REVIEW: American Idol 10.22 – Top 11 Redux – Elton John Week

It’s Sir Elton John for you (us)! 

Reciclando um tema pela terceira semana consecutiva, já me conformei que a produção do programa não quer gastar tempo e/ou dinheiro sendo criativos e inventando novos temas.

Mas whatahell, é Elton John, música da melhor qualidade, here we go.

Lembrando que com o Judge’s Save fora da jogada, duas pessoas serão eliminados nesta semana.

Scotty McCreary – “Country Comfort”: Haha, Scotty basicamente escolheu a música, pois ela continha a palavra “country” no título. Scotty decide ir contra os produtores na sugestão de retirar o verso sobre a vó e ainda por cima manda um “Love you grandma” – meio brega e bonitinho ao mesmo tempo.

É a música perfeita para o Scotty, vocal perfeitamente no ponto e ele ainda mostra que sabe tocar violão.

Com ele os temas não são um problema, seja lá o que mandarem, ele vai dar um jeito de deixar a música country, o que é ótimo já que mostra que ele sabe quem ele é como artista e não vai mudar para agradar a todos.

Mas ao mesmo tempo em que isso é ponto positivo, estou tendo meio que um flashback do Chris Daughtry, que em boa parte da competição tornou todas suas músicas em rock e a falta de um pouco de diversidade acabou se tornando levemente (ênfase no levemente, please) monótono.

Steven para variar diz que foi lindo. Jennifer diz que Scotty possui ótimos instintos e o lembra de sempre se manter a cabeça no lugar. Randy diz que Scotty amadureceu bastante e rapidamente, dizendo que ele já está pronto e que essa música poderia estar no álbum dele.

Naima Adedapo – “I’m Still Standing”: Oh boy, Naima transformou a música em algo reggae. Tem hora que eu torço pelo dia em que não faça nada com a música, simplesmente cante a música sem nenhum “truque” ou dança maluca.

Naima precisa MUITO aprender a respirar enquanto canta, tem vários momentos em que ela parece quase não conseguir terminar de cantar a frase por falta de fôlego.

Os vocais estão bons, o arranjo ficou interessante (estava esperando uma bomba dessa versão reggae), mas simplesmente odiei o sotaque jamaicano que ficou extremamente forçado e falso.

Jennifer diz não ter certeza se essa música era a certa para esse tipo de arranjo e que a idéia foi melhor do que o resultado. Randy concorda com Jennifer e diz que a performance acabou se tornando um pouco brega. Steven diz que ele escolheu a música perfeita para seu estilo.

Paul McDonald – “Rocket Man”: A banda do Paul (Grand Magnolias – Se ainda não escutaram os álbuns da banda, escutem que são ótimos!!!) tocou essa música anos atrás e de acordo com ele, foi um desastre.

O terno florido e violão estão de volta!!! Ele começa novamente a conversar com o público, lembram que alguns posts atrás eu disse que ele deveria falar com a audiência somente quando fizesse sentido? Esse é um ótimo exemplo de dar uma breve palavra com o público e não nos tirar do momento.

Sem brincadeiras, os pelos do meu braço arrepiaram do começo ao fim. Paul não me envolvia no momento da música dessa forma desde “Blackbird” (dueto com a linda e maravilhosa Kendra Chantelle – não, eu nunca deixarei de citá-la).

A habilidade com que ele transformou a música em algo mais intimo foi genial, o que ressaltou a beleza dos vocais dele e aquele suspiro para falar “time” foi a cereja do bolo.

Sem qualquer resquício de duvidas, a melhor performance do Paul.

Randy diz que houve algumas desafinações, mas diz que a voz “quieta” dele é contagiosa e acredita que ele pode estar se segurando ainda.  Steven diz adorar o fato que Paul não atinge todas as notas perfeitamente, e diz que se chegar o dia em que ele estiver cantando perfeitamente, não irá gostar mais dele. Jennifer diz que sua voz pode ser explorada mais do que ele imagina.

Pia Toscano – “Don’t Let the Sun Go Down On Me”: F* YOU PIA por escolher a única música que eu simplesmente odeio com todas as minhas forces do Sir Elton.

Argh, essa música pode ser tão entediante, além do fato de já ter sido cantada inúmeras vezes no palco do Idol e ainda ser uma balada. CADÊ AS MÚSICAS UPTEMPO OU MIDTEMPO???? To começando a acreditar que o álbum dela só vai ter baladas no estilo Celine Dion… #SoooooooooooBoring

Jimmy Iovine diz que ela precisa mostrar algo entre Fergie e Axel Rose para essa performance. Hmm OK, qualquer coisa para não ser outra balada simples.

A expressão “been there, done that” basicamente resume a apresentação, o talento vocal é inegável, mas Pia entrou de vez no trem para a cidade do tédio.

Steven diz que Pia conseguiu novamente e diz que Randy estava errado em dizer que ela deveria parar de cantar baladas toda semana (SHUT UP STEVEN!!!). Jennifer diz sente que a Pia está tentando quebrar barreiras, além de ter sentido a emoçao de uma música da Pia mais do que nunca. Randy diz que toda semana ela canta baladas e em todas ela cantou maravilhosamente bem, mas pede novamente que ela faça algo diferente.

Stefano Langone – “Tiny Dancer”: Caramba, Stefano decaiu bastante e rápido hein?

Foi bem melhor do que na semana passada, mas não foi o tipo de performance que eu pagaria para ver, agradável talvez num casamento ou cruzeiro. E ele precisa aprender a controlar a loucura de expressões faciais bizarras, não é agradável de se ver.

BTW, quão brega foi ele pegando a mão da Jennifer no final da música.

Jennifer sentiu que ele está incorporando as dicas dos jurados e acredita que ele emocionou a platéia. Randy gostou dele ter se conectado com a audiencia, se movimentado e ter cantado todas as notas certas. Steven diz que ele arrasou e o elogiou por ter se conectado com o público.

Lauren Alaina – “Candle in the Wind”: “CITW” em minha opinião virou a música da Rebecca Ferguson nesse mundo de Idol/The X Factor de competições.

Lauren fez uma ótima versão da música, o vocal estava lindo, mas volto a bater na tecla que ela precisa projetar um pouco mais de emoção nas músicas.

Randy diz que é uma das melhores músicas da Lauren no palco. Steven diz que foi simplesmente perfeito e brinca que se ela continuar cantando dessa forma, ela conseguirá pagar pelo pedaço que falta do vestido Jennifer diz que ela foi simplesmente fantástica.

James Durbin – “Saturday Night’s Alright For Fighting”: Hmm, aparentemente Jimmy meio que obrigou o James a cantar “Living For The City”… Jimmy deixou bastante claro que não gostou muito da escolha da música e do modo como ele queria apresentar a performance.

James realmente sabe como montar um espetáculo e envolver o público. PQP, piano em fogo… Apaga o fogo e me dá ele de presente vai…

Vocal ótimo como sempre, mas senti falta de algo mais para se tornar simplesmente fantástico.

Steven diz que James realmente possui uma ótima voz para rock e diz para ter cuidado quando entrar no meio do público e acabar ficando tempo demais Jennifer se esqueceu de que James estava em uma competição e elogiou a escolha de música e a execução dela. Randy diz que foi uma ótima performance e elogia o fato do James estar se divertindo durante as performances.

Thia Megia – “Daniel”: Jimmy pede para que ela esqueça de tudo que ela aprendeu sobre música quando criança e pede para que ela cante do coração e esqueça de todo o resto.

O vocal foi afinado e bom como sempre, mas vou usar uma expressão que o Jim Cantiello da MTV usou para resumir a performance e que simplesmente adorei. VEJA AQUI.

E Thia finalmente mostrou um indicio de emoção no final da música, já é um começo… Ou o começo do fim mesmo.

Jennifer diz que foi lindo e foi a escolha perfeita para ela. Randy achou que Thia estava bem relaxada, disse que foi bonito, mas gostaria de vê-la se desafiando mais. Além de dizer que não sabe como essa performance vai ajuda-la nos votos. Steven disse que ela escolheu a música certa para mostrar sua voz.

Casey Abrams – “Your Song”: Jimmy fez Casey assistir sua ultima performance e disse que tudo que Casey fez foi errado. Um dos produtores pede para que ele tire a barba. Haha, makeover no Casey.

Se Casey fez tudo errado na semana passada, ele fez tudo simplesmente com perfeição nesta semana.

A escolha da música e modo como interpretou, os vocais, a paixão, o visual novo, Casey mostrou que realmente mereceu ser salvo. Simplesmente lindo e emocionante.

Randy diz que terem salvo Casey foi o melhor dentre todos os JS das temporadas anteriores. Randy também diz que Casey cantou (de uma forma diferente), mas não perdeu sua essência. Steven diz que um dos melhores momentos do programa foi ter salvado Casey e o chama de verdadeiro artista. Jennifer disse que não perdeu um segundo de sono por terem salvado ele e diz que Casey mostrou porque ele mereceu ser salvo.

Jacob Lusk – “Sorry Seems to Be the Hardest Word”: Jacob conheceu a música através da versão da Mary J. Blige e quem diria, Mary estava nos bastidores do estúdio. #CoincidenciaNot Abraços, fotos, um pouco de lágrimas…

Ugh… AMO essa música, mas não quero escutá-la na voz do Jacob…

Jimmy acha que Jacob pode acabar adicionando muito drama na música e transformar a performance em um completo desastre. #Amem

Nas palavras do sábio Bart Simpson “Ay caramba”, Jacob não só exagera no drama, mas ainda teve direito a cara de choro com algumas lágrimas, gelo seco e uma nota que não acabava mais no final. Além de ter forçado demais nos vocais na segunda parte.

Foi bom o vocal? Na maior parte foi, mas achei extremamente forçado e um pouco falso. Venho considerando Jacob no mesmo trem da Pia, não consigo lembrar dele sem cantar uma balada…

Steven diz que Jacob acabou com ele. Jennifer elogia Tricky (o produtor) pelo arranjo da música e Jacob pela versão. Randy gostou do arranjo, achou a primeira parte brilhante, mas pede para que ele escolha apenas um momento na música para criar O momento e ter maior impacto.

Haley Reinhart – “Benny and the Jets”: Ay caramba² – Haley está fazendo seu retorno…

Mostrou personalidade, poder vocal (incluindo o nível certo de “rosnados”) e uma boa desenvoltura no palco (coisa pela qual eu vinha crucificando ela). Nunca vi a Haley se entregar tanto em uma performance, finalmente o potencial se transformou em realidade.

Jennifer diz que este foi o momento e que ela fez tudo certo, incrivel. Randy diz que foi a melhor performance da noite (Não concordo, mas com certeza está no Top 3 de melhores da noite). Steven diz que ela canta sexy.

Caramba, que noite ótima de performances…

Os melhores da noite sem dúvida foram Casey, Haley e Paul.

Casey simplesmente fez tudo que precisava ser feito para mostrar que ele é um ótimo cantor, enquanto Haley e Paul voltaram a mostrar quão bons eles podem realmente ser.

Pia e Jacob precisam se sacudir e entregar mais variedade, senão eles podem ser eliminados antes do Top 6 se continuarem a nos entediar dessa forma.

Para o bottom 3, acredito que teremos Naima, Stefano e Thia, com Thia e Naima sendo eliminadas.

BTW, Ryan e Taio Cruz anunciam a competição em parceria coma Coca-Cola, no qual o público irá ajudar Taio a escrever uma música que será apresentada na final.

Minhas escolhas para essa semana seriam “Your Song”, “Rocket Man” ou “Believe”.

Recado dado, até amanhã.

One Response to REVIEW: American Idol 10.22 – Top 11 Redux – Elton John Week

  1. Tiago Guerim disse:

    Citou Rebecca Ferguson ganhou meu amor para a eternidade!!!
    Ótimo recap!!!

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: