E você aí, já deu uma chance para Outsourced?

Outsourced, pra mim, era aquela série fadada ao fracasso e que logo seria cancelada porque como eu mesmo pensava: quem diabos iria assistir uma série estúpida como essas?. No entanto, nos últimos dias li a notícia de essa série “estúpida”, que pegou o horário da minha amada Parks and Recreation na grade da NBC, tinha acabado de ganhar uma temporada completa. Foi então que decidi ver alguns episódios da série, só para poder falar mal depois, mas acontece que eu ADOREI a série e já me considero um (dos poucos) fãs da ótima Outsourced.

A série já começa com um piloto no mínimo curioso. Nele temos Todd, um jovem gerente, que se ver forçado a aceitar o “convite” do seu chefe para cuidar da central de vendas da empresa, que havia sido terceirizada para a Índia, já que caso ele não aceitasse a oferta, ele seria demitido como todo o resto dos funcionários da empresa. Daí surge toda a história de Outsourced.

Logo de inicio fica impossível não curtir o choque de culturas, que claro, é algo que já esperávamos que fosse acontecer e já conseguimos até prever muitas das piadas, mas mesmo a série consegue mostrar nos seus primeiros minutos que tem o potencial de ser uma excelente comédia.  Não sou muito fã dessas comédias étnicas (?), porém Outsourced tem um charme que conquista a gente depois de alguns episódios e aí fica difícil de largar a série.

Todd é um ótimo personagem, mas fica quase impossível que ele não seja ofuscado pelo “núcleo” hindu da série que é incrível. Asha, Manmeet, Madhuri. Rajiv e Gupta são hilários, cada um  tem seu momento de genialidade nos primeiros episódios da série. Logo de cara, no piloto, já achei sensacional as cenas do Todd conversando com o Manmeet, em especial aquela deles falando sobre namoro, a reação do Manmeet ao saber que é possível, na cultura ocidental, namorar com várias mulheres e não ter necessariamente que casar com nenhuma delas, é no mínimo digna de ser repetida várias vezes pra continuar gargalhando.

Falando em casamento, outro grande trunfo da série é o Rajiv que é um dos meus personagens preferidos. O Rajiv está para Outsourced como Michael Scott (The Office), Ron Swanson (Parks and Recreation) e Jack Donaghy (30 Rock) estão para as suas respectivas séries, então não precisa que eu diga mais nada, né?

Temos ainda a estranha e adorável Madhuri, que não podia estar mais perdida com toda essa cultura americana que ela se viu inserida ao iniciar o trabalho na central de vendas da Mid America Novelties. Ela é com certeza a que mais sofre com esse choque cultural e isso nos garante ótimos momentos.

Mas, claro, não podia ficar faltando um mulherão para a série, e ela é a Asha, que aos poucos vai conquistando o Todd e com isso ficamos todos torcendo para que as coisas deem logo certo entre eles, porque é visível que os dois personagens têm uma química muito boa e isso é algo bom de se ver na televisão. A história entre os dois é bastante curiosa e traz ares novos para o já batido “lenga-lenga” entre os casais das séries, a forma que a cultura influencia na história dos dois é algo muito interessante nos roteiros da série.

Falei sobre muitas coisas boas da série, mas NADA, isso mesmo, N-A-D-A na série é tão divertido quanto o Gupta. Sério, o cara é GENIAL e merece o reconhecimento, além do que, não quero viver num mundo em que as pessoas não sejam fãs do Gupta, porque seria muito injusto com ele. Não tem como não rir até morrer sufocado com as cenas do Gupta, são diversos os momentos de glória dele, pra mim, um dos meus favoritos é o pití que ele dá ao achar que ia ser demitido. PRICELESS!!!!

Com esses personagens aos pouquinhos Outsourced vai se mostrando uma ótima comédia, com roteiros muito divertidos e um elenco excelente.  A série é bem despretensiosa e acho que por isso acaba não chamando a atenção das pessoas. A audiência da série está sendo suficiente pra manter ela no ar, o que está longe de ser o ideal, mas que já é uma grande vitória porque a série vai seguindo sendo exibida pela NBC e com a noticia de que vamos ter uma temporada completa é impossível não querer comemorar a novidade com os poucos fãs da série.

Outsourced está longe de ser uma Modern Family ou uma Community da vida, mas mesmo assim a série está se mostrando (junto com Raising Hope e Boardwalk Empire) uma das poucas coisas realmente interessantes que essa Fail Fall Season nos trouxe esse ano. A série vale a pena e merece ser conferida. O legal  (defina legal, Aécio!) é que a partir da próxima semana estarei fazendo as reviews dos episódios de Outsourced, então FAZ O FAVOR de aproveitar esses dias para assistir os cinco primeiros episódios da série e vir aqui depois comentar na minha review do episódio 1×06 que promete ser um dos mais geniais até agora.

Vejam Outsourced!! Sem mais.

Sobre Aécio Rocha
.

4 Responses to E você aí, já deu uma chance para Outsourced?

  1. @ZePicelli disse:

    Até o momento eu estava evitando a série para não me apegar a mais uma comédia, mas agora que me toquei que ela é a causadora dos meus calafrios de abstinência de Parks, mais um motivo para eu passar longe! hahaha

    OK, darei uma chance, mas nas férias (Y)

  2. Pingback: Retrospectiva 2010: Um dos anos mais chatos da TV? « Ritual de Séries

  3. Didi disse:

    Eu curti demais e tbem pensei que a série seria chata, mas pelo contrário, a série é super divertida. Tomará que seja renovada, pois merece. O ator que interpreta o Rajiv é sensacional.

  4. Lucas Silva disse:

    Viciei em outsourced e depois de ver todos os episodios da temporada leio q cancelaram… To puto!!

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: