The Amazing Race 18.06 – “I Feel Like a Monkey in a Circus Parade”

Cházinho com a elefanta grávida? 

Ainda sentindo um imenso pesar pela perda das minhas ruivas favoritas, Jaime & Cara, começamos esta etapa em Green Lake Park, China; de onde os times devem prosseguir para Jin Fu Yi Zhan Tea Shop – o que causa a frustração de varias duplas, que querem desesperadamente sair da China – e participar de uma tradicional degustação de chá (papaia e manga – mas as duplas nem imaginam que esse chá terá grande importância mais tarde na competição).

Enquanto boa parte dos times vira a xícara de chá como se fossem doses de tequila, Ronald & Christina são os únicos que inocentemente decidem perguntar o sabor do chá.

Route Info – As duplas devem viajar para Kolkata, Índia e encontrar a prefeitura da cidade.

O vôo acaba reunindo todas as duplas novamente e recomeçando a etapa basicamente do zero.

Chegando em Kolkata, é inacreditável o número de pessoas paradas do lado de fora do aeroporto, chega a dar medo… Me lembrou aqueles filmes de suspense em que alguém está fugindo de algum personagem e que pode ter se infiltrado em meio a multidão e tentar te agarrar a qualquer momento.

Apesar do fato de se ter uma grande multidão no meio da madrugada ser um pouco assustadora, nada dá mais medo do transito da Índia, motoristas dirigindo loucamente, acidentes evitados por questão de centímetros e outras situações que me obrigariam a usar fraldas. Em certo momento, Ron & Chris quase foram atingidos na lateral do táxi por um caminhão, imaginem a loucura que seria se isso tivesse acontecido (Hmm, o meu lado humano me diz que desejar que o acidente tivesse acontecido é um puta pecado, mas ainda assim gostaria de saber o que aconteceria se uma das duplas se envolvesse em um acidente mais grave. A etapa seria parada para todos os times, continuaria para o restante enquanto a dupla é levada para o hospital? Enfim, vou parar de desejar acidentes para meu entretenimento antes que eu carimbe definitivamente minha passagem pra sauna no andar de baixo).

Chegando a prefeitura, as duplas se deparam com os portões fechados, uma coisa obvia já que ainda era de madrugada.

Uma coisa que adoro nessa temporada, e ao mesmo tempo odeio em certos momentos, é o modo como todos os times aparentemente se dão bem.

Gallory são um dos últimos times a chegarem à prefeitura, sem deixar o ritmo frenético, a dupla sai desesperada do táxi em busca da ClueBox quando Flight Time & Big Easy dizem que a pista está mais à frente na rua, fazendo com que pai e filha saiam correndo pela rua.

Ao descobrir a brincadeira, Mallory solta toda sua fofura e começa a estapear todas as duplas e a dizendo “I hate ya’ll” em seu adorável sotaque.

Roadblock – Utilizando seu olfato e paladar, um membro de cada dupla deve entregar uma papaia e uma manga para o juiz, após isso, deveriam procurar em uma mesa quilométrica o mesmo chá que tomaram na China (uma vez que a dupla pegou a xícara com a mão, eles devem bebê-las).

Tendo a vantagem de saberem exatamente do que era feito o chá e terem saboreado o chá na China, Ron sabiamente começa a rastrear a mesa em busca do chá que tenha a mesma cor e cheiro, acertando rapidamente qual xícara continha o chá certo.

Pessoalmente, eu adoraria ter participado dessa prova, ADOROOO chá, mas tenho certeza que depois de umas 10 xícaras eu estaria lutando para não vomitar ou fazer xixi nas calças.

No final, apenas três times restaram no Roadblock: Flight Time que bebia o chá basicamente do mesmo modo que o Joey Tribbiani bebia leite, Zev quebrando a xícara com tamanha frustração de não conseguir completar a tarefa e Luke que desabou em lágrimas nos braços da mãe por não agüentar mais beber chá.

O interessante é que após Zev completar a tarefa, Big Easy estava torcendo tanto para seu parceiro quanto para Luke (talvez para compensar o bad karma que eles acumularam quando fizeram uma tortura mental na Mika ao perceberem que ela tinha fobia de altura e usaram isso para eliminar a dupla na 15ª temporada – Foi nesse momento que criei um ódio mortal pela dupla) quando ele poderia facilmente desmotivar ainda mais o pobre garoto.

Eventualmente, Muke (Margie + Luke – Devia ter pensado nisso antes) ficaram para trás, Luke chorou mais um pouco e deixou todos de coração partido, contribuindo ainda mais para o meu desequilíbrio emocional das ultimas semanas serialisticas…

Margie chega a pedir para que ele pelo menos termine a tarefa não importando se eles sejam eliminados no final do dia, já que ela sabe que Luke irá se arrepender caso desista da prova.

Alias, esse episódio é um prato cheio pra quem gosta de um bom choro, somente esses cinco minutos entre o último desespero do Luke até o momento em que ele finalmente encontra o chá certo, faria qualquer um se emocionar. E sem duvidas, o melhor momento da prova é como os funcionários se comovem com a situação do Luke e começam a incentivá-lo, aplaudindo-o pelo esforço e até o abraçando fervorosamente e o levantando no ar para comemorar o termino da prova.

Route Info (Tiwari Tea Stall) – Ao final do Roadblock, as duplas encontrariam sua próxima pista na tampa da garrafa de chá que os times receberam ao final da última prova.

Ron & Chris acabaram perdendo bastante tempo ao terem o azar de pegarem um táxi que não sabia para onde ir, Kisha & Jen perderam ainda mais tempo ao pensarem que não deveriam abrir a garrafa, andando por um bom tempo mostrando a garrafa para os civis e perguntando aonde o chá era fabricado e Gary & Mallory quase foram atingidos por outro pequeno caminhão.

Detour – Escolhendo entre “Hindu Art” (pintar, vestir e enfeitar uma deusa hindu – uma elefanta de quatro braços grávida) e “Bengali Literature” (carregar 8 pilhas de livros, se espremer numa van escolar que mais parece uma carrocinha e direcionar o motorista à uma escola).

“Bengali Literature” foi basicamente um tédio só, ninguém teve problemas ou acabou se perdendo monumentalmente, já que todas as duplas acabaram encontrando um indiano que falasse inglês e pudesse explicar o caminho para a escola.

Em “Hindu Art”, os góticos – principalmente Kent – expressaram quão em casa se sentiram executando a prova. Ron & Chris e Kisha & Jen discutem se a barriga da deusa elefanta indica fertilidade ou se a deusa é apenas gorda mesmo.

No final, apenas Flight Time & Big Easy tiveram problemas para completar a prova, já que quando estavam quase completando a decoração da deusa, um dos rapazes acabou derrubando a lata de tinta na estatua e tiveram que dar vários retoques para encobrir o estrago.

Pit Stop

Gary & Mallory mais uma vez mostram que voltaram com tudo nesta temporada e conseguem sua segunda vitória (eles são a única dupla a ficarem no Top 3 em 5 das 6 etapas, a pior colocação deles até o momento foi um 9º lugar).

No final das contas, Luke & Margie não conseguiram recuperar o tempo perdido no Roadblock e tiveram que amargurar a eliminação. Mas antes mesmo de descobrirem o veredicto, Luke desabou no tapete e Margie se agachou rapidamente para confortá-lo e dizer que não o culpava pelo resultado. #Tears

Good God, como eu AMO essa temporada!!!

Quando vi que eles viajariam pela milésima vez pela Índia, quase surtei de desgosto (tenho traumas com indianos) e por estar basicamente cansado de ver a Índia presente em quase todas as temporadas. Mas algo foi diferente neste episodio, nos lembraram como o povo indiano é amigável, simpático e solidário.

Mallory continua me divertindo mais e mais, torço para que ela nunca seja eliminada novamente, afinal não temos Brooke & Claire para compensar a ausência da loirinha fofa.

Voltei a ter simpatia por Flight Time & Big Easy, criei ódio mortal por eles com as constantes brigas deles com Sam & Dan e a tortura mental que fizeram com a Mika na 15ª temporada, mas o suporte e o respeito que mostraram à Margie & Luke me fez repensar minha torcida por eles.

Acreditava que Margie & Luke tinham muito mais a dar na competição, mas o “problema” de se ter uma temporada com tantos times carismáticos e competitivos é que cada eliminação acaba sendo precoce e injusta.

BTW, repararam que até o momento somente as duplas vindas da 14ª temporada foram eliminadas? É bom Kisha & Jen tomarem cuidado, senão se tornarão as próximas vitimas da maldição que aparentemente ronda as duplas daquela temporada.

One Response to The Amazing Race 18.06 – “I Feel Like a Monkey in a Circus Parade”

  1. Picelli disse:

    Que episódio bom! MUITO BOM!
    Finalmente eles saíram da China. Ri muito com quase todos putos qndo descobrem que tem que dar mais um rolé na China. E a frustração na hora de beber o tal do chá antes de embarcar para Índia?
    Só sei que ri com a felicidade do Ron quando viu que a prova tratava de bebida. Comilão do jeito que é, ele deve ter adorado.

    Até esse episódio eu torcia para a dupla Flight Time e Big Easy serem eliminados ASAP, mas eles mudaram da água para o vinho para mim. Agora, nào sei quem eu quero que saia no próximo. Acho que os Cowboys ou Kesha+Jen.

    Gallory being punk’d foi tão hilário quanto Muke foi emocionante.
    Foi de cortar o coração a eliminação de Marge e Luke. Queira muito ve-los na final novamente. Eles são o espírito do programa. É incrível ver o quào longe essa dupla nada convencional pode chegar. Não vejo a hora de chegar a finale e ve-los de volta.

    PS. O que foi Crossover de Outsourced com TAR? Gupta e o patrão de Gupta dando tchau pra camera foi HILÁRIO!

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: