Review: True Blood 3.01 – “Bad Blood”

Apesar de adorar True Blood, eu mal lembrava da série desde que a 2ªtemporada acabou, há pouco mais de um ano atrás (tirando um momento ou outro que eu me pegava cantando “Bad Things” e aí refletia como a série faz falta). Mas nas últimas semanas, com o fall season acabando e duas das minhas séries favoritas indo embora pra sempre, comecei a ficar cada vez mais ansioso para o retorno de Sookie e cia. e agora que finalmente chegou…

Foi ótimo e valeu por rever os personagens mas… faltou alguma coisa.

Talvez foi porque eu esperava um episódio mais espetacular e cheio de grandes momentos e na verdade, só tivemos a continuidade de todos os cliffhangers do season finale e uma leve, mas nem tão clara apresentação da trama que vai mover a temporada, além de algumas cenas que, ao invés de terem alguma função na história, apareceram só pra chocar (e True Blood sempre teve dúzias de cenas que andam na linha tênue entre o necessário e a violência e sexo gratuito).

Já que toquei no assunto, melhor falar logo a bizarrice: o que foi aquela cena entre Bill e Sam? Antes de mais nada, quando digo “bizarrice” não me refiro ao fato de ser… o que é, mas sim de toda a cena parecer um filme pornô barato. E o pior: pareceu uma cena solta no resto do episódio, que Alan Ball colocou ali só por colocar mesmo, porque ia deixar todo mundo chocado. Se Sam vai começar a fantasiar mesmo, eu não sei, mas só espero que essa cena sirva pra alguma coisa futuramente. De qualquer modo, foi tão bizarro que chegou ao ponto de ser engraçado.

Agora, vamos ao que importa: o sequestro de Bill. Apesar de ter sido um cliffhanger bem menos agoniante que o da 1ªtemporada (quem esquece do pé saindo do carro e todo mundo pensando que era Lafayette?), foi o suficiente para nos deixar malucos para ver como a história ia continuar e, até agora, foi bem menos interessante que eu pensava que seria, até os últimos minutos do episódio, que introduziram as criaturas que vão aparecer – antes tarde do que nunca – na série: os lobisomens.

Antes de continuar, um desabafo: peloamordedeus, lobisomens são híbridos de homens e lobos, NÃO são lobos grandes e raivosos! Pô Alan Ball, sempre elogiei True Blood por ser o único lugar atualmente que  mostra vampiros de um jeito decente e aí você vai lá e faz exatamente o que a franquia dos vampiros-brilhosos fez com os lobisomens, transformando eles em lobos bobocas?  De qualquer modo, tirando essa revelação final e Bill honrando toda a maldade dos vampiros ao se alimentar de uma pobre e indefesa velhinha, toda a história do seu sequetro não me empolgou muito, até porque em boa parte do episódio ficou na mesma.

Mas pelo menos, isso levou Sookie ao Fangtasia, que teve uns acontecimentos bem interessantes, como o retorno do Magistrado, interpretado pelo sempre excelente Zeljko Ivanek  – adoro a ideia desse ator de vampiro, o cara é sensacional – e Evan Rachel Wood continuando a dar o ar de sua graça como a Rainha Sophie-Anne, que só fica melhor a cada episódio (e ela estava sensacional nesse, em todos os sentidos). Por fim, na turma de vampiros bad-ass da série, temos Pam, que pelo jeito virou personagem fixo, o que me deixa extremamente feliz, já que toda vez que ela aparece a série parece ficar mais interessante.

Aí temos a trama de Tara, que faz o sequestro de Bill parecer a coisa mais sensacional da televisão nos últimos tempos. Eu não sei em que ponto isso aconteceu, mas de repente, a amiga de Sookie ficou chata num nível que já está ficando difícil de suportar. Certo, entendo que ela perdeu um grande amor e isso não é fácil de superar, mas meu Deus, acho que mostraram isso da forma mais insuportável possível. Só não quero que ela morra porque se isso acontecer, não teremos mais sua mãe na série, que é sempre uma ótima presença, além de Lafayette, que pode ficar chato igual a prima se ela morrer.

Mas nada foi mais divertido que Jason Stackhouse, que na temporada passada virou um dos melhores personagens da série e agora se esforça cada vez mais para manter esse posto. Nessa premiere, foi ele o responsável por uma das prováveis grandes frases de 2010:

Conscience off… Dick on!

Repitam comigo… tá, parei. De qualquer modo, é bacana ver ele tentando “voltar as origens”, porque agora sabemos que ele não é completamente pateta, então essa mistura de personalidades do personagem, da época que ele era só um bocó viciado em sexo e de quando ele adquiriu mais maturidade, na temporada passada, acabou rendendo muito para ele, que se tornou um ótimo personagem na série.

Por fim, o arco tão sensacional prometido para Jessica acabou rapidinho quando ela não soube se controlar e, na brincadeira, matou o primeiro cara do qual se alimentou. Apesar de querer ver ela de vamp-bitch, curti essa mudança de rumo, por ela ser obrigada a se virar sozinha, sendo uma vampira relativamente nova. Ah, a parceria dela com Sookie também me pareceu extremamente promissora.

True Blood começou com o mesmo ritmo da 2ªmetade do finale da temporada passada: meio morno, mas ainda acima da média da grande maioria das séries atuais. Não tem como não esperar mais uma grande temporada e, independente de tudo isso, a verdade é: foi ótimo rever todos esses personagens não foi? É bom voltar pra Bon Temps.

Nota: 8,5

One Response to Review: True Blood 3.01 – “Bad Blood”

  1. Theusx disse:

    Essa serie é a unica adaptação de livro que eu posso falar, consegue superar o livro, normalmente as adaptações sempre são piores que os livros, mas essa serie cosnegue superar o lviro que já é muito bom, mesmo se distanciando totalmente da hsitoria do livro o clima criado em cada temporada e envolvente e assustador, até as partes desnecessarias e chocantes fazem com que você fique preso a trama.

    Serie muito boa, mal posso esperar o S03E05!

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: