The X Factor 7.27 – Top 5 – Semifinal

A penúltima semana de programa está aqui, quem conseguirá manter suas emoções sobre controle e dar a performance de sua vida esta noite?

Rebecca Ferguson – “Show Me Love” (Steve Angelo): Olha, não conhecia essa música e nem pretendo conhecer… rs

Adorei tudo no começo da música, mas quando chegou na metade da música o ritmo da música ficou muito estranho pro meu gosto, e o vocal dela acabou ficando estranho junto…

Se fosse pra dar uma nota, seria um 6 e generoso até viu…

Louis diz que foi uma ótima performance para abrir a noite e que esta é a melhor apresentação da Rebecca. Dannii diz que foi brilhante. Simon gostou de ter visto outro lado da Rebecca e diz que ela mostrou com essa performance que realmente quer ganhar. Cheryl dá os parabéns à Rebecca por ter escolhido a música e comemora o resultado.

Mary Byrne – “Never Can Say Goodbye” (Gloria Gaynor): PQP, se for pra escolher música de qualquer jeito me coloca no lugar do Louis que escolho coisa melhor, eu te garanto…

Achei tão desnecessário os dois caras levantando ela da cadeira no começo, dá a impressão de que ela é tão velha que nem consegue se levantar de uma cadeira sozinha.

Vocal foi um misto de momentos sofríveis e de bons vocais, a performance como um todo foi bem brega… Parece aqueles revival dos anos 70/80.

Dannii diz que amou e que Mary mostrou o seu melhor. Cheryl a aplaude por ter se desafiado e não ter feito algo comum. Simon diz que foi divertido, mas queria algo mais contemporâneo. Louis diz que Mary estava gripada durante a semana e que ela cantou tudo o que podia nessa apresentação.

Matt Cardle – “You’ve Got The Love” (Florence + The Machine): YEEEEEEEEEESSSSSSSSSSSSS!!! Finalmente alguém cantando F+TM e esse alguém ainda por ciam é o Matt!!!

Ahhh… Ele tá doente, espero que não prejudique o resultado final.

Curti a versão dele, porém não ficou tão boa quanto o da Florence… Ele mudou o bastante para fazer sua própria versão, mas nem tanto para deixar a musica irreconhecível.

Senti que ele se segurou um pouco com as notas altas, provavelmente por causa do resfriado, se não fosse por isso teria sido fantástico. E WTF esse coral no final, não curti essa parte…

Louis diz que Matt tem um lugar garantido na final. Cheryl diz que ele entregou uma ótima performance. Simon diz que foi uma escolha de música brilhante e o elogia dizendo que é um dos participantes mais sinceros que o programa já teve.

Obs: WhatTheBuck vai fazer uma festa com o Matt suado desse jeito, pra quem nunca viu as reviews dele, assista que são muito hilárias… hauahuaha

Cher Lloyd – “Nothing On You (B.o.B)”:  Geez, acho que nunca vi a Cher tão menininha cantando… Música praticamente perfeita pra ela, apesar de não ser uma música que não explora o melhor vocal dela, consigo imaginar ela cantando músicas desse tipo no mundo real, apesar de achar essa música meio podre… rs

Louis ama a escolha de música e achou a performance perfeita. Dannii diz que a música não mostrou seu melhor vocal, mas a performance como um todo foi ótima. Simon diz que se ela não estiver na final, será ultrajante. Cheryl diz que amaria vê-la na final.

One Direction – “Only Girl (In The World)” (Rihanna): Oh boy, o que falar sobre eles que já não tenha falado?

O vocal individual continua não sendo lá aquela maravilha, e quando cantam juntos é aquela avalanche de vozes de uma vez só… Nunca ouvi tanta falta de harmonia num grupo antes… O pior de tudo é saber que eles estarão na final por conta das menininhas que os acham lindos… ¬¬

Louis diz que eles merecem estar na final. Dannii diz que quer vê-los como a próxima boyband de sucesso. Cheryl diz que os amou, mas ficou preocupada com a música. Simon diz que a música foi perfeita para eles.

Matt Cardle – “She’s Always A Woman” (Billy Joel): Ah Matt, tanta balada romântica e você acaba escolhendo uma que não tem muita melodia???

Nossa, só de olhar pra cara dele dá pra notar que ele devia estar na cama descansando em vez de estar no palco agora…

O fato dele estar doente junto com essa escolha de música horrível pode acabar com as chances dele de chegar na final… Infelizmente, declaro esta a pior performance do Matt… #Tears

Até o Matt sabe que está em problemas depois dessa música.

Louis continua a dizer que não tem como Matt não ir para a final do programa. Cheryl diz que consegue ver que ele está abatido por causa do resfriado, mas apesar disso, ele tem fãs o suficiente para leva-lo à final. Simon diz que ele deveria ter ousado com a escolha de música e diz que essa foi sua pior performance. Dannii diz que Matt jogou com seu lado mais forte e pede para que o público vote nele.

Obs: EU TAMBÉM IMPLORO PARA QUE VOTEM NELE!!! A review da próxima temporada depende disso!!! (Brinks, mas PELAMORDEUS votem nele).

Mary Byrne – “The Way We Were” (Barbra Streisand): Se não era official antes, é official agora… Louis é o pior mentor EVER!!! WTF, outra música super velha e nem pra mudar o arranjo da música pra deixar um pouco mais moderno…

O vocal tá meio instável, porem cheio de emoção, tanta emoção que ela vai começar a chorar daqui a pouco…

E lá vem a Mary chorando minha gente, Mary diz que é uma música que mãe (? Não entendi direito) dela pediu pra ela cantar e faz 15 anos que ela não toca nessa música.

Dannii diz que uma performance linda. Cheryl diz parabéns por tudo que ela conquistou no programa. Simon diz que ela deveria estar orgulhosa de sua performance e que não importa o que aconteça, Mary terá bastante sucesso. Louis diz que Mary está vivendo seu sonho e pede para que todos votem nela.

É impressão ou os jurados, principalmente Simon, já estão praticamente dando tchau pra Mary??

Cher Lloyd – “Love The Way You Lie” (Eminem): Melhor escolha da noite, bem atual e que cai como uma luva no estilo dela.

Porém, o que devia ter dado 100% certo acabou não funcionando tão bem assim…

A voz da Cher ficou a desejar em vários momentos e a música me pareceu que ficou muito cortada… Do rap cortava do nada pra lado mais calmo da música e logo entrava no refrão de novo… Não sei, talvez precise escutar mais algumas vezes pra conseguir gostar, mas pra mim só ficou levemente acima da média.

Louis diz que foi uma escolha de música bem inteligente e adorou a performance. Dannii teme que a música é muito atual e que sofrerá muita comparação com o original, Dannii também diz que preferia vê-la cantar uma balada. Simon diz que a música foi um risco, mas que valeu totalmente a pena. Cheryl diz que ela mostrou o tipo de artista que ela é.

Rebecca Ferguson – “Amazing Grace” (Susan Boyle version): Primeiramente, posso dizer que odeio essa música graças à Kristy Lee Cook?

Não sou muito fã dessas músicas com conotações religiosas, sempre acho que cantam essas músicas pra ganhar votos dos publico mais religioso.

Deixando minhas picuinhas de lado, Rebecca foi fenomenal… Vocal foi praticamente perfeito e a apresentação estava cheia de emoção.

Melhor apresentação da noite.

Louis diz que foi lindo e ela merece estar na final. Dannii concorda que ela merece estar na final. Simon diz que foi simplesmente fantástico. Cheryl diz que Rebecca é fantástica.

One Direction – “Chasing Cars” (Snow Patrol): Agora eu tenho certeza absoluta que odeio garotos. Estragou uma música de uma das minhas bandas favoritas.

De agora em diante, odeio essa boyband com todas minhas forças pro resto da carreira deles, que provavelmente não vai ser muito longa…

Louis mais uma vez diz que eles merecem estar na final. Dannii diz que foi uma performance cheia de classe. Cheryl concorda que eles merecem estar na final. Simon diz que foi uma ótima performance.

E assim terminamos uma semifinal um tanto decepcionante… Escolhas de música péssimas, além de pessoas não conseguirem controlar suas emoções ou estarem doentes demais.

Tendo isso em mentew, Rebecca cantando “Amazing Grace” foi a melhor apresentação da noite sem rastros de duvida.

A eliminação de ama’nhã é bastante obvia, amanhã estaremos dando um adeus com direito a muitas lágrimas à Mary Byrne. Porém, é bastante possível termos uma shock eliminatione darmos adeus a Cher Lloyd, então #fingerscrossed para que seja eliminado quem realmente merece.. coff coff One Direction coff coff

Update:

Minhas escolhas para Club Classics seria “Fight For This Love” da Cheryl Cole, “We Belong Together” da Mariah Carey ou “Umbrella” na versão da Mandy Moore… Já uma música para me levar à final seria “You’ve Got The Love” da Florence + The Machine, “With Or Without You” do U2, “One Last Chance” do James Morrison, “Listen” da Beyonce ou “In My Place” do Coldplay…

2 Responses to The X Factor 7.27 – Top 5 – Semifinal

  1. Jana disse:

    Isso eu tenho q comentar: “Show Me Love” é da minha epoca,tipo era a musica de baladinha que todo mundo gostava,ok ok #shame haha.. mas eu gostei do modo q ela cantou essa,ficou bem diferente do original,mas ficou bom!
    Ah Cher oq eu posso falar de vc?canta bem,sem duvidas,mas já esta cansando o mesmo estilo toda vez,acho q ela nao consegue disputar o primeiro lugar…
    Olha pra quem ta doente,ate que o Matt cantou bem a primeira,mas na segunda parece que ele nao tinha mais folego pra puxar os seus gritos costumeiros,ficou algo meio tremido….espero que nao o prejudique mesmo..ele merece passar!!!
    Concordo contigo que a Mary (infelizmente)seja a proxima eliminada.E uma boa parcela de culpa esta nas escolhas de Louis…velho doido mesmo viu…ele nao pode se aposentar pra na proxima temporada trocarem de jurado? hahahah
    E vamos ver oq vai acontecer amanha … GO MATT GO MATT !!#crossedfingers³³ pra ele =)

  2. @ZePicelli disse:

    Por mais que adore Matt e Cher, tenho que admitir que Rebecca reinou.
    Cher fez um bom trabalho (principalmente com a segunda música), mas faltou algo. Adoraria ouvir essa versão em estúdio, assim, não teria umas falhas que ela apresentou aqui e ali.
    O mesmo digo de Matt. You’ve Got the Love tinha de tudo para ser outro grande momento dele na competição mas, infelizmente, devido à flu, he didn`t delivered.
    Agora Rebecca, meu Deus, que incrível! As duas músicas foram excelentes. A segunda talvez se sobressaia um pouco pelo quesito emoção, mas acho que prefiro a primeira por mostrar um lado não muito explorado dela. O que me impressiona nela é a calmaria e a segurança que ela passa, independente se ela está na comfort zone dela ou não – no caso da primeira música, estava longe de sua zona de conforto e, mesmo assim, mostrou-se no comando o tempo todo.

    Enfim, por mais que adoraria ver Matt levando o título, tenho que ser justo e torcer por Rebecca, afinal, esse título merece ser dela. Um segundo lugar para Matt está de bom tamanho. (Sorry, bud)

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: