Review: In Treatment – 3ª Temporada – Week 4 (3×13-3×16)

A vida me atrapalhou e acabei não tendo tempo suficiente pra me dedicar às trabalhosas reviews de In Treatment, mas agora que encontrei um tempo vou fazer uma hora extra aqui no Blog pra dar conta de comentar tudo que aconteceu nas últimas semanas nessa incrível temporada de In Treatment. Então vamos à week 4

3×13 – Sunil –  Week 4

A cada sessão a pergunta “O que se passa pela cabeça do Sunil?” fica mais e mais angustiante. Nesse quarto encontro com Paul, Sunil, como sempre, antes mesmo de se sentar no sofá do consultório de Paul, já vem armado com críticas em relação a sua nora, Julia. Cada dia que passa parece que as coisas vão ficando piores entre Sunil e Julia (e consequentemente Arun!), a convivência dos dois é péssima e tudo tende a piorar ainda mais agora que Sunil está convencido de que Julia está tendo um affair com um cara que trabalha com ela, um tal de Ethan Barr que Sunil apelidou de “Pale Fox”.

Sunil está praticamente virando um stalker de Julia, não bastasse ele revirar as coisas dela e encontrar uma caixa de anticoncepcional (que o faz acreditar que ela está mesmo traindo o marido, já que os dois estão querendo ter mais um filho), agora ele deu pra acordar no meio da noite e ficar observando Julia e Arun dormindo. Estranho demais, né?

Ahh e aquele sonho bizarro de Sunil? Eu começo a ter muito medo do que pode vir a acontecer entre Sunil e Julia depois da análise que Paul faz sobre o sonho de Sunil. Devemos nos preocupar pela vida de Julia? O animal que Sunil machuca no sonho seria uma referência a nora do paciente? Tá tudo muito tenso, gente. Muito tenso!

Por fim, vemos Sunil com muita dificuldade narrando o suicídio de Malini. A dor que ele sentiu em perder a mulher que ele amava na juventude e as complicações que isso trouxe para vida dele. Pô e no meio disso tudo temos Paul, que luta para tentar compreender Sunil, mas a cada dia esse cidadão se mostra mais complexo e difícil de compreender do que imaginávamos. Só um adendo: Irrfan Khan, você é um gênio!!!

3×14 – Frances – Week 4

Esse episódio de In Treatment já começa de um jeito muito especial. Temos uma breve aparição de Rosie, filha de Paul, e é muito bom ver a Mae Whitman mais uma vez dando vida a Rosie, que nem de longe se parece com aquela adolescente problemática da primeira temporada. Ela agora tá toda compreensível, simpática e se dando bem com Paul. É sempre bom ver esses momentos felizes em In Treatment.

Com o gancho de “momentos felizes” precisamos comentar a sessão da Frances que logo vai comentando a empolgante estreia da peça dela. A peça foi um sucesso, Frances afirma ter sido elogiada por todos e ter sido aplaudida de uma forma muito bacana e, claro, Paul logo deduz que ela deva estar sentindo aquela sensação de satisfação. Mas calma Paul, não é bem assim.

Paul: You must feel satisfaction. What happens between than and now?

Frances: I go home. The apartment is dark, the fridge is empty.  I open a can of soup. It’s a nasty hangover…my life!

Esse quote define exatamente o que acontece com Frances, é uma solidão desesperadora que é de partir o coração (daqueles que gostam da personagem!).  É meio triste ver Frances convidando Paul para assistir a peça dela, já que ela se vê sem ter ninguém em sua vida, nem mesmo para prestigiar seu trabalho no teatro.

Não fosse só isso, ainda temos toda a situação com Patricia, que parece ser pior do que imaginávamos agora que Frances revelou que a irmã acredita que a saúde da mãe piorou por causa dela. É triste demais ver Frances se emocionando com um elogio que a filha fez a ela, mas não, não, não pensem que Izzy está falando com Frances, pelo contrário, Frances vê o elogio que a filha lhe fez ao invadir a conta do e-mail de Izzy e revirar todos os e-mails que tinham lá. Pobre Frances!

3×15 – Jesse – Week 4

Depois de uma sessão inesquecível (ep. 3×09), Jesse volta com mais problemas ainda. In Treatment tem uma capacidade maravilhosa de construir personagens adolescentes (e seus conflitos), se na primeira temporada Sophie foi brilhante, na segunda temporada April roubou a cena, nessa terceira temporada Jesse não deixa a desejar e está honrando o nível dos outros pacientes adolescentes que passaram pelo consultório de Paul.

Dessa vez o grande problema foi a carta que Kevin (pai biológico de Jesse) mandou para Jesse, tentando mais uma vez entrar em contato com o filho e essa carta coloca uma série de questões na cabeça de Jesse. Primeiro, vemos um Jesse totalmente diferente, não mais aquele adolescente determinado a fugir de casa e ir morar com seus pais biológicos. Jesse agora reconhece o esforço de Marisa e Roberto demonstrando uma raiva imensa em relação a Karen e Kevin, que o abandonaram quando ele era criança.

Roberto descobre que Kevin mandou uma carta pra Jesse e isso, claro, o deixa revoltado de uma forma que Jesse nunca tinha visto na vida, e é nessa revolta de Roberto que Jesse se sente amado. São poucas as oportunidades que isso acontece, mas de vez em quando Jesse deixa de ser um adolescente-enxaqueca e, por trás de todos os problemas que vive, ele demonstra ser alguém legal.

Jesse, no entanto, continua tendo problemas com Marisa. E é nessas horas que dá uma vontade de dar uns bons murros na cara dele, porque a Marisa parece ser uma mãe incrível e Jesse insiste em implicar com a fé e atitudes dela. Porra Jesse, deixa tua mãe rezar em paz. Ahh e ainda teve a carta que Jesse escreveu (e não mandou!) como resposta e recusa a proposta de encontro com Kevin, ou seja, esse foi um daqueles episódios que aconteceram muitas, muitas coisas. E sempre com uma qualidade incrível!!!

 

3×16 – Adele – Week 4

Pronto, agora me declaro devoto da Adele e ainda mais, digo para vocês honrarem essa mulher e não usarem o santo nome dela em vão!

Esse episódio foi um dos melhores da temporada até agora, Paul e Adele são uma dupla sensacional e putaquepariu, essas sessões estão tão profundas que tenho até medo de onde elas podem chegar. Paul continua demonstrando sua preocupação com a doença (que ele não tem) e com o fato de Max já suspeitar que ele está doente. Aquele turbilhão de sentimentos voltam a cair nos ombros de Paul: Será que Max vai ter que perder sua infância pra cuidar do pai doente? E a doença, será que vai passar pra Max?

No meio disso vemos um Paul infeliz, desanimado e sem paixão nenhuma pela vida. Se antes Paul era apaixonado pelo seu trabalho, agora ele parece que já quer se ver livre dos problemas dos outros e não demonstra mais ter o interesse que uma terapeuta como Adele tem por seus pacientes. How sad is that?

E paixão é a palavra que define esse episódio. MEU DEUS, como a gente consegue viver depois de ver Paul revelando que pensa em Adele quando está tentando transar com a namorada dele?! CARA, é Paul & Laura (na versão inversa!) all over again??! O clichê da transferência aparece aqui, mas qual o fundamento disso? Paul quer viver através da paixão que Adele sente pela vida, da mesma forma que ele fazia com Kate e com Wendy??

A Adele não foge da revelação de Paul, mas, claro, parece engolir em seco ao se deparar com a revelação. O olhar dela parece confuso, com um estranhamento e realmente fica difícil entender o que passa na cabeça dela. Mesmo assim Adele encara a “bomba” que Paul solta, diferente de Paul que parece não querer discutir esse assunto, Adele não vai deixar isso quieto, mas infelizmente por causa do tempo esse é um assunto que ela só poderá discutir na semana que vem.

Sobre Aécio Rocha
.

One Response to Review: In Treatment – 3ª Temporada – Week 4 (3×13-3×16)

  1. Nataly disse:

    Gostei muito da review… só um detalhe no episódio do Jesse: o Roberto não descobre que o Kevin mandou uma carta, mas sim que a Karen ligou para a casa deles…

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: