REVIEW: American Idol 10.26 – Top 8 – Songs From The Movies

Hora de relembramos dos clássicos que marcaram as trilhas sonoras de filmes. 

Esse tema é bem desgraçado, ao mesmo tempo que podemos ter uma brilhante surpresa (Kris Allen cantando a inesperada “Falling Slowly”), podemos ter que nos contentar com os clássicos que todos já cansaram de escutar “I Don’t Want To Miss A Thing”, “I Have Nothing”, “Against All Odds” e por ai vai.

Paul McDonald – “Old Time Rock n Roll” (Bob Seeger) – “Negócio Arriscado” (1983): will.i.am está de volta (yay or nay?) e junto com Jimmy sugere que ele entre no palco deslizando de cueca… Tipo, Idol até onde me lembre é programa familiar, onde um cara meio louquinho que nem o Paul deslizando e cantando de cueca não seria muito bem visto… Hehe

Jimmy também sugere que Paul coloque um pouco de beat box, mas a idéia é rapidamente rejeitada por Will, pra alguma coisa ele tinha que servir né?

Assim como na semana passada, sua voz está mais forte do que o normal, mas assim como vários outros candidatos, Paul vem mostrando mais do mesmo vocalmente toda semana.

Às vezes a empolgação do Paul me lembra daquele irmão/tio bêbado que decide cantar uma música animada com a banda na festa de casamento.

Adorei a mulher tocando sax e como eles se alimentaram da energia um do outro.

Steven adora a naturalidade do Paul no palco e como isso é transmitido para a audiência. Jennifer elogia Paul por estar se soltando a cada semana (quando ele não esteve solto no palco?). Randy diz que o público acaba de presenciar o primeiro número de um show do Paul e diz que ele é realmente um artista.

Lauren Alaina – “The Climb” (Miley Cyrus) – “Hannah Montana – O Filme” (2009): Desprezo demais essa escolha da música, provavelmente mais por causa da Miley/Hannah/Seja lá qual for o nome dela de verdade, mas tenho que admitir que até que é uma boa escolha para a Lauren, contemporâneo e que o público jovem consiga reconhecer.

Em vez de ajudar Lauren em como passar a mensagem da música ou algo relacionado à performance, Jimmy e will.i.am passam o tempo todo falando basicamente que Miley não chega nem aos pés da Lauren (o que é verdade) e que ela precisa roubar os fãs órfãos da Pia. Esses comentários podem acabar prejudicando a Lauren, imaginem se os fãs da Miley e da Pia se revoltam contra a Lauren por causa de um comentário desses que nem foi feito por ela?

Lauren tem um ótimo instrumento que tem o potencial de transformá-la em uma grande artista, mas em todas suas apresentações faltam algo especial (aquele humpf a mais) para transformar sua performance incontestavelmente fantástica.

Se ela tivesse esperado uns 2 ou 3 anos, teria certeza de que ela estaria realmente pronta.

Jennifer adorou a escolha da música, a emoção em sua voz e diz que Lauren não precisa roubar os votos de ninguém. Randy diz que a Lauren das audições está de volta, além de acrescentar que a música poderia ter sido escrita para ela. Steven ama o que Lauren traz para as músicas e o que as músicas trazem para ela, e fecha com seu habitual “lindo”.

Stefano Langone – “End of the Road” (Boys II Men) – “O Principe das Mulheres” (1992): Boa escolha de música embora escolher uma música intitulada com algo do tipo “fim da linha” seja basicamente uma aceitação de que esta seja muito provavelmente sua ultima performance. Além do mais, o público adora usar essas ironias para eliminar candidatos.

Vocal sólido como sempre, continua bastante sofrível ver a cara dele enquanto canta (parece que alguém está apertando as partes dele pra ele ficar fazendo essas caras).

“WTF? – Why The Face” – Dunphy, Phil (Modern Family)

Randy diz que alguém do Boys II Men irá enviá-lo um SMS para dizer que Stefano arrasou na apresentação. Steven diz que Stefano sabe como extrair tudo possível de uma música e diz que essa semana não será o fim de sua jornada. Jennifer diz que ele tem A coisa e mostrou como se faz.

Scotty McCreery – “Cross My Heart” (George Strait) – “Pure Country” (1992): Scotty iria cantar “Everyboy’s Talking” (Harry Nilsson), mas acabou mudando de ideia por não se sentir tão confortável com ela…

Provavelmente pela primeira vez concordo com Jimmy, Scotty não devia ter trocado de música, “Everybody’s Talking” tinha potencial para lhe dar um momento.

É uma boa performance, bons vocais como sempre, mas me fez dizer whatever e checar meus e-mails quando tentei assistir pela segunda vez.

Steven diz que ama sua voz e que Scotty conseguiu novamente. Jennifer diz que apesar de todos quererem que os jurados sejam mais duros com os candidatos, ela diz isso meio difícil de fazer quando todos são ótimos, porém concorda que essa música não foi a melhor que ele poderia ter escolhido. Randy diz que se algo não está quebrado, não tente consertar.

Casey Abrams – “Nature Boy” (Nat King Cole) – “O Menino dos Cabelos Verdes” (1948): A segunda escolha do Casey era “In The Air Tonight”… E por mais que eu tenha aprendido a odiar Jimmy Iovine, ele está certo ao dizer que Casey precisa escolher músicas que o faça ganhar.

“Nature Boy” acaba sendo sua escolha final, Casey novamente traz seu contrabaixo acústico. A apresentação é meio estranha, mas intrigante ao mesmo tempo.

Não sei se essa vibe jazz combina com ele.

Casey precisa desesperadamente voltar as suas raízes com uma performance no nível de “Georgia On My Mind”, pois do jeito que as coisas estão andando, estou começando a acreditar que ele ter sido salvo tenha sido um erro.

Jennifer ficou com medo ao começo da música, mas ao longo da música percebeu quão talentoso ele é. Randy diz que Casey é um artista de verdade, que o programa nunca teve alguém como ele e o mais importante de tudo é que os participantes se aceitem como artistas. Além de dizer que Casey poderia seguir uma linha Michael Bublé que faria sucesso (Sinceramente, eu adoro Michael Bublé, Casey não daria certo se seguisse essa linha de música). Steven diz que ele é um artista em todos os sentidos e elogia o fato de Casey ter feito o que seu coração mandava.

Haley Reinhart – “Call Me” (Blondie) – “Gigolô Americano” (1980): Não sei ao certo o que aconteceu, mas parecia que Haley, a banda e a música não mesclaram muito bem nessa semana.

Os vocais e energia foram bons, porém não tão bons quanto nas últimas três semanas.

Queria que ela tivesse trocado de “marcha” essa semana e cantado algo como “If You Want Me” (Markéta Irglová e Glen Hansard – Filme “Apenas Uma Vez”).

Randy não amou o começo e diz que a maior parte da música soou karaokê, não mostrando sua voz o suficiente. Steven concorda, mas diz que ela arrasou no refrão. Jennifer diz concordar com Randy, mas teme em criticá-la demais e acabar perdendo outra garota, mas pede para que ela volte a escolher músicas que a coloquem novamente na disputa.

Jacob Lusk – “Bridge Over Troubled Water” – “À Procura da Felicidade” (2006): Haha, Jimmy dá uma bronca no Jacob sobre seus infames comentários da semana anterior. Jacob estava tentando decidir entre “The Impossible Dream” e “You’ll Never Walk Alone”, quão brega… Seria totalmente aceitável durante as três primeiras temporadas, mas já estamos na 10ª temporada, não me venha com essas músicas.

Jimmy não sabia que alguém já cantou “BOTW”??? Clay Aiken chorou sangue depois dessa.

Jacob deveria ter procurado uma música mais contemporânea e uptempo, ele tá pior do que a Pia… Toda semana é o mesmo tipo de música.

Vocal sem graça e desafinado em vários momentos. No me gusta

Steven diz que é incrível o modo como sua voz parece angelical. Jennifer diz que Jacob obrigou os calafrios a tomarem conta dela. Randy diz que Jacob o faz sentir e acreditar em cada palavra cantada, perfeito.

James Durbin – “Heavy Metal” (Sammy Hagar) – “Heavy Metal – Universo em Fantasia” (1981): Jimmy simplesmente odeia essa escolha de música e James diz que não irá mudar de ideia, pois sabe o que é melhor para ele como artista.

Tudo bem até que James diz que ninguém é capaz de identificar um hit só de se escutar uma música no piano, o que faz Jimmy subir pelas paredes de raiva.

PQP, ainda bem que James bateu o pé para cantar essa música. Bem divertida e crível.

Do começo ao fim foi uma apresentação foda, ele precisa fazer mais apresentações como esta. Poderia muito bem estar no show dele.

Jennifer diz que a apresentação foi extremamente real e que James matou a pau. Randy fica feliz por James não ter cedido à pressão e diz que James arrasou. Steven diz que foi uma excelente apresentação.

Noite de apresentações meia boca num geral, escolha de música ainda é um problema mesmo após 10 temporadas.

O único que realmente me impressionou foi o James.

Existem tantas músicas boas que fizeram parte de trilhas sonoras que me pergunto quantas músicas estão sendo liberadas para os candidatos.

Pior da noite eu diria que foi Jacob, errado desde a escolha de música à sua performance.

Casey pode acabar entre os menos votados por ter feito uma performance que muitas pessoas não irão entender.

E PQP, a Pia bem que poderia ter durado pelo menos mais uma semana, queria tanto ver ela cantando trilha de algum filme do James Cameron, mais especificamente “I See You” – Leona Lewis (Avatar).

Minhas escolhas para essa semana seriam “The Hill”, “When Your Mind Is Made Up” ou “Lies” – “Apenas Uma Vez” (Glen Hansard e Marketa Irglová), “Broken” – “O Justiceiro” (Seether feat. Amy Lee), “My Immortal” – “Demolidor” (Evanescence), “Colors” – Amos Lee do filme “E Se Fosse Verdade”.

Até a próxima.

2 Responses to REVIEW: American Idol 10.26 – Top 8 – Songs From The Movies

  1. disse:

    James Durbin just had his second moment of the season.

  2. Marcelo Silva disse:

    Bom, como vc sabe, desisti do Idol e passei a acompanhar o reality pelos seus posts.
    James Durbin passou do meu early hated pra ser o primeiro que eu vou comprar um CD quando Idol acabar. Ter os culhões de mandar o produtor pra merda e estourar um heavy metal na cara do povo no AMERICAN IDOL e (puta merda) com ZAKK WYLDE… MEU DEUS! Foi espetacular, fato, foi inteirinha uma apresentação de um show mesmo, fantástica.

    O resto, de bacana a bem legal. Não sei, até Jacob perdeu algum brilho em algum momento pra mim. Foco tá no James, hehe.
    Mas enfim… não me arrependo de ter abandonado Idol, sorry. Até porque da 1h30 de programa, a parte que importa está totalmente aqui, ahsaushasuashaushau

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: