REVIEW: American Idol 10.07 – San Francisco Auditions

São Francisco é a nossa ultima parada. Joguem as mãos ao ar e gritem ALELUIA!!!

Inessa Lee – 22 – “All Out Of Love” (Air Supply): Bellydancer que veio da Ucrânia para Hollywood para ficar famosa, já tem vários vídeos no YouTube, incluindo alguns com cenas no chuveiro. Coff fame whore coff.

Para variar, Steven gostou da dança e da “fofice” dela, mas ficou desapontado com a falta de melodia, afinação e talento. Para o qual Inesa começa a apelar fazendo voz de criança. #BitchPlease ¬¬

Jennifer diz que ela é uma gracinha, mas é um não; Randy diz basicamente o mesmo e Inessa pode voltar miserável para a Ucrânia que não vai fazer falta nenhuma.

Peguem seus lenços ou se vocês forem como eu,  se preparem para revivarem seus olhos, pois o episodio está cheio de historias tristes para ganhar nossa simpatia pelos favoritos dos produtores.

Stefano Langone – 21 – “I Heard It Through The Grapevine” (Marvin Gaye): Historia triste nº1 – Stefano esteve em um acidente de caro em 2009, no qual o time de resgate achava que ele estava morto. Já no hospital, os médicos disseram que ele não conseguiria mais andar normalmente, mas em quatro meses ele se recuperou.

Às vezes acho que seria melhor se não soubéssemos esse tipo de coisa sobre os participantes, desvia a nossa atenção do que realmente importa.

Gostei da voz dele, forte com um possível toque de soul, gostei do gingado que ele tem na voz, o que me fez achar ele mais carismático.

Randy diz que Stefano é muito bom; Jennifer diz que ele tem star quality, beleza de um astro e um tom de voz especial; Steven diz que o motivo dele ter sobrevivido ao acidente foi porque ele iria para Hollywood. Ok então Steven.

Clint Jun Gamboa – 26 – “Billionaire” (Travie McCoy): Trabalha como apresentador de karaokê em um bar e que um óculos super nerdy. Hehe

Não esperava que ele fosse bom, mas ele tem uma boa voz com um quê de soul, assim como Stefano. Uma coisa que não gostei da firula que ele fez ao final da música, achei forçado e fora de contexto. Achei a voz um pouco genérica também… Não acho que ele é bom o bastante para sobreviver Hollywood.

Veremos o nerdy em Hollywood.

Drew Beaumier – 24 – “Born To Be Wild” (Steppenwolf): O cara aparece vestido de Transformers, pelo menos algo parecido, para a audição. Geralmente odeio essas pessoas que aparecem fantasiadas, mas essa é a primeira vez que vejo uma fantasia que é realmente interessante. Hmm, e o próprio Drew construiu a fantasia, se música não for o caminho dele, ele pode ganhar dinheiro fazendo essas fantasias.

È, a voz dele é uma droga.

Steven diz que adorou a fantasia e a voz, mas que não sabe o que fazer com ele. Mas logo em seguida ele diz, brincadeira (sobre ter gostado da voz). Hehe, esse Steven.

Julie Zorrilha – 20 – “Summertime” (Porgy & Bess): Historia triste nº2 – Julie morava na Colombia, mas por conta dos guerrilheiros sempre tentarem extorquir dinheiro de sua família, seus pais decidirem que seria melhor deixar toda sua vida para trás e ir para os EUA sem contar a ninguém. Bla bla bla, agora Julie quer recompensar a coragem de seus pais em deixar tudo para trás para criarem ela com segurança. #Touching

O rosto dela me lembra a Rachel Berry de Glee mais morena.

Boa voz, mas achei entediante… Achei que ela tentou colocar personalidade na música, mas ficou falso…

Steven a chama de linda, fabulosa, tem star quality e diz ter gostado do salto alto da moça; JLo também gosta de Julie e acrescenta dizendo que ela tem presença e sabe entregar uma performance; Randy diz que é a primeira vez que fica impressionado ao escutar alguém cantar essa música desde Fantasia (Tipo, REALLY?).

Dave Combs – 25 – “Oh Darling” (The Beatles): De acordo com Dave, homens de verdade possuem cabelo comprido.

Hey Dave, não faz isso com uma música do The Beatles…

Olha, um segmento com o Steven perdendo a paciência de verdade!!!

Melhor momento: “Você tem algemas, porque você deveria ser presa por causa dessa voz” (para uma garota vestida de policial).

Emily Anne Reed – 26 – “You’re Getting To Be A Habit With Me” (Harry Warren): Historia triste nº3 – Vamos bater o recorde hoje – Emily se mudou de Virginia para Sao Francisco, e uma semana antes das audições sua casa pegou fogo e agora espera que o American Idol possa dar a ela a única coisa que ela sempre quis, uma carreira como cantora.

Com uma historia dessas nem é preciso adivinhar que ela sabe cantar, os produtores raramente se dão ao trabalho de mostrar essas historias se o candidato não tem uma boa voz. Mas o que me “surpreendeu” foi que ela tem uma voz meio de pato tanto falando quanto cantando, não lembro de nenhum candidato que mantinha o “pates” quando cantava (Paris Bennett tinha aquela puta voz de pato falando, mas tudo isso sumia quando ela cantava. Talvez a mais próxima ao “pates” enquanto canta, em minha opinião e de forma alguma uma critica, é a Fantasia Barrino).

Bom, nem precisa falar que o tom é interessante, certamente tem uma vibe meio jazz de antigamente. Meu problema com a Emily é que ela não aparenta ter muita confiancia e é muito nervosa, talvez se ela tivesse um pouco mais de experiência…

Steven gosta do tom antigo na voz dela, mas diz que a melodi dela deixou muito a desejar e diz “não”. Randy discorda com Steven e diz que “sim”; JLo diz que Emily tem uma voz única e especifica e que isso faz parte de ser uma artista, além de uma vibe de cantora/compositora que já foi visto nas ultimas temporadas (e isso é ruim?), mas apesar disso decide dar mais uma chance a ela.

Steven pergunta se ela toca violão. Que pergunta idiota, a menina provavelmente não trouxe o violão de enfeite né…

James Durbin – 21 – “You Shook Me” / “Dream On” (Led Zeppelin / Aerosmith): Historia triste nº4 e a maior de todas – O pai de James era músico e viajava muito, por isso James nunca chegou a conhecer seu pai direito. O pai morreu de overdose quando ele tinha 9 anos. Pessoas dizem que ele puxou o talento musical do pai, mas ele nunca saberá.

Devido ao stress crescente, James foi ao medico e foi diagnosticado com síndrome de Tourette (que pode causar tiques físicos e vocais constantes) e Asperger (uma forma de autismo), e sofreu por causa disso na escola, sendo agredido e abusado verbalmente. E como se isso não bastasse, ele conheceu sua namorada e a engravidou, e hoje tem um pequeno, morando numa pequena casa, desempregado e sem dinheiro até para comprar fraldas para o filho. E ele conta tudo isso chorando o tempo todo. Meu medidor de drama acabou de explodir aqui.

A voz dele é estilo Adam Lambert, mas sem aquele humpf especial. Adam cantava aquelas notas altas e me fazia sentir algo. O James cantando essas notas altas me deixou sem nada… Talvez me deixou com um leve zumbido na orelha.

James canta “Dream On” com a permissão do Steven e começa a chorar no meio da música… E ainda começa a contar mais ainda de sua historia e chorando… Tipo, COME FREAKING ON!!! CHEGA DE DRAMA!!!

Ele me deixou com um certo nível de desgosto que até hoje só o Danny Gokey me deixou…

Anyway, ele tem uma voz extremamente forte, o bastante para carrega-lo até os primeiros Live Shows, basta saber se ele também possui o bom senso e equilíbrio que o Adam possui.

E ACABOUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUU!!!!!!!!!!!!!!!!

Audições NO MORE!!!! OH YEAH OH YEAH

Os que mais gostei deste episodio meia boca foi o Stefano, Emily me deixou intrigado e James me deixou com um certo nojo, apesar da puta voz.

Agora chega e vamos continuar a comemorar, amanha já temos Hollywood!!!!!!

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: