REVIEW: America’s Next Top Model 15.10 – Kyle Hagler

Liz, are you there?

MEDO, muito medo… Embora Liz tenha sido eliminada na última semana, aparentemente seu espírito baixou na Chris e agora virou a rainha das reclamações…

Reclamou de estar no bottom 2, de estar cansada da competição, de querer que tudo termine logo e de já estar se preparando para ser eliminada.

Liz, sai desse corpo que não te pertence e nos devolva a Chris bozo.

O segundo episódio que mais espero em todos os ciclos de ANTM são os go-sees (castings), que sempre nos rendem boas risadas com as meninas ficando perdidas e aflição com minhas favoritas se dando mal.

Mal chega a noticia que este será o próximo desafio, e Chris já reclama de ficar perdida pelas ruas de Milão.

Enquanto isso, Chelsey quase dá pulos de felicidade já que é mais experiente com go-sees do que o restante das meninas e Ann está preocupada que sua “nerdice” e timidez atrapalhem seu desempenho.

Chegando ao QG da IMG, as meninas são instruídas por Tyra em como organizar seu portfolio e também divide seus erros em inicio de carreira.

Portfolio organizado, as meninas têm quatro horas para visitar quatro lugares, sendo um destes lugares Versace.

Chris e Jane decidem unir forças para encontrar os quatro lugares, enquanto Chelsey e Kayla também juntam forças com Ann correndo atrás delas como um filhotinho de rua procurando por um dono.

Jane e Chris são as primeiras a chegar à Versace. Jane é elogiada por seu visual ser “fresco”, mas seu desfile é criticado e Chris é criticada por suas proporções e é comparada a uma modelo dos anos 80.

Após um bom tempo, Chelsey, Kayla e Ann finalmente chegam à Versace.

Chelsey foi elogiada por suas proporções, porém não a contrataria, pois seu visual é de temporadas atrás.

Kayla é elogiada pelo visual, mas Versace não a contrataria para desfiles, talvez editoriais.

Já Ann, apesar de seu andar estranho, seria contratada tanto para desfiles quanto para campanhas. (Yay!!)

Jane e Chris decidem retornar à IMG depois de visitar apenas um go-see, com 1h30 de folga…

Das outras três meninas, apenas Chelsey consegue encontrar outro go-see e voltar a tempo, um diretor de casting para vídeos, que gosta do potencial e a contrataria…

Kayla e Ann têm o azar de ficar perambulando pelas ruas sem que os locais as ajudassem, ficando ainda mais perdidas, fazendo com que Ann retorne com 25 minutos de atraso e Kayla com 45 minutos.

Chelsey é escolhida como a vencedora do desafio por ter ido à 2 dois go-sees e ter sido contratada por um deles, e ganha uma jaqueta da Versace (e não é falsa hehe), enquanto Jane e Chris só visitaram um e não conseguiram ser contratadas.

Enfim, como podem ver, os go-sees foram uma decepção, assim como episódio de makeovers foi… O que tá acontecendo com essa temporada?

Pessoas boazinhas realmente não funcionam em reality shows.

Photoshoot / Comentários dos jurados

Pra animar ainda mais essa temporada cheia de emoção e energia (#NOT), nada mais sensato do que pintar as meninas das cabeças aos pés de branco/cinza (estou meio daltônico hoje) e fazê-las brincar de estátua enquanto um modelo masculino finge ser o escultor que não consegue pegar mulheres vivas e agora quer pegar suas criações.

Acho que basicamente isso resume a photoshoot da semana, que é fotografada pelo Nigel Barker.

Brincadeiras a parte, gostei do conceito e o fato das meninas terem que transmitir emoção ao mesmo tempo em que devem ser críveis como estátuas.

Kyle Hagler, gerente da IMG é o jurado convidado da semana.

Jane – Boring Jane está de volta, durante toda a sessão Jane se limita a posar em vez de sentir uma conexão com o modelo e interagir adequadamente com o contexto da photoshoot. Jane até admite não saber muito bem o que está fazendo. Quando Mr. Jay pergunta o que a faz sentir paixão, a garota diz lacrosse… Então tá né…

Após algumas criticas do Jay e Nigel, Jane simplesmente começa a chorar, pois acha que detonou suas chances de continuar na competição.

André gosta somente da parte inferior da pose da Jane e diz que a parte superior ficou entediante e sem emoção. Nigel a critica por não ter dado seu melhor durante a sessão e mais uma vez Jane cai em lágrimas, dizendo que tem uma personalidade e que quer evoluir.

Chelsey – Simplesmente genial o modo como a Chelsey entrou no “personagem”, a paixão, o modo como interagiu bem com o modelo… Por mais que procurasse algo de ruim para dizer dessa sessão, não encontrei.

E ao ver a foto, uma palavra me vem a cabeça, “sabotagem”. Não que a foto seja ruim, mas baseado no que vimos durante a sessão, não é possível que Chelsey não tenha feito uma foto melhor do que essa.

Nigel diz que ficou impressionado e diz que foi um prazer fotografá-la, mas Tyra diz que apesar de ser uma de suas fotos favoritas da semana, sente que na foto Chelsey não é uma modelo, apenas uma linda mulher pintada de branco.

Ann – Ann is freaking back!!! PQP, finalmente a Ann do começo da competição está de volta arrasando.

Como Mr. Jay disse, Ann realmente tem esse lado criativo e artístico, e usou seu aparente conhecimento sobre escultores da época.

Nigel diz que Ann é uma boa modelo, mas acha que ela não sabe expor emoções muito bem e é muito tímida. Kyle diz que é uma boa foto, mas diz que não vê emoção em nenhum lugar em sua foto e que para ser uma modelo de sucesso é preciso de personalidade. André e Tyra dizem que é uma fantástica foto de high fashion, mas concordam que falta um ingrediente muito importante, que é personalidade.

Kayla – A cada semana, Kayla vem crescendo cada vez mais. Kayla ignora seus medos de interagir com o modelo masculino e também arrasa com suas poses e me surpreendeu o modo como ela não hesitou em interagir com o modelo.

Os jurados elogiam sua linguagem corporal na foto.

Chris – Durante o desafio da semana, Chris torceu o tornozelo e manca durante todo o resto do episódio.

Na photoshoot, Chris começa forte e cheia de paixão, mas conforme a sessão progredia, Chris sucumbe à dor e a seu desempenho vai pelo ralo.

Nigel diz que sentiu que Chris não queria mais estar na competição quando estava fotografando-a. Kyle diz que sua pose ficou muito forçada. E Tyra diz que o close em seu rosto é entediante.

E como já era de se esperar, todas as meninas levam um puxão de orelha gigantesco por terem visitado apenas 1 go-see, com exceção da Chelsey e são lembradas da importância que os go-sees terão em suas carreiras.

E finalmente, a modelo de catalogo é eliminada… Apesar de ter me entretido em todos os episódios, Chris tinha que ter vazado há muito tempo atrás.

E tenho que admitir, apesar de ser uma ciclo extremamente entediante e fraco, esse Top 4 é um dos mais fortes que já vi.

Semana que vem teremos eliminação dupla e não quero ver ninguém sendo eliminada, talvez a Jane…

Assista o episódio: Parte 1 | Parte 2 | Parte 3 | Parte 4 |

One Response to REVIEW: America’s Next Top Model 15.10 – Kyle Hagler

  1. tiago disse:

    ai , serio.. mais uma vez: esse ciclo tá dificil..

    bom, pelo menos a eliminação foi justa, pois Chris não tem nd de modelo né.. agora as finalistas são fortes, mas sinto que a produção não vai deixar a Chelsey ganhar, a foto escolhida não é nada do que vimos durante o video do photoshoot, pena.. e o foco está na Ann e Kayla

    to com o outro episódio aqui, vou ver no sábado, pelo preview será BOMMM

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: