Top 16 Melhores performances da 7ª temporada de The X Factor

Chegou a hora de fazermos o balanço da temporada e ver quais performances marcaram esta ótima temporada. (Contem spoilers se você ainda não assistiu a final).

Temporada acabou, temos como vencedor o adorável Matt Cardle e Rebecca Ferguson como a perfeita segunda colocada.

16. Katie Waissel – “I’d Rather Go Blind” (Etta James): Katie provocou muita controvérsia esta temporada desde a sua audição até se classificar a frente de Gamu. Muita gente pode discordar, mas Katie tinha o potencial de fazer performances carregadas de emoção com um bom vocal. Após estar entre os menos votados na primeira semana, Katie acordou, decidiu se livrar de todas as maluquices à lá Lady Gaga e simplesmente cantou.

15. Rebecca Ferguson – “Like A Star” (Corinne Bailey Rae): Na grande final, Rebecca mostrou todo seu potencial como estrela com uma apresentação digna de uma cantora de sucesso que retornou ao lugar que a deu fama.

14. Paije Richardson – “Stop” (Sam Brown): Assim como Katie, torci o nariz durante quando ele entrou para o Top 16, já que acreditava que havia pessoas melhores na categoria.

Semana a semana Paije foi melhorando e subindo no meu conceito, o único problema é que Paije atingiu seu ápice justamente com sua ultima performance no programa, quando enfrentou Cher Lloyd na sétima semana para permanecer na competição. Com um vocal puro e forte, Paije transbordou paixão e merece um lugar entre as melhores performances da temporada.

13. Cher Lloyd – “Sorry Seems To Be The Hardest Word” / “Mockingbird” (Eminem): Na semana em que Cher cantou este exato mash-up a única coisa que pensei foi “fuuu…Cher vai destruir uma das minha músicas favoritas do Elton John com essa música do Eminem”, e logo após assistir pela primeira vez simplesmente fiquei decepcionado com a direção que a musica tomou. Mas agora admito que essa é uma das minhas performances favoritas da Cher, apesar de ignorar o significado da música, foi uma decisão arriscada e inteligente para transformar a música em algo mais contemporâneo e cool.

12. Aiden Grimshaw – “Diamonds Are Forever” (Arctic Monkeys): Uma das performances que tocam diariamente no IPod. Aiden pegou uma música antiga, deu seu próprio toque e tudo funcionou perfeitamente, inclusive seu lado estranho. Apesar de ter algumas desafinações, uma de suas melhores performances em minha opinião.

11. Rebecca Ferguson – “Amazing Grace” (Susan Boyle version): Na sexta semana, Rebecca já havia se tornado uma das fortes candidatas ao titulo, mas ainda assim Rebecca me surpreendeu ao pegar uma música batida e que em minha opinião era insuportável e simplesmente arrasou, dando um banho de emoção e lição vocal.

10. Treyc Cohen – One (U2): Incrivelmente havia sido esnobada pelo segundo ano consecutivo após chegar ao Judges’ House, mas após os bons deuses se depararem com tanta injustiça, Treyc retornou à competição e mostrou ser uma das melhores candidatas  da temporada. Sua performance de “One” ficou repleta de paixão e poder vocal, facilmente uma das melhores performances do primeiro live show e da temporada.

9. Matt Cardle – Nights In White Satin (Moody Blues): Em uma noite consideravelmente fraca, Matt arriscou ao escolher uma música desconhecida e mais uma vez surpreendeu com um vocal forte e sincero.

8. Mary Byrne – “This Is A Man’s Man’s World” (James Brown): Mary com certeza sofreu durante toda a competição com as escolhas de musica sem noção do Louis, mas em pelo menos uma ele acertou em cheio. Logo na primeira semana, Mary mostrou toda sua presença de palco, vocal extraordinário e emoção, encantando todo o público e aos jurados, não é a toa que Mary foi a mais votada da semana após essa performance.

7. Rebecca Ferguson – “Candle In The Wind”: Com um vocal esplendido e emoção no ponto, foi justamente com essa performance impecável que Rebecca me fez mudar de ideia quanto ao seu talento.

6. Aiden Grimshaw – “Mad World” (Tears For Fears): Quem acompanhou as reviews sabe que não fui um dos maiores fãs dessa performance na época, mas após assistir outras vezes percebi como fui cego e parcialmente surdo. Na época peguei no pé por causa do nervosismo e de sua intensidade no nível máximo, mas hoje vejo como tudo isso acabou contribuindo para a performance como um todo e hoje sou feliz em admitir que Aiden toca repetidamente na minha playlist.

5. Cher Lloyd – “Stay” (The Shakespears Sisters): Durante a maior parte da competição, Cher teve o que chamo de sindrome da Siobhan Magnus (“doença” que consiste em usar excessivamente o que torna a pessoa interessante e especial, o que resulta em encher a nossa paciência para não falar uma palavra mais feia… hehe), mas durante a quarta semana, Cher decidiu inovar e simplesmente cantar, sem raps ou coreografias para nos entreter.

Cher voltou a mostrar seu lado vulnerável (razão pelo qual me apaixonei durante sua audição) e nos entregou uma performance simples e honesta, fazendo com que meu coração (yep, ainda tenho um) derretesse ao final da apresentação. Ironicamente, a melhor performance da Cher foi na qual ela não fez rap…

4. Matt Cardle – “Just The Way You Are” (Bruno Mars): Mattie Mattie Mattie, depois do “desastre” do primeiro Live Show, Matt decidiu arriscar ao cantar uma das músicas mais populares do ano e simplesmente fez uma versão perfeita, digo que é até superior ao original.

Abrindo a apresentação com uma harmonia que gosto de chamar de canto da baleia, Matt já me ganhou nesse exato momento, mas ao longo da performance fui cada vez mais ficando arrepiado com o vocal apaixonado e os diferentes lados de seu vocal que foram explorados.

Curiosidade inútil: De acordo com o ITunes, já escutei essa música 1430 vezes desde que coloquei ela no GiroPod

3. Treyc Cohen – “Purple Rain” (Prince): Treyc pode não ter caído no gosto popular ao fugir de seu lado R&B diva e ir em direção ao Rock (vide sua eliminação um tanto precoce), mas é inegável que é no Rock que Treyc realmente pertence.

Sua versão de Purple Rain é delicada, cheia de paixão e vocais extraordinários, sem duvidas (pelo menos para mim) essa performance é uma das 3 melhores da temporada.

2. Rebecca Ferguson – “Sweet Dreams” (Eurythmics): Rebecca me surpreendeu várias vezes durante a competição com seu vocal perfeito e a intensidade de sua emoção, mas foi justamente na final que ela me surpreendeu de uma forma absurda ao escolher uma música totalmente diferente do que ela vinha fazendo. Com um vocal e performance digna de uma final, Rebecca se mostrou mais confiante do que nunca e entregou uma de suas melhores performances.

1. Matt Cardle – “The First Time I Ever Saw Your Face” (Roberta Flack): Matt já havia cantando essa música belamente durante o Bootcamp e quando vi que ele iria reprisar essa música durante a semana do “American Anthems” fiquei extremamente preocupado em ouvir uma versão inferior.

Mas como eu ADOREI estar errado nessa semana, mais confiante e com um vocal mais potente, Matt emocionou a todos com a carga emocional que trouxe a música, além de nos mostrar seu melhor vocal EVER. #GrabMeATissue

Bônus:

Não achei que seria justo colocar essas duas apresentações, já que uma delas é um dueto e a outra simplesmente não foi usada oficialmente na competição.

Podem falar o que for, não foi um dueto perfeito vocalmente, mas com uma química dessas não tem como ficar de queixo caído. Com vocais que se complementaram perfeitamente, este dueto entre Matt e Rihanna certamente foi um dos highlights da temporada. E no geral, ficando atrás apenas do dueto da Alexandra Burke e Beyonce.

Agora esta segunda performances está aqui por ser um tanto engraçada e não tem como não dizer, simplesmente adorável. #BromanceIsInTheAir

O que acharam da lista? Dicordam ou sentiram falta de alguma apresentação?

Deixem suas opiniões e sua lista =D

E em outras noticias:

Já está disponível o primeiro clipe do Matt Cardle do single “Many Of Horror (When We Collide)”.

2 Responses to Top 16 Melhores performances da 7ª temporada de The X Factor

  1. Mari Malik disse:

    a melhor apresentaçao foi a dos meninos do one direction com torn.

  2. Mari Malik disse:

    Eles,One Direction foram os melhores na opiniao do Simon Cowell,ele disse.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: