Review: The Closer 7×01 – “Unknown Trouble”

Who’s the boss?

Parece que muitas coisas mudaram na estrutura do Departamento de Policia de Los Angeles, muitas mesmo. Com a chegada de Delk ao cargo de Chief of Police vemos que os cargos de chefias nas subdivisões da LAPD foram bastante alterados, e tratando, mais especificamente, das mudanças que aconteceram na nossa querida Major Crimes, a situação é bastante preocupante. Tá, todo mundo esperava que o Chief Pope ia mesmo sair da Major Crimes e ser remanejado para outro cargo, isso já tinha fico bem claro na temporada passada, tanto que a ideia de Pope era ter Brenda assumindo seu lugar.

De uma maneira bem cretina descobrimos que agora a Deputy Chief Brenda Leigh Johnson e toda a Major Crimes deveriam responder a ninguém mais ninguém menos que ao Commander Taylor. Piada, né?

Colocar Taylor no comando de um departamento de polícia é algo tão sem noção/irresponsável quanto deixar uma criança dirigir um carro. Não estou querendo dizer que ele é incompetente, estou mesmo é afirmando (!) isso. A piada é tão grande que o próprio Commander Taylor (agora Assistant Chief Taylor!) parece nervoso, sem jeito e nem ao menos consegue dizer aos demais que está prestes a ocupar o cargo de Pope. O problema em ter Taylor como chefe fica mais evidente quando ninguém parece respeitá-lo ou obedecê-lo dentro da Major Crimes, é a Brenda que todos obedecem, sempre foi assim, até mesmo com Pope na chefia. Ah, nem dá pra esquecer de comentar que o Provenza, como sempre, garantindo a nossa gargalhada ao questionar as ordens do Taylor!!

Se acreditávamos que isso já era problema demais para a cabeça da Brenda, logo vemos Chief Delk e Captain Raydor trazendo uma notícia que com certeza deixou todo os fãs da série em choque. Quem diria que aquela cena final de “War Games” além de garantir um Emmy para a Kyra Sedgwick ia também causar tanto problema pra carreira da Brenda.

Concordo com muita coisa que foi dita por Brenda no episódio, o que o departamento de polícia queria? Que Brenda ficasse cuidando e servindo de babá para um cara que merecia estar na cadeia e que só se safou por causa de um acordo estúpido que a polícia fez com ele? Todos os problemas que Turell se meteu em sua vida, claro, todos eles fortemente ligado a sua vida como membro de gangue, voltaram para assombrá-lo. Não importava onde Brenda fosse deixar Turell, ele seria uma hora ou outra, brutalmente assassinado por seus inimigos. Desculpem a falta do espirito de direitos humanos para esse caso, mas estou com a Brenda e teria feito a mesma coisa em seu lugar.

Esse inquérito aberto contra Brenda por causa de toda a confusão causada pela morte do Turell me fez questionar duas coisas, a primeira é o cargo de Chief of Police nas mãos do Delk e a outra é saber o que penso sobre a Captain Raydor. Me irrita a forma como Chief Delk menospreza o trabalho de Brenda (e da Major Crimes) e parece que ele sempre erra ao tentar ser excessivamente incisivo. Os detalhes e o sentido das decisões de Brenda acabam passando despercebidos, uma vez que Delk parece já ter um pensamento formado e uma interpretação bastante fechada sobre as coisas.

Quanto a Captain Raydor, ainda não sei o que penso sobre ela. Tem episódios, como esse, que eu a odeio e, no entanto, temos outros que ela é tão legal que quase desejo vê-la se juntando a equipe de Brenda. E quando estou começando a gostar dela, Raydor surge tomando frente de alguma investigação que só serve para atrapalhar a vida de Brenda.

Falando na nossa Deputy Chief, estou ficando preocupado. Ela parece estar numa situação muito complicada nesse início de temporada. A investigação do caso Turell, a troca de chefias na LAPD e toda a pressão, cobranças e falta de reconhecimento do seu trabalho estão começando a afetar o seu amor por sua profissão. Quem diria que viveríamos para ver Brenda Leigh Johnson falando em se demitir? Aquela conversa que ela teve com Fritz sobre os problemas na Major Crimes me deixou preocupado por ver que ela não sente mais o mesmo amor de antes pelo seu trabalho, muito, claro, motivado por essas mudanças que estamos acompanhando.

Pra terminar temos que comentar o caso da semana, um homicídio do rapper “C-Game” e outras sete pessoas em sua casa. Uma investigação que já começa embalada por um rap muito grudento que fica ecoando na nossa cabeça durante todo o episódio. Não sei se o caso que não foi muito interessante ou se as outras histórias acabaram ofuscando a investigação, mas pra uma season premiere ele acabou não sendo tão memorável assim. Gostei de ver o single do rapper sendo a chave para a identificação do assassino, imaginei que ela não estaria no episódio à toa.

 De uma forma não convencional Brenda consegue chegar ao suspeito do crime e melhor, consegue arrancar uma confissão de uma forma bem simples da boca do cara. Brenda brinca com a cabeça das pessoas e é isso que mais gosto de ver nos episódios, uma forma diferente de desvendar um crime e de arrancar a verdade das pessoas. Apesar de ter questionado os métodos de Brenda, Delk tem que reconhecer o trabalho da nossa Deputy Chief e na hora que vai agradecê-la e anunciar oficialmente Taylor como Assistant Chief, Delk tem um derrame e deixa todo mundo em pânico.

MEU DEUS! E agora, o que vai acontecer com o Departamento de Polícia de Los Angeles? Mais mudanças? Já que todos estamos assumindo que Delk vai morrer, então agora nos resta pensar quem diabos irá assumir seu lugar. Brenda?

É, vamos ter que esperar!

Sobre Aécio Rocha
.

3 Responses to Review: The Closer 7×01 – “Unknown Trouble”

  1. Carlos T. disse:

    Descobri este site procurando por algum review em português da nova temproada de “The Closer”, tenho as 4 primeiras temporadas em DVD e as outras no PC (será que não vão lançar as outras temporadas em DVD?) e amo demais essa série.

    O episódio foi excelente, apesar de o caso da semana ter sido mesmo “mais ou menos”, foi muito bom matar saudades de Brenda e de todo o pessoal da “Major Crimes” e ver que as coisas nunca ficam fácil para ela, se no começo ela precisou ganhar respeito do seu squad, agora ela têm outros problemas para lidar.

    O Chefe Pope já me irritou muitas vezes no decorrer da série, mas neste episódio ele teve umas das melhore cenas, quando jogou na cara do Delk e da Raydor que eles reclamam da Brenda, mas é ela quem consegue as confissões para ele posar de herói.

    Eu já estava ficando revoltado com a idéia de o Taylor se tornar o Chefe assistente (até lembro do final da 2ª temporada quando a Brenda ficou um tempo afastada por causa daquele tiroteio na sala do esquedrão e o Taylor ficou no lugar dela), mas acho que agora isso não vai mais acontecer, otmara que o Delk tenha ido dessa para uma melhor!

    Aguardando o próximo episódio e partir de agora comentarei por aqui.

    • Flávia Martins disse:

      Eu já nem sei quantas buscas já dei a procura dos DvD’s desta série. Encontro apenas no amazon.com, mas não tem legendas em português. Será que alguém poderia me dizer onde encontrar os DVD’s originais da 5º temporada em diante legendados?

      • Aécio Rocha disse:

        Flávia,

        The Closer foi lançada somente até a quarta temporada aqui no Brasil, não sei quando os DVDs da quinta e restante serão lançados por aqui. Te recomendo procurar a série pra baixar enquanto isso. A sétima temporada está excelente!

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: