-se de passagem. Os olhares de aprovação que ele espera de Jay foram simplesmente geniais, assim como o “Phylis!/Phil is!”. E foi dele o ponto de partida para o começo de dois ótimos episódios, quando aparecem flashes de Haley querendo levar Dylan para a viagem e, do nada, ele também aparece dizendo que os dois podiam dividir o cavalo (sério… esse cara é engraçado demais, como pode?). Continua o melhor personagem da série, de longe. Ah, antes que eu me esqueça, ele tirando com a cara da Claire no segundo episódio foi reconfortante pra quem acha ela um pouco chatinha as vezes, mesmo a história toda do que aconteceu no supermercado ter sido bem whatever.

Quanto ao resto da família, Alex foi a parte fofinha da premiere, com seu primeiro beijo (“Queria que meu primeiro beijo fosse com alguém que tivesse um futuro brilhante, não um irmão do Mario!”) e Haley rendeu o momento “constrangimento alheio”, quando é pedida em casamento por Dylan (que continua uma piada a parte) e leva um corte da mãe antes mesmo de falar qualquer coisa. Luke… bom, Luke continua sendo ele mesmo, uma fábrica de frases hilárias. A melhor de longe foi no dialogo entre ele e Mitchell (a interação entre os dois no primeiro episódio também foi ótima):

Luke: Eu estou mudando para o sótão.
Mitchell: Para o sotão?
Luke: É, pelo menos é grande. O vovô disse que você costumava viver dentro do armário.

Dá gosto de ver uma série em que tudo funciona tão maravilhosamente bem, os personagens são todos legais, a história rende e as piadas dão certo. Depois de uma vitória no Emmy que muita gente questionou, Modern Family finalmente voltou pra reforçar seu posto de uma das melhores comédias da TV atualmente. Foram dois episódios dignos dos melhores momentos da série e eu realmente tenho esperanças de que a coisa vai se manter assim. Dito isso, só mais uma coisa…

Cara… que saudades que eu estava dessa série!

Nota: 10 (para a premiere no geral)

 

 

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: