Review: Secret Diary of a Call Girl – S04E02

 

Há uma primeira vez para tudo nessa vida…

Secret Diary of a Call Girl deu mais um passo rumo aos últimos suspiros da série e essa semana tivemos um episódio que, assim como na season primiere, conseguiu misturar de uma forma excelente os problemas da prostituição, uma vez que Belle está cada vez mais mergulhada nesse mundo, mesclando com as já tradicionais cenas/tiradas cômicas, que nesse episódio merecem destaque, assim como com a vida pessoal/amorosa de Hannah finalmente parece ter aceitado os termos “namorados” para a relação dela com Ben.

Impossível não começar esse review sem falar do cliente da semana, Tim, um “virgem” que conseguiu garantir espaço como um dos clientes mais cômicos da série. A história da Belle com o Tim já começa hilária desde o momento em que nossa querida prostituta faz as honras de cafetina e tentar agenciar alguma das garotas (“funcionárias” da Madam’ Stephanie) para tirarem a virgindade do garoto.

A rejeição das outras garotas de programas ao saber que teriam que atender um virgem foi hilário e mais engraçado ainda foi a Belle pedindo um maior profissionalismo por parte das garotas. Sério, adoro a forma como Belle ver a prostituição, acho que nesse episódio em especial a gente pôde perceber o quão a sério ela leva o seu trabalho. A não vitimização da personagem e esse jeitinho de “funcionária empenhada” são coisas que sempre me encantaram na série, tanto que acho aqueles cinco primeiros minutos do piloto da série, onde a Belle explica o porquê de ser uma prostituta, uma das coisas mais brilhantes da série.

O melhor foi ver Tim caindo fora no meio do programa, sem dar a menor explicação, e depois indo até a casa da Hannah/Belle para fazer alguns esclarecimentos com ela. Na realidade Tim não era virgem, quer dizer, ele não tinha experiência nenhuma com mulher já que era 100% gay e se viu muito curioso depois de uma experiência mais quente que teve com sua melhor amiga. O mais genial de tudo isso é ver a cara de alegria da Belle ao descobrir que ela fez tudo certo e Tim só não respondeu como devia ao “serviço” da prostituta por ele ser gay. Ah e putaquepariu a referência ao “I Kissed a Girl” da Katty Perry foi coisa de gênio…DE GÊNIO!

Ser uma pimp/cafetina/madam’ não é nada fácil e a inexperiência de Belle em agenciar outras garotas se soma com outro obstáculo ainda mais gigantesco, a tal da Charlotte. Já deu pra perceber que aquela dominatrix vai encher muito o saco da Belle e já ficou aquele clima de guerra declarada entre as duas, porque Charlotte está fazendo de tudo para ficar cuidando dos negócios da Stephanie. Com certeza a intervenção dessas garotas na vida da Belle/Hannah vai servir só para uma coisa, abrir os olhos da Poppy, que parece ter um retardamento mental pra não perceber a verdade sobre o mundo em que a mãe dela vive.

Falando em Poppy tinha até comentando com o meu companheiro de blog. Sr. @ZePicelli sobre a possibilidade da garota entrar em cena pra atrapalhar o namoro da Hannah com o Ben, pelo que deu pra observar os dois já começaram a se aproximar, mesmo que sem clima de azaração & paquera, mas começo a achar que logo vai ser a hora de rolar alguma coisa entre Poppy e Ben. Agora temos que esperar pra ver o quão backstabbing pode ser essa cria da Stephanie.

Pra concluir, se Hannah deu um passo grande apenas por assumir um namoro de verdade com Ben, então o final do episódio onde ela convida Ben para morar com ela significou um salto gigantesco para os padrões amorosos da moça. Confesso ter perdido um pouco a antipatia que sempre senti por Ben, ainda acho que ele não é o cara certo pra ela e provavelmente confirmarei minha tese em breve, mas a Hannah estava tão feliz no final desse episódio que não deu pra não torcer um pouco para o casal.

Uma coisa inesperada nesse episódio foi a mãe do Ben assumindo que sabe que Hannah é na verdade Belle, a verdadeira autora por trás do best-seller lançado na temporada passada. Isso foi com certeza um choque, já que Hannah sempre viveu uma vida extremamente compartimentada, nunca misturando as coisas e conseguindo ter o controle sobre tudo, mas agora se vê cada vez mais forçada a ver a vida da profissional Belle mais próxima da vida de Hannah como pessoa. O que deu pra  concluir com uma mínima reflexão é que não é só Tim que teve uma primeira experiência nesse episódio, Hannah está pela primeira vez deixando a Belle de lado e sendo um pouco Hannah, se arriscando por um amor que até então parecer ser certo para ela, sendo mais institiva e indo contra o “levar as coisas mais lentamente” que sempre foram o lema dela.

Agora nos resta esperar pra saber o que vai acontecer na série, mas de já confirmo que estou curtindo muito esse último ano de Call Girl que até agora está me deixando bastante orgulhoso.

Até o próximo episódio!

P.S: Você também é pervertido por ter dado pause nas cenas em que a Billie Piper pagou peitinho!

Sobre Aécio Rocha
.

One Response to Review: Secret Diary of a Call Girl – S04E02

  1. Picelli disse:

    E agora? Será que Aline Moraes vai mesmo ser uma das pontas de um possível triângulo entre Hannah e Ben? Será que ela é realmente dumb o suficiente para não entender o que se passa embaixo de seu nariz? Ou será que ela vai surpreender a todos se reveland ouma garota de programa?

    Fico aliviado em ver que o episódio manteu o nível da premiere e ainda se desenvolveu um pouco. Estava com um pé atrás com essa história de Belle pimp, mas até que estou curtindo.
    Só sinto falta de Bambi auxiliando Belle nesse momento. Acho que as duas fariam ótimas managers.

    E uau! Fui pego de surpresa com a mãe de Ben! Sem contar o pedido de Hannah para Ben morar com ela.

    Damn it, está acabando😦

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: