REVIEW: The X Factor 7.08 – Bootcamp Parte 2

Dando continuidade a fase Bootcamp, os participantes terão uma última chance de impressionar Simon, Louis e Nicole Scherzinger.

Katie Waissel – “To Make You Feel My Love”: Surpreendentemente nada que ela fez me irritou. Gostei do que fez com a música, a emoção estava quase no ponto certo, minha única ressalva é que a voz não parece ser forte o bastante, em momentos parecia que a voz não ia sair.

Diva Fever – “Bad Romance”: Apesar de não serem fortes vocalmente, adoro essa dupla, são engraçados, felizes como Same Difference era e dão o melhor de si.

O começo da música foi um desastre de tão fora de sincronia que os dois estavam, mas a apresentação foi progredindo aos poucos apesar da afinação não estar no ponto desta vez.

Acredito que um pouco mais de treino não teria feito mal para essas divas.

Justin Vanderhyde – “A Song For You”: Olha, o duende super bronzeado da Xuxa melhorou o vocal desde a última vez que vimos ele, mas ainda assim, não o bastante. Volte para o parque da Xuxa.

Twem – “We Belong Together”: Adorei a escolha da música, vocal foi melhor do que da Diva Fever (sua competição mais direta), mas não trouxeram o espírito certo para a música, gostaria de ter visto uma interpretação mais emocional.

Wagner Fiúza-Carrilho – “Footprints In The Sand”: Quem adivinharia que esse tiozão escolheria uma música da Leona Lewis?

Simplesmente não funcionou, parecia que ele estava falando a música ao invés de cantar, teria sido interessante se ele tivesse cantado a música num estilo mais ópera, como na sua audição.

Aiden Grimshaw – “This Year’s Love”: Começou bem, em certo ponto esqueceu a letra e daí pra frente foi uma briga para manter o nervosismo sob controle.

Os jurados estão certos, suas apresentações são muito interiorizadas, Aiden precisa se conectar melhor com o público, mas apesar disso e algumas desafinações, foi uma boa performance.

Annastasia Baker – “A Song For You”: Vocal bom e tal, mas não gostei muito da música para ela, gostaria de ter visto algo mais contemporâneo.

Elesha Moses – “Fix You”: Escolheu uma música difícil e que não tem muita melodia para ajudar a cantar, e isso prejudicou seu vocal.

Husstle – “Born This Way”: Tenho a impressão de que se preocupam mais com a dança do que com o vocal, mal conseguia entender o que elas estavam cantando.

Rebecca Ferguson – “Like A Star”: Lembra da Amanda Overmyer (American Idol – 7ª tmporada) e como dava pra saber como a próxima música iria soar sem precisar escutar?

Com a Rebecca tenho a mesma impressão, seja lá qual música ela cantar, vai sempre parecer a mesma coisa.

De qualquer forma, foi um vocal muito melhor comparado a sua audição.

Nicolo Festa – “Life On Mars”: Vocal competente apesar de Nicolo ter de “brigar” com o playback que estava muito alto. Falta se conectar com a música e o público.

Paije Richardson – “To Make You Feel My Love”: Bom vocal, não trouxe nada de novo ou pessoal para a música, ficou faltando aquele algo a mais.

Jo Beetlestone – “The First Time Ever I Saw Your Face”: Jo está de volta!!!

Acho sacanagem mostrarem tão pouco de suas performances…

Vocal forte, emoção no ponto, tudo para dar certo.

John Adeleye – “What’s Going On”: Nunca imaginei escutar esse clássico nesse ritmo.

Gostei do toque que deu à música, ficou interessante, soube envolver quem está assistindo e tem uma boa voz.

Raquel Thomas – “Like A Star”: Essa garota tem algo de especial, sua voz pode não ser das melhores, mas há algo nela.

Mary Byrne – “The First Time Ever I Saw Your Face”: Com apenas alguns segundos, Mary mostra que é uma das vozes mais fortes da competição. Não tem como não amar a Mary.

Gamu Nhengu – “To Make You Feel My Love”: Retiro minhas comparações dela com a Hayley Vaughn, Gamu pega e faz da Hayley seu pano de chão.

Vocal perfeito e conexão incrível com a música que me deixou com nó na garganta e Louis em lágrimas. A melhor apresentação deste episódio sem dúvidas.

Hora dos jurados decidirem quem irá seguir adiante para a fase Judges’ House, e como sempre há pequenas brigas em quem eliminar ou não.

Nicole não acha justo com os competidores mais velhos competirem com pessoas tão jovens que tem por volta de 26/27 anos (vide Matt Cardle, Treyc Cohen e Marlon McKenzie) que são fortes candidatos e é decidido que a categoria Over 25’s se torne Over 28’s.

Outra mudança é quem ao invés de apenas 6 participantes de cada categoria irem para a próxima fase, 8 terão a oportunidade.

Resultados


Girls: Katie Waissel, Raquel Thomas, Keri Arrindel, Treyc Cohen, Annastasia Baker, Rebecca Ferguson, Cher Lloyd e Gamu Nhengu.

Concordei com a maior parte, mas trocaria Keri e Annastasia pela Rebecca Creighton e Jo Beetlestone.

É de cortar o coração a reação da Jo, sentirei saudades…

Over 28’s: Stephen Hunter, Yuli Minguel, Storm Lee, Wagner Fiuza-Carrilho, Justin Vanderhyde, John Adeleye, Mary Byrne e Elesha Moses*.

A categoria mais fraca, torço somente pela Mary. John e talvez Elesha.

Se vocês repararem, somente 7 nomes foram oficialmente chamados durante o episódio.

*Há rumores de que Shirlena Johnson teria sido uma das escolhidas para o Judges’ House, mas por preocupações com sua saúde mental, Elesha Moses substituiu a moça.

Groups: Twem, The Reason, Diva Fever, FYD, Princes & Rogues, Husstle, *Belle Amie (Rebecca Creighton, Esther Campbell, Geneva Lane, Sophia Wardman), *1 Direction (Liam Payne, Louis Tomlinson, Niall Horan, Harry Styles, Zain Malik).

Incrivelmente tenho vários favoritos nessa categoria, torço para Princes & Rogues, FYD, Husstle e Diva Fever nessa ordem.

Torço para que o grupo da Rebecca de certo, mas duvido que algum desses novos grupos de certo.

E não concordei com o Liam nesse grupo, deveriam ter colocado o Tom Richards no lugar dele.

*Grupo formado durante o Bootcamp.

Boys: John Wilding, Nicolo Festa, Paije Richardson, Aiden Grimshaw, Marlon McKenzie, Karl Brown, Matt Cardle e Tom Richards.

Esperava uma categoria mais forte, mas torço para Matt, John, Aiden e Marlon.

Segue os mentores e suas categorias:

Danni – Boys

Cheryl – Girls

Simon – Groups

Louis – Over 28’s

Todos aparentemente estão satisfeitos com suas categorias, exceto Louis que está miserável, e não é pra menos.

E assim encerramos mais um ótimo episódio, semana que vem será a última etapa antes do aguardado Top 12 e fiquem de olho, pois a ex-jurada Sharon Osbourne estará de volta.

Assista o episódio: Parte 1 | Parte 2 | Parte 3 | Parte 4 | Parte 5 | Parte 6

One Response to REVIEW: The X Factor 7.08 – Bootcamp Parte 2

  1. @ZePicelli disse:

    Uma palavra: GAMU.
    Realmente da água para o vinho! E a comparação com Hayley (AI) é inevitável. Foi uma excelente performance. Extremamente emotiva e conectada com a música.

    Fiquei curioso de ver Mary. Pena que não achei o video. Que tal você colocar no seu iPod para eu ver, hein hein hein? hahaha

    Quanto a escolha dos mentores, estou ansioso para ver Cheryl cuidando de Cher.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: