Review: Survivor Nicaragua S21E02 – “Fatigue Makes Cowards of Us All”

Survivor é o MELHOR reality show da televisão. Isso mesmo, o MELHOR REALITY SHOW DA TELEVISÃO MUNDIAL.  Sabe aquela sensação de assistir uma coisa tão sensacional que sua cabeça parece que vai explodir de tanta emoção?! Então foi justamente isso que senti assistindo os 43 minutos desse segundo episódio de Survivor Nicaragua.

Nunca tenho grandes expectativa pra os começos de temporadas de Survivor porque é comum que as coisas demorem a acontecer, que as alianças e conflitos só apareçam lá pelo quarto ou quinto episódio da temporada, quando a competição começa mesmo a pegar fogo. No entanto, pra minha alegria, em Survivor Nicaragua a tensão começou muito cedo e essa semana La Flor e Espada nos deram momentos memoráveis, que facilmente entrarão para aqueles momentos históricos desse reality show que tanto amamos.

Nossa aventura essa semana começa com os nossos velhinhos, mas não, não estamos na fila do INSS e sim na Older Tribe/Espada. O clima na tribo está bem animado e o Jimmy J., que no episódio anterior estava ameaçado de ser eliminado, essa semana já demonstra ser o macho alfa da tribo. É ele que diz o que cada um deve fazer, quais são as tarefas e funções de cada pessoa dentro da tribo, e bacana é ver que o Jimmy J. está fazendo o jogo que ele pretendia, aos poucos está conquistando seu espaço na tribo e não tenho dúvidas de que muito em breve ele que vai ser a mente por trás de alguma aliança forte lá em Espada.

Enganam-se aqueles que acreditavam que em Espada iria reinar a paz e que os velhinhos fossem passar o dia todo jogando bingo e fazendo crochê, porque depois da eliminação da Wendy a insanidade encarnou na Holly que teve um momento de surto que deixaria a Tina do BBB2 assustada. A maluca da Holly inventou de jogar fora a comida que a Jill tinha passado horas “preparando” e como resultado disso todo mundo da tribo, CLARO,  começou a falar mal dela, só que depois de ouvir alguns comentários que o Jimmy T. fez a respeito da sanidade dela, a maluca resolve se vingar pegando um par de sapatos do Jimmy T., encher eles de areia e jogá-los no rio. Por que sim, qualquer pessoa normal agiria assim numa situação dessas….

Ainda sob efeito da entidade da insanidade, a Holly resolve assumir que ela que tinha furtado os sapatos e ir pedir desculpas pro Jimmy T. e para toda a tribo (que estava num momento de tensão por causa dos sapatos que tinham desaparecido). O que a Holly conseguiu com isso? Ganhar o desprezo de todo mundo da tribo e de, com certeza, ser a próxima eliminada da Older Tribe.

Enquanto isso em La Flor vemos nascer mais uma aliança, agora são Sash e NaOnka (Waka Waka Eh Eh…) que se aliam e os dois, que demonstram ser jogadores bem inteligentes, já estão querendo puxar a forte Brenda para essa aliança. Mas esse é um assunto para depois, falemos então sobre o Immunity/Reward Challenge.

No challenge dessa semana, a Older Tribe parece não querer cair no terrível erro do primeiro desafio e resolve que quer utilizar o  ”medalhão do poder” para conseguir uma certa vantagem no challenge. E para a alegria da Espada Tribe a decisão foi a mais sensata possível, já que a vitória foi facilmente conseguida por eles e a vantagem do medalhão foi o que garantiu a vitória. Duas coisas preciso comentar, primeiro, caramba, me impressionei com o desempenho físico da Kelly B. na prova, sempre fico com medo da perna mecânica dela quebrar no meio do desafio, mas ela mandou muito bem e mostrou que é tão forte quanto qualquer um da sua tribo.  E segundo, é visível o quão ruim é o desempenho de Espada nos desafios, acho que eles terão sério problemas pra ganhar qualquer challenge se eles não tiverem o medalhão do poder em mãos.

A humilhante derrota da Younger Tribe/La Flor deixou o nível de tensão bem alto na tribo. As alianças começam a se delimitar e é SENSACIONAL ver o comportamento do pessoal de La Flor depois desse desafio. Sash, NaOnka e Brenda com sua aliança firmada e Shannon e seus capangas com outra aliança, no meio disso tudo temos o indeciso Chase, que não sabe pra que lado vai e que até então tinha o que se acreditava ser o voto que ia decidir os rumos da tribo.

Brenda depois de assistir muito Survivor e ficar lendo vários tutoriais na internet de “Como ser uma (quase) Parvati em Survivor”, usou todas as suas técnicas de sensualização para mexer com a mente do Chase e logo ficou evidente para todos da tribo que o voto dele seria contra o Shannon, seu “melhor amigo” na tribo. É nessa tensão que vamos para a tribal council e posso dizer com toda certeza que essa já é um dos meus conselhos tribais preferidos na minha curta, porém intensa, história com Survivor.

Na tribal council o Jeff mal consegue dizer um “boa noite” para a Younger Tribe e o Shannon já começa a surtar falando da tensão que estava acontecendo na tribo. Muito puto da vida o Shannon fala mal do Chase, dizendo que ele traiu a aliança que eles tinham feito no primeiro dia de jogo e a AMEAÇAR (insira aqui uma denúncia) o Chase dizendo que se ele seria o próximo eliminado da competição, caso votasse com a aliança errada essa semana.

No meio disso tudo temos um fogo cruzado, com o Shannon fuzilando o Chase que tenta se explicar, mas logo assume que é Team Brenda e que não quer mais nem saber da aliança com o doido do Shannon. É LINDO ver o desespero dos argumentos do Shannon, o comportamento dele e ver até o pessoal que estão do lado dele se virando contra ele no meio da discussão. Sem falar que temos um daqueles momentos “Puta que pariu, não acredito que ele disse isso!!!” quando o Shannon resolve jogar merda no ventilador ao falar de sinceridade, de verdades e perguntando ao Sash se ele era gay, não satisfeito com isso, Shannon ainda fala sobre o estrondoso número de gays de Nova York e que o Sash era apenas mais um desses.

O clima pesado da tribal council é absurdo, não vou negar que assisti esse conselho com um sorriso gigantesco na cara e que eu ficava gritando para a televisão “É por isso que eu amo Survivor, esse é o reality show mais sensacional da história do planeta!!” e coisas do tipo. E isso tudo aconteceu antes da votação, quando chegou o momento dos votos  temos a eliminação do SHANNON por SETE VOTOS. Isso mesmo SETE VOTOS!! Até o pessoal da ex-aliança do Shannon resolveu votar contra ele.

A eliminação do Shannon prova que o jogo já começou e que a coisas vão pegar fogo agora em La Flor, ainda mais depois da NaOnka dizer no conselho, bem na frente do Fabio que ela não suportava ele. O que eu espero agora é que a Younger Tribe perca vários desafios para poder nos dar conselhos tribais tão geniais e tensos como esse dessa semana. Agora sim eu posso dizer que essa é a Survivor que nós amamos assistir e que eu já estou contando os minutos para que chegue logo a quarta-feira para poder saber quais rumos teremos em La Flor.

P.S: A NaOnka é de longe uma das personagens mais divertidas dessa temporada, eu gargalhei séculos dela pegando as meias do Fabio e de todo e qualquer comentário ácido que ela faz sobre o resto do pessoal da tribo.

P.S²: A Jill é idiota ou o que? Que espécie de pessoa desmiolada entrega completamente a resposta do enigma do hidden immunity idol para os outros? Eu quero que ela seja eliminada pra largar de ser preguiçosa e ir procurar o ídolo ao invés de ficar dando as respostas das pistas de bandeja para os outros.

Sobre Aécio Rocha
.

3 Responses to Review: Survivor Nicaragua S21E02 – “Fatigue Makes Cowards of Us All”

  1. Zé Picelli disse:

    MEU DEEEEUS! Que episódio legal! O Giro tinha comentado comigo ontem no trabalho sobre essa briga no tribal council. E realmente parece ter sido épica. Esses foram os únicos dois episódios inteiro que vi de Survivor e deu para parceper porque a série está na sua vigésima primeira temporada. A produção é absurdamente impecável, a montagem também, sem contar com os desafios.
    Alguma coisa ainda me faz preferir The Amazing Race, mas isso fica para depois.

    Falando mais sobre o episódio, foi ótimo ver alguém surtando tão cedo, com a Tina do BBB da Espada. O que ela tinha na cabeça mexendo com a comida alheia? Puta que pariu! Se eles não tivessem ganho a imunidade, com certeza ela seria eliminada.
    Mas NADA foi mais empolgante do que ver o arranca-rabo de La Flor na tribal council!!! Foi GENIAL! Eram alfinetadas para todos os lados. Confesso que fiquei chateado com a saída de Shannon, afinal, a gente sempre torce pro personagem mais polêmico ficar o maior tempo possível pois isso é meio que garantia de barracos e diversões, mas sua saída foi extremamente justa.
    Não temos Shannon mas continuamos com a WakaWakaEhEh. MEU DEUS, RACHO O BICO COM AS CARETAS DELA!
    Por mais que eu ache o Fabio um dumb blonde, fiquei do lado dele na briguinha com a moça.
    “Can we vote?”
    “Can we?”

    ÉPICO!

    Valeu Comadre e Giro por fuder minha vida acadêmica me fazendo ficar viciado em Survivor!

  2. Aécio Rocha disse:

    Esse Tribal Council foi épico e já tá entre os meus preferidos junto com alguns CLÁSSICOS de Micronesia e Heroes Vs Villains. É demais ver as caras e bocas da Na’Onça, né? A mulher me faz gargalhar até o infinito e o gene barraqueiro dela me faz querer que ela dure um bom tempo na competição.
    O que me alegra na saída do Shannon é que a coisa na tribo vai ficar tensa agora e além do que, prefiro que saia ele do que a Brenda que ainda parece ser uma boa jogadora e bem manipuladora, o que é sempre bom de ver em Survivor.

    Muito bacana saber que os amigos do Ritual de Séries agora também estão assistindo Survivor.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: