Review: Lost, American Idol… pensamentos da semana passada

Como a última semana foi toda dedicada em trazer esse novo e formoso blog ao mundo, alguns comentários ficaram de escanteio no Comentando Séries… mas não foram esquecidos (meu Deus, estamos falando de Lost…)! Portanto, vamos passar rápido pelo que eu vi, dando uma atenção toda especial para “Recon”, o episódio bucha de Lost da semana passada, que só me deixou ansioso pelo próximo – que vai ser exibido hoje – porque está na cara que teremos um turbilhão de respostas agora.

– Lost 6.08 “Recon”: O episódio foi tão qualquer nota depois do que foi semana passada, que eu mal consigo lembrar de grandes detalhes dele. O melhor, de longe, foi o FlashSideway, achei sensacional mostrar Sawyer como um policial, além de inusitado, deixou bem claro que a realidade paralela não se baseia em mostrar o que aconteceria apenas se o avião não tivesse caído e sim como seria a vida dos “candidatos” caso Jacob não tivesse se encontrado com eles um dia. E Josh Holloway só melhora todo episódio que aparece, o cara tem que ajoelhar e agradecer a Deus (e a J.J. Abrams) por ter entrado em Lost, foi o ator que mais cresceu na série.

Na ilha, o episódio só valeu pela cena do chilique tenso da Claire e a conversa entre Sawyer e Widmore – preparação de terreno maior que essa não teve. Confesso que dei uma risada involuntária com o tapão que o Evil Locke meteu na cara de Claire, só faltou um “Controle-se mulher!”. E a cara bizarra de indiferença do Sayid me deu até medo. Ah sim, apesar de odiar Kate, achei que ela esteve ótima nesse episódio. Evangeline Lilly se saiu maravilhosamente bem ao mostrar o sofrimento da personagem ao perceber que voltou pra ilha em vão, quase foi morta pelo motivo que a fez voltar e não entende porque isso aconteceu. Está… hã… perdida (bateria do trocadilho).

Agora… Evil Locke tem uma mãe que era louca. Ok, eu sei que num passado remoto ele foi um homem sinistro vestido de preto, mas a frase “A fumaça tem uma mãe” não me sai da cabeça. E repita isso em voz alta pra ver como soa tosco. Mas eu tenho fé que quando mostrarem isso vai ser bacana – e o Evil Locke não estará em forma de fumaça, hehe. Apesar do cliffhanger completamente bocó, fiquei empolgadissímo pro próximo episódio, porque, além de ser centrado em Richard Alpert, esse foi um grande filler para o final da série. Algo me diz que, daqui pra frente o ritmo vai ser alucinado.

Mas apesar das várias qualidades… achei que o episódio podia ser muito, mas muito melhor. Odeio fillers, hehe…

P.S.: Eu vou continuar fazendo aqueles reviews com minhas teorias e etc, só “Recon” foi assim porque… bem, já foi uma semana da exibição.

Nota: 7,5

___________________________________________

American Idol – Rolling Stones Week

Com um top 12 fraco, não deu outra: semana completamente whatever, me deixando com cada vez mais preguiça de acompanhar o programa. Mas dou graças a Deus pela existência de pessoas como Shioban e Crystal, que mantém a fraca chama do interesse acesa. As duas, juntas com Lee DeWyze são os melhores candidatos na competição e num mundo justo, vão ser o top 3 lá perto do final do programa. Só fico na dúvida em escolher qual seria eliminado aí…

Mas quanto as apresentações: Siobhan explodiu minha cabeça com “Paint it Black”, foi espetacular, a mulher fez o próprio show ali e foi um impacto ainda maior se considerarmos que ela se apresentou logo depois do Tim “Disney Teen” Urban. Crystal continua uma das minhas favoritas e cantou uma das três únicas músicas dos Stones que eu conhecia dali (sorry, hehe), “You Can’t Always Get What You Want”, arrasou como sempre e ainda fez uma homenagem a Lily Scott. O mais legal é que Simon se derrete todo falando dela, ele adora a mulher.

De resto, os bons continuam bons (Didi Benami me fez abrir um largo sorriso assim como Michael Lynche), os ruins continuam ruins (nunca mais conseguirei ver Paige Miles do mesmo jeito depois do horror que foi “Smile” e Tim Urban… bom, é aquela coisa né… continua vivo ali pela Geração Jonas Brothers), os “whatevers” continuam “whatevers” e os early favourites continuam decepcionando. Katie tem uma bela voz, mas é fato que ela está completamente perdida ali e Andrew acabou depois de cantar Paula Abdul. Uma pena.

Lacey Brown foi a eliminada da semana, um resultado ridículo, pois os outros dois que ficaram no Bottom-3 (Tim Urban e Paige Miles), mereciam muito mais a eliminação, apesar de Lacey ter sido bem qualquer coisa nas duas últimas semanas. Ah, só pra não ignorar: vendo a apresentação de David Cook fiquei até arrependido de ter abandonado a 7ªtemporada pela metade, o cara foi demais com “Jumpin’ Jack Flash”. E ignoro as duas outras patéticas apresentações.

Espero que American Idol comece a empolgar… rápido.

______________________________________________

Meu próximo post será mais focado nas comédias, inclusive Modern Family, que só não falei aqui porque o post já está um pouquinho grande. Mas é a melhor série da temporada, hein? Até mais!

2 Responses to Review: Lost, American Idol… pensamentos da semana passada

  1. Picelli disse:

    Meu Deus!
    Que episódio bacana de Lost, hein? Teve o episódio do Ben e depois esse bacana de Sawyer. Não foi melhor que o anterior, mas continuou sendo bom, tirando a cena final, foi que o pior término de episódio de Lost EVER!!!

    Já American Idol foi um cocô, tirando Lee, Crystal e Siobhan. Esses são meus três favoritos, sendo a última a minha musa. Ela é estranha, desengonçada, faz careta quando grita mas canta muito bem! Seu carisma é incrível e sua apresentação não foi diferente. Xivon estava tão ótima que nem a leve desafinada no grito final conseguiu abalar a alta qualidade de sua performance.

  2. Gabriel Anthony disse:

    Bom, maneiro o review w tal
    mas LOst ta mtOOOO lOOucoOoOo UHAUHAHUAHAHAHAA
    sério, concordo em grande parte com o que voce falou sobre a atuação de Holloway e nao acho que seria um absurdo se ele fosse indicado pelo Emmy, porem Terry e Emerson estão sensacionais.
    e esse episodio me passou a ligeira impressao que sawyer e kate ainda podem ter algo a mais na ilha, nao sei pq

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: