REVIEW: American Idol 10.01 – New York / New Jersey Auditions – Season Premiere

E chegou o tão esperado momento, American Idol está de volta!!!

Com uma introdução estilizada como um noticiário de filme de zumbis, somos lembrados de todo o drama que tivemos depois do termino da ultima temporada. Quem serão os novos jurados? Randy ficará sozinho? Justin Timberlake ou P. Diddy como jurados?

Bom, todos já sabem que agora a bancada de jurados é composta por Randy deveria ter sido substituído pelo Harry Connick Jr. Jackson, Jennifer Lopez (ameaça tripla como cantora, atriz e dançarina aka perfeita popstar pra nenhum magnata de Hollywood botar defeito) e Steven Tyler (de uma “pequena” banda chamada Aerosmith).

Sabe o que me empolga?

Mal se completou 5 minutos de episódio e Steven Tyler já está sendo censurado pelos palavrões, e JLo já meio que lança um desafio pra quem acha que é fácil ser um artista (“Muitas pessoas dizem: ‘Eu posso fazer isso’. Sério? Sobe no palco então”).

Sem mais delongas, está mais do que na hora do que começarmos nossa saga com as audições em New York / New Jersey em busca de novos talentos.

Rachel Zevita – 22 – “Hallelujah” (Leonard Cohen): Rachel já apareceu no programa durante a 6ª temporada com um visual hippie com vocais de ópera, mas havia sido eliminada logo na primeira etapa de Hollywood. Veja aqui a audição de Rachel durante a 6ª temporada.

Rachel era o tipo de candidata que era jovem e imatura demais para ter uma idéia de quem seria como artista, mas desta vez ela está mais madura, aparentemente.

JLo diz que se lembra dela, o que faz Rachel começar a chorar de emoção.

Olha, ela tem um tom de voz interessante e inusitado, mas com certeza o vocal dessa vez deixou a desejar comparada a sua primeira audição…

JLo diz que não foi a melhor audição que Rachel poderia ter dado, mas decide dar outra chance baseando-se na audição de 4 anos atrás com um aviso de que ela precisa melhorar muito, senão não irá sobreviver a Hollywood Week.

Steven diz que Rachel é como uma muda de flor, é preciso águá-la e redireciona-la para o caminho certo, ele também diz que acredita que ela tem o que é preciso para ser bem artista bem sucedida.

Randy acredita que ela tem potencial e dá mais uma chance a Rachel.

Caleb Hawley – 25 – “Hallelujah, I Love Her So” (The Beatles): Hmm, Caleb tem uma voz diferente e interessante, além de um bom alcance vocal. Mas ao mesmo tempo é uma daquelas vozes que eu precisaria escutar cantando outras músicas para conseguir ter certeza se é artista em potencial. Senti um que de country na voz dele…

Steven fica empolgado como uma criança no aniversário, diz que Caleb tem algo novo e diferente.

JLo diz que gosta do tom de voz e o acha uma gracinha (Oi Hebe!).

Randy diz que ele merece outra chance.

Kenzie Palmer – 15 – “We’re Young & Beautiful” (Carrie Underwood): Definitivamente uma voz country, não gostei da escolha de música, tem tanta música melhor da Carrie… Cantou muito bem, mas aparenta ser uma daquelas cantoras que só cantam a música, não se dando o trabalho de escolher materiais com o qual possa se conectar. Kenzie aparenta conhecer bem sua voz, tem um bom controle, e se Kara DioGuardi estivesse na bancada, provavelmente diria que ela pode ser uma package artist (rostinho bonito, comercial, boa voz, aquela patifaria toda).

Steven diz que ela cantou lindamente, mas não sentiu aquele algo a mais (O X Factor? Rs).

Randy concorda com Steven, dizendo que ela poderia ter sido mais dinâmica e culpa sua idade e nervosismo.

JLo fica com cara de “WTF vocês estão falando?”.

Apesar de Randy e Steven não estarem sentindo o star power, Kenzie consegue a aprovação de todos.

Não sei vocês, mas eu tenho muitos problemas com essa redução de idade mínima para poder participar.

Candidatos tão novos assim não têm base emocional o suficiente para passar por um processo como esse. Em minha opinião, o programa já passou faz tempo da época em que só bastava cantar bem, se formos analisar candidatos que tiverem uma ótima jornada durante e após o programa, a maioria tinha mais de 19 anos e possuíam bastante experiência se apresentando para publico em bares e pequenos shows, experiência que os ajudam a criar sua própria identidade musical.

Além do mais, muitos mal sabem quem são como indivíduos, eis que surge uma nova geração de Justin Biebers, Selena Gomes, Miley Cyrus, etc que serão basicamente robozinhos controlados pelas gravadoras.

Claro que para toda Lisa Tucker e Katie Stevens existem suas exceções como David Archuleta, Allison Iraheta e Jordin Sparks, mas ainda assim defendo a idéia de que a idade mínima deveria ser 18 anos, 17 sendo generoso.

Achille Lovle – 25 – “Dress You Up” (Madonna): Gente, me senti de volta ao trabalho tentando conversar com um indiano pelo telefone, achei quase impossível entender o que ela disse antes, durante e depois de sua audição.

Steven diz que o que Achille apresenta de performance dramática, falta tudo na parte vocal.

O barato é que a moça tenta arrumar a desculpa que seu vocal coach ainda está lhe ensinando a se livrar do sotaque e a pronunciação certa das palavras.

Queridinha, o problema não é seu sotaque ou a pronuncia… É sua voz mesmo (Baixou a Kara e seu jeito “carinhoso” aqui haha).

JLo aponta que o problema é sua voz e não o sotaque, e Randy praticamente dá um “não” logo de cara.

Uma das melhores quotes da noite:

JLo: “Como eu digo isso?”
Randy: “Não diga”

Tiffany Rios – 21 – “Original crap & The Power Of Love” (Celine Dion): “Crazy whore from Jersey shore”, esta pequena rima me veio a cabeça no minuto que vi aquela droga de segmento dessa criatura ensinando a arrumar o cabelo… ¬¬

A bitch começa a chorar logo que vê os jurados e ganha um abraço da JLo, mas assim que começa a cantar alguma merda original que basicamente diz que o programa precisa dela para aumentar a audiência, ela tira a mascara falsa de choro e tira junto sua blusa, revelando um top com duas estrelas gigantes no peito… ¬¬

E então ela começa a cantar Celine e PQP, ela é meio que Tatiana Del Toro… Irritante ao extremo, que canta mais ou menos…

Mesmo com um vocal medíocre e estar ali basicamente para aparecer, Tiffany avança para Hollywood. #DAMNYOUALL

Robbie Rosen – 16 – “Yesterday” (The Beatles): E tava demorando pra começar, estava até estranhando, mas como American Idol é o American Idol, não pode faltar aquelas historias tristes e depressives para favorecer front runners em potencial.

A historia é o seguinte, Robbie teve um problema nos quadris aos 5 anos que acabou colocando-o em uma cadeira de rodas por vários meses. Adivinha? Esse capitulo na vida dele já terminou há muito tempo, mas anyway… #suspiro #viradadeolhos

Tem uma boa voz, porém muito genérica pro meu gosto… Senti uma síndrome de Matt Giraud, Robbie fez muita firula na música… Enfim, bom o suficiente para avançar.

Chris Cordeiro – 18 – “My Way” (Frank Sinatra): Ah Deus… Essa criatura realmente acha que é um bom cantor, a cara de surpresa que ele faz quando Steven diz que ele não tem nada de bom vocalmente é ótima.

Michael Perotto – 19 – “Proud Mary” (Tina Turner & Ike): O video de introdução desse cara foi como ele arrota sempre que fica nervoso… Tipo, o que uma pessoa em sã consciência revela isso em cadeia nacional?

Hmm, podiam banir essa música né?

Na metade da música os jurados começam a batucar junto e o cara acha que está arrasando, até que Steven o interrompe e pergunta se ele comeu muitas lascas de tinta durante sua infância. #Ouch

JLo diz que Michael canta usando uma voz que não é a dele.

Randy diz que ele não deve cantar em nenhum lugar, nem no chuveiro.

Haha, Michael ainda tenta argumentar que ele canta há anos e acredita que seu publico diria se ele fosse ruim. #AhamMamasBoyTakeASit

Ashley Sullivan – 25 – “Gimme Gimme” (Throughly Modern Millie): Essa menina é loucamente um bozo!!! A parted a loucura é explicada, pois sua maior influencia é nada mais nada menos do que Britney Spears…

Curti a personalidade, mas a voz nem tanto… Não é horrível, mas é totalmente descontrolado.

JLo diz que ela pertence à Broadway… Então a criatura decide se ajoelhar, chorar, cantar e chorar mais um pouco enquanto deixa todos desconfortáveis com toda essa imploração…

Randy diz não, mas Jennifer e Steven avançam a moça pela personalidade e loucura acima da voz da moça.

Victoria Huggins – 16 – “Midnight Train To Georgia” (Gladys Knight): OMG quero dar um soco nessa menina de tão simpática e perfeitinha que ela aparenta ser…

O comentário da MjsBigBlog é totalmente certeiro, ela parece aquelas pirralhas robôs de concurso de beleza…

Vocal foi OK, é tudo muito falso e forçado…

JLo diz que ela é adorável e a aprova.

Randy diz que somente na personalidade ela já está aprovada… Whatever dude ¬¬

Tenho um horrível pressentimento que essa pirralha vai chegar ao Top 20… #RezemParaQueNao

Melinda Ademi – 16 – “If I Ain’t Got You” (Alicia Keys): Historia triste e depressiva parte 2… A família da Melinda é fugitiva da guerra de Kosovo que conseguiu chegar aos EUA graças a loteria que tinha como prêmio o green card. Bem seria e triste essa historia…

Minha favorita até o momento, voz pura e forte, boa presença de palco, sabe controlar a voz e não abusou das firulas. Minhas únicas criticas são a escolha de música (já cansei de escutar essa música nos Idols da vida. Tipo, Alicia Keys tem várias outras músicas boas) e entregar mais emoção em sua voz.

Veremos como ela se sai durante a temida Hollywood Week.

Devyn Rush – 20 – “God Bless The Child” (Billie Holliday): Devyn trabalha como uma garçonete/cantora em uma lanchonete de NY, adorei ver ela fazendo propaganda dos lanches durante a entrevista com o Ryan.

Gente, que Melinda o que!!! Essa aqui é minha favorita!!!

Adorei a voz, a entrega, personalidade e toda a vibe dela… Apaixonei…

Steven diz que foi uma apresentação deliciosa.

JLo diz que não esperava por aquela voz.

Randy diz que ela tem o tempero na medida certa.

Prato cheio se conseguir chegar ao Top 20.

Yoji Asano – 25 – “Party In The USA” (Miley Cyrus): Simplesmente me recuso a comentar essa desgraça. PRÓXIMO!!!

Brielle Von Hugel – 16 – “Endless Love” (Lionel Richie): OMG CHEGA DESSAS HISTORIAS TRISTES POR HOJE!!!

O pai da Brielle teve câncer na garganta há alguns anos atrás, mas está tudo bem agora… Como isso é relevante, sei lá eu…

Voz bonitinha, versão bem feita, mas não senti nada depois dessa audição… Senti mais arrepios até vendo a Lea Michele cantando essa música em Glee…

Randy, tinha que ser o inútil do Randy, pede pra que ela busque o pai dela… ¬¬

Steven diz que ela tem uma linda voz.

JLo diz que ela é jovem e tem uma linda voz, mas precisa trabalhar em sua voz para estar a altura da competição.

Randy concorda que ela precisa trabalhar em sua voz.

Brielle vai para Hollywood ao som de “How” da Katharine McPhee (Alguém reparou? Não? Só o freak aqui? Ok…)

Travis Orlando – 16 – “Eleanor Rigby” / “I’m Yours” (The Beatles / Jason Mraz): Fatos interessantes: Travis tem um irmão gêmeo, seu pai adoeceu e perderam sua casa, tendo que morar em um abrigo por alguns anos. E ele quer ser o America’s Next.. Err Idol… haha

Eleanor Rigby foi OK, nada de fantástico ou especial, não gostei de certas escolhas na pronuncia.

I’m Yours foi uma escolha meio que infeliz já que ninguém agüenta mais essa música, mas vocalmente foi bem melhor, mas ainda assim não mostrou nada que o destaque.

Esqueceremos dele até o final desta semana. #Fato

Ele precisa de mais tempo pra amadurecer em todos os sentidos, mas ainda assim todos os jurados o aprovam.

E assim encerramos a tão esperada premiere da nova temporada de Idol… Valeu a pena? Em partes…

Adorei a química genuína que os três jurados têm, porém esperava mais da Jennifer Lopez, esperava que ela fosse mais direta e que não tivesse tanto medo de magoar as pessoas.

Steven foi bem o que esperava, Paula Abdul 2.0… Mas assim como a JLo, esperava que ele fosse mais franco com os candidatos. Mas pelo momento, que se dane isso… Steven foi censurado várias vezes e mal posso esperar para vê-lo julgando o programa ao vivo.

E Randy? Bom, tem certeza de que o Harry Connick Jr não pode entrar no lugar dele ainda nessa temporada? Oh well… =(

Senti falta do Simon, mas somente pelo simples fato de o ver esculachando os candidatos ruins… Veremos se sentirei mais falta dele com o passar do tempo

Em questão do potencial e talento, foi bem mediano… Ninguém que me chamasse atenção e me deixasse sedento em vê-los em Hollywood.

Os destaques para mim são a Devyn e Caleb por ter me deixado intrigado.

E vocês minhas crianças, gostaram do retorno do American Idol? Sentiram falta do Simon? Opiniões em relação aos jurados? Let me know e até amanhã com o segundo episodio.

6 Responses to REVIEW: American Idol 10.01 – New York / New Jersey Auditions – Season Premiere

  1. Tayná disse:

    Meu primeiro American Idol, que emoção ;-;

    Gostei bastante da season premiere. Acho que fica meio complicado para eu falar dos jurados, porque eu não consigo fazer uma comparação com os jurados das edições anteriores, mas eu gostei bastante da química entre os três. Steven Tyler, nunca pensei que você fosse tão cool. Hahah!

    Quanto aos participantes, os que eu mais gostei foram o Caleb Hawley (sim, ele realmente tem uma voz meio country!) e a Devyn Rush (ownou todo mundo, na minha opinião). E me deu uma raiviiiinha da Victoria Huggins, too good to be true, honestly.

    Eu até gostei do Travis Orlando, foi bem emocionante o final, com o irmão e a mãe entrando e tal.. mas não o vejo como um American Idol.

    Bela review Giro \o/

  2. Aécio Rocha disse:

    Idol voltou me surpreendendo esse ano. Primeiro poque eu não esperava que o Steven e a Jennifer fossem ficar tão naturais como jurados nessa fase de autions. Gostei bastante da química deles nesse primeiro episódio e acho que esse negócio de mudança de jurados acabou ofuscando um pouco o que a competição é about, que são os novos talentos!!

    Jersey é sempre tenso!!!
    Mas até que apareceu coisa boa lá. Curti a refugiada da guerra, gostei da voz dela e foi uma das que mais me empolgou nesse episódio. Gostei também da garçonete que cantou “God Bless The Child”, achei que ela tem bastante potencial.

    Mas como eu dizia Jersey é sempre tenso e ainda aprovaram aquela mina que tem a pretensão de ser a próxima Snookie do Jersey Shore. MANO, ISSO É IDOL!!! JERSEY SHORE É NA MTV!!!!

    No geral achei os jurados muito bonzinhos, senti falta de comentários que fizessem as pessoas chorar ou deixar elas em depressão e que forçassem eles a entrar na terapia pra superar sua audition no Idol. Espero que eles melhores isso nos próximos episódios!!

    Ótima review, Giro!!
    Valeu por insistir pra eu acompanhar Idol esse ano!

    P.S: Steven Tyler É ÍDOLO!!!!

  3. Marcelo Silva disse:

    Cara, não te garanto que vou ver essa temporada inteira, porque Idol eu vejo desde a 6ªtemporada e foi a única que consegui acompanhar do começo ao fim ainda perdendo uns episódios. A 7ª e a 8ª eu vi pela metade e depois só o final e eu vi quase a 9ªtemporada inteira e desisti na metade porque tava achando chato demais, hehe. Sério, nem lembro quem ganhou, ajuda ae. Esse começo consigo acompanhar, mas aí começa aquela graça de 3 eps. por semana, Idol Gives Back, com 5 horas de duração e a coisa vai ficando complicada…

    Mas enfim, comecei essa 10ª, que sério mesmo, só fui ver pela pura curiosidade de ver Steven Tyler, um cara que eu acho muito foda (mais que o próprio Aerosmith) como jurado, porque de resto, era só pra ter propriedade pra falar mal. Quebrei a cara
    Claro, na primeira meia hora eu fiquei “Tá bom Jenifer, tá bom Steven, legal, agora chamem o Simon aí”. Mas depois de dar uma segunda chance e ver o ep. inteiro, até o final já tinha acostumado e tava adorando a nova bancada. Os três se entrosaram surpreendentemente bem. E Simon é foda, mas é bom ver um jurado cheio de vontade sincera no lugar dele, sério. Steven é SENSACIONAL de jurado, pqp. Engraçado demais.

    Agora, quanto aos candidatos, incrível como pode mudar tudo que tem de mais significativo no Idol, mas eles NUNCA mudam. Sempre vão ter as histórias fofas que te fazem torcer para a pessoa cantar bem e passar quase que inconscientemente, os nonsense que te fazem pensar que raio de filtro é esse que a organização do Idol faz, enfim, não gostei de ninguém em especial aqui, no máximo achei o carinha que fez Steven pular e gritar na cadeira promissor, pra prestar atenção em Hollywood. E aquela mina com estrelas nos peitos… eles SEMPRE passam pelo menos uma pessoa bizarra, que nunca vai muito pra frente.

    E olha só, fiz outro review só nos coments. Mas seu post ficou sensacional cara. Já falei que se não conseguir acompanhar com os eps, to dependendo de vc, hehe.

  4. Jana disse:

    Meu primeiro American Idol, que emoção ;-; (2)
    Bom tbm nao sei muito bem o que falar de Idol pq nao acompanhei as outras temporadas,mas senti que é algo smiliar a X Factor…então vou dar minhas humildes opinioes haha….
    Affff Will e o Wagner conseguiu ser superado só nessa premier hein?! haha….qta gente estranha, bizarra….loucaaaa de verdade!!!
    Mas ainda bem q surgem umas vozes boas no meio desse caos … curti o Caleb e a Robbie … vozes bacanas! Mas nada q fizesse “OMG É A PROXIMA CHER OU MATT” lol
    Enfim, vamos ver oq nos espera.. ah o video do chris cordeiro foi removido pelo youtube por conter nudez e nao sei mais oq (é oq tava falando no aviso lá rsrs oq vc anda colocando nessas reviews hien?”rsrs )

  5. Lucas Santtos disse:

    Achei realmente ótimo! Não estava nada animado, cogitando nem começar a ver essa temporada depois da saida dos outros jurados. Mas acabei não me aguentei depois de ler os elogios da galera e confesso que me surpreendi pra caramba com esse episódio! J-Lo e Steven estão ótimo, acho que serão excelentes jurados, só o Randy que está atrapalhando ali. rs. E entre os candidatos já teve muita gente boa ai… quero ver os próximos epsódios já e tenho certeza que vai ser uma temporada muito competitivaaa e cheia de grandes talentos! O meu preferido do episódio foi o Travis Orlando, a voz do cara é muito massa!

    @lucas_santtos

  6. Zé Picelli disse:

    OK, mordi minha língua. Morti com tanta intensidade que não somente ficou jorrando sangue por dezenas de minutos como também perdi uma parte dela. Sério, eu não dava absolutamente nada para essa nova bancada de jurados e não é que, inicialmente, eles se sairam muito bem?
    Digo inicialmente pois no começo da season anterior, lembro que eu adorava a participação da Ellen no programa e achava sensacional tê-la junto a Simon e Kara. Mas, infelizmente, descobrimos que ela era quase insignificante para o programa assim como Randy. Aquele peso morto só sabe gritar YOU’RE GOING TO HOLLYWOOD! Pelo menos Ellen fazia umas piadinhas aqui e ali.

    Mas esse comentário é da season 10 e não 09, portanto: STEVEN TYLER E JLO!
    Meu, a química deles até interessante! As únicas coisas que me irritaram (tirando Randy, É CLARO) foram: Jennifer Lopez fazendo cu doce não conseguindo dizer NÃO e todos fazendo comentários superficiais. Talvez essa segunda objeção seja pelo fato de não ter tido nenhuma WOW-Audition que valesse tal comentário, cheio de lágrimas e adjetivos aurélianos. De qualquer forma, fiquei interessado o suficiente para enfrentar horas de audition weeks nesse mês que se segue.

    Dos que me chamaram a atenção ficam Caleb, a garçonete e Victoria Annoying Huggins. Essa última não pelo talento vocal. Como você mencionou, essa galerinha nova não deveria participar da competição. Victoria parece mesmo muito aquelas criacinhas totalmente plastic que participam de concurso de beleza de cidade pequena de interior, no maior estilo Little Miss Sunshine. Mas de tão annoying, quero muito vê-la durante bastante tempo na competição só para odiá-la cada vez mais.

    Looking forward to the next episodes!

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: